Payback Simples: como calcular o ROI do seu negócio

Conheça os métodos que permitem calcular o prazo de retorno de investimentos de um negócio. Saiba tudo sobre payback simples e descontado!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Tornar-se consciente das métricas financeiras é essencial para qualquer empreendedor ou investidor. Uma dessas métricas é o payback simples, uma ferramenta valiosa para avaliar o tempo necessário para recuperar um investimento. 

No mundo dos negócios, entender o retorno sobre investimento é fundamental para tomar decisões estratégicas. Neste artigo, vamos explicar o que é o payback simples, como fazer o cálculo, além de conhecer as vantagens e desvantagens da ferramenta. Vamos lá! 

O que é payback simples?

O termo payback significa “retorno” e é uma ferramenta para indicar o retorno de um investimento, inicial ou em um projeto, dentro de uma empresa. Normalmente, é feito desde o momento inicial até quando os rendimentos se tornam iguais ou superiores a esse valor.

O resultado depende de qual foi a quantia investida e o tipo de negócio. Por isso, o cálculo do payback simples é tão importante, seja para investidores ou empreendedores. 

Para pequenas, médias e grandes empresas, é essencial descobrir o retorno de investimentos em tecnologias e sistemas de inovação, novos equipamentos ou até mesmo abertura de filiais.

Agora, se você é investidor e está pensando em apostar em um projeto, o método é o ponto crucial da sua análise para saber se o retorno será de acordo com o esperado. Assim, poderá concluir se é um investimento que vale a pena para o momento.

Quais as diferenças entre payback simples e descontado?

No payback simples, o prazo de retorno de investimento acompanha todos os movimentos de caixa acumulados na empresa, ou seja, tudo que existe de receita, menos as despesas. Aqui, considera-se também os períodos que faltam para o fluxo ficar zerado.

Já o payback descontado tem o cálculo feito a partir do fluxo de caixa, receitas e despesas. Mas no momento em que ele é realizado, é acrescido de uma taxa que faz a correção dos valores conforme o período de investimento.

Desse modo, a diferença entre payback simples e payback descontado é que na segunda opção o dinheiro investido pode ser diferente do valor da soma do tempo, mesmo que sejam parecidos ou iguais. Isso porque, tal método considera ajustes monetários e até mesmo a desvalorização da moeda.

Payback descontado

O payback descontado traz um cenário mais real e confiável, pois considera o valor da moeda ao longo do tempo e adiciona uma taxa de desconto aos lucros. Entretanto, é importante que você conheça dois conceitos dessa equação:

  • Taxa mínima de atratividade (TMA): o parâmetro que define a rentabilidade mínima esperada, normalmente baseada na taxa Selic;
  • Valor presente líquido (VPL): valor do fluxo de caixa atual, considerando o desconto da TMA. A fórmula para descobrir este valor é a seguinte: VPL = Fluxo de caixa (FC) / (1 + TMA)¹.

Após já ter obtido o valor presente líquido, você pode aplicá-lo na fórmula para cálculo do payback descontado:

  • Payback descontado = investimento inicial / VPL

Vamos entender esse cálculo na prática? Considere que uma empresa tenha um fluxo de caixa de R$ 5 mil e uma TMA de 10%. Assim, o cálculo seria:

Payback descontado = FC / (1 + TMA)1

Payback descontado = R$ 5.000,00 / (1 + 0,10)1

Payback descontado = R$ 5.000,00 / 1,10

Payback  descontado = R$ 4.545,45

Como é feito o cálculo do payback simples?

O cálculo do payback é uma métrica simples para avaliar em quanto tempo o investimento inicial será recuperado. 

Confira o passo a passo para calcular o payback:

  • Identifique o investimento inicial: este é o valor que você gastou inicialmente no projeto ou investimento.
  • Estime os fluxos de caixa futuros: liste os valores estimados que o projeto irá gerar a cada período (mensal, anual, etc.).
  • Calcule o fluxo de caixa acumulado: some os fluxos de caixa ano a ano até atingir ou ultrapassar o valor do investimento inicial.
  • Identifique o período em que o investimento é recuperado: o período em que o fluxo de caixa acumulado ultrapassa ou iguala o investimento inicial é o payback.

Basicamente, para fazer o cálculo do payback simples, é preciso usar a seguinte fórmula:

  • Payback simples = investimento inicial / ganhos no período

Desse modo, ao saber o valor de investimento inicial, é calculado o ganho que foi obtido e, assim, é possível saber quanto tempo ainda falta para cobrir o valor gasto.

Suponha que você investiu $10.000 em um negócio e espera receber $3.000 por ano. O cálculo seria:

Ano 1: $3.000

Ano 2: $3.000 (total acumulado: $6.000)

Ano 3: $3.000 (total acumulado: $9.000)

  • Payback simples = 10.000 / 15.000; 
  • Payback simples = 3.

O investimento de $ 10.000 foi recuperado durante o terceiro ano. Portanto, o payback é de 3 anos.

Este método serve para entender quando seu investimento se torna lucrativo, mas não considera o valor do dinheiro no tempo. Em projetos maiores, é importante considerar a taxa de desconto para uma análise precisa.

Quais as vantagens e desvantagens em usar o payback?

O cálculo do payback acompanha uma série de vantagens e desvantagens. Assim, é interessante analisar todo o cenário e concluir a viabilidade da ferramenta para a sua análise de investimentos.

Dentre os pontos positivos, destacam-se:

  • facilidade de utilizar a fórmula;
  • determinação do grau de risco do investimento;
  • auxílio na tomada de decisões sobre novos investimentos;
  • Já entre as desvantagens, a principal é que a fórmula não é muito eficaz ao considerar projetos mais longos, uma vez que não inclui os ganhos após o período de retorno do valor.

Além disso, também não abrange eventualidades, como inflação e oscilação da taxa de juros.

Outra desvantagem é que o payback simples pode trazer uma definição muito rasa sobre essa previsão de retorno do investimento, já que desconsidera a correção monetária.

O Payback proporciona mais segurança na hora de avaliar projetos

Ao realizar um investimento expressivo, toda empresa está sujeita a riscos e perdas. Entretanto, o cálculo do payback, seja ele simples ou descontado, proporciona orientação na hora de avaliar projetos e investimentos, trazendo segurança na hora de tomar decisões.

Com uma visão mais ampla, é mais fácil saber a viabilidade e retorno do investimento realizado. Apesar da realização deste cálculo ser prática, ela deve ocorrer em combinação de outros indicadores e contar com a análise de profissionais capacitados.

Quer impulsionar seu negócio? Acesse agora e explore os benefícios do Sistema Omie para Empreendedores e simplifique suas operações. Conheça já!

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
estoquistas vendo dicas de controle de estoque
Como fazer o controle de estoque para sua empresa de forma objetiva, eficiente e os principais cuidados que você deve
gestão de clientes
Entenda como as estratégias de gestão de clientes vão impulsionar o seu negócio.
representação de pesquisa de mercado
Entenda a importância de fazer a pesquisa de mercado para o sucesso do seu negócio.