Oratória: tudo o que você precisa saber para falar bem!

Descubra a importância da oratória e como dominar as técnicas para falar bem em qualquer situação.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

A oratória é uma habilidade que pode fazer toda a diferença na sua vida profissional e pessoal. Para se comunicar de forma clara, persuasiva e original com o público, é preciso dominar algumas técnicas de oratória fundamentais. 

Para isso, é importante entender que uma boa oratória não significa apenas transmitir uma mensagem, mas sim, potencializá-la de forma que ela possa persuadir os seus ouvintes positivamente, com excelência e credibilidade sobre o tema.

Por isso, neste artigo exploramos o que é a oratória, a sua importância e como desenvolver as técnicas para falar bem em qualquer situação. Veja 11 dicas simples para aplicar no seu dia a dia. Boa leitura! 

O que é oratória?

A oratória é a habilidade de falar em público de maneira clara e eficaz. É uma ferramenta importante para influenciar, inspirar ou informar determinados ouvintes. Um bom orador é capaz de prender a atenção do público e fazer com que eles entendam o conteúdo apresentado. 

Por exemplo, pense em um professor que ensina e se expressa com tamanha facilidade que consegue fazer com que todos os alunos entendam o conteúdo apresentado. Ou em um político, cujo discurso prende a atenção de todos e, ainda, naquele colega que desenvolve bem o conteúdo de uma apresentação no trabalho ou durante uma reunião. 

No entanto, ser um bom orador não depende apenas do domínio do conteúdo apresentado, mas também de como se estrutura a fala, fazendo uso estratégico de pausas e entonação para criar suspense e euforia. Junte a esses ingredientes uma boa pitada de simpatia e carisma para criar a fórmula da oratória. 

Qual a função da oratória?

A função da oratória é transmitir uma mensagem de forma clara, persuasiva e memorável para um público específico. Seja em uma reunião de negócios, apresentação na faculdade ou discurso político, a oratória pretende influenciar, inspirar e motivar as pessoas que estão ouvindo. 

A origem da oratória remonta à Grécia Antiga, mais precisamente à cidade de Atenas, berço da democracia e da filosofia. Naquela época, a habilidade de falar bem em público era muito valorizada e considerada uma ferramenta indispensável para o sucesso na política e nos negócios. 

Com o passar dos séculos, continuou a ser uma habilidade valiosa em diversas áreas da sociedade. Atualmente, a arte de falar bem em público é esperado por qualquer profissional que deseje se destacar e influenciar as pessoas ao seu redor. 

Quando se refere a oratória, não é apenas a capacidade de falar bem ou transmitir informações para o público, mas, sim, a habilidade de persuadir e convencê-los a tomar uma determinada ação ou a aderir a um ponto de vista. 

A oratória também pode ajudar a aumentar a credibilidade e a confiança de quem fala, o que é fundamental para construir relacionamentos, sejam profissionais ou pessoais. Portanto, ela é uma soft skill que pode ser desenvolvida e aprimorada ao longo dos anos, a partir da experiência e técnicas. 

banner cta empreendedor

A importância de uma boa oratória

O medo de falar em público pode atrapalhar a capacidade das pessoas em apresentar os trabalhos da faculdade ou a defender suas ideias em reuniões de trabalho, e até mesmo causar um nervosismo excessivo em situações como uma entrevista de emprego.

Bons discursos conseguem engajar e motivar equipes, conquistar novos clientes e parcerias, ou até defender melhor as suas opiniões em grupo. Isso se torna ainda mais essencial para quem ocupa cargos de liderança e gestão de pessoas. Por isso, a oratória é reconhecida por muitas entidades internacionais importantes e existem cursos pelo mundo desenvolvidos para ajudar pessoas a estruturar melhor as suas apresentações.

Dominar a arte de como ter uma boa oratória pode trazer inúmeros benefícios pessoais e profissionais em qualquer momento da carreira. Também é importante frisar que falar bem em público envolve questões corporais e a forma como você se posiciona.

Por isso, a oratória não se trata mais de uma habilidade exclusiva de políticos ou palestrantes. Atualmente, é uma ferramenta essencial para os profissionais que desejam crescer em suas carreiras e garantir que seus negócios prosperem.

Além disso, a oratória é indispensável para os processos de vendas, sucesso do cliente e pós-venda. No pitch de vendas, por exemplo, saber falar de maneira assertiva, dominando o tempo e construindo uma narrativa envolvente é o segredo do sucesso.

Existem diversas técnicas de apresentação e oratória simples e eficazes que os profissionais podem colocar em prática para começar a vencer esse medo e, consequentemente, se tornar uma referência de sucesso. 

Os principais tipos de oratória

Existem 3 principais tipos de oratória, cada uma com um objetivo e uma forma específica de abordagem. Conhecer cada uma delas pode auxiliá-lo a se preparar melhor para falar em público nos diferentes contextos.  

Judiciária 

Também conhecida como retórica forense, a oratória judiciária é utilizada principalmente no contexto jurídico. O objetivo desse tipo de oratória é persuadir um júri ou um juiz a tomar uma decisão favorável ao orador, ou a parte que ele representa. 

Nesse tipo de oratória, é importante apresentar argumentos lógicos e convincentes, baseados em fatos e evidências. Além disso, é necessário ter conhecimento das leis e do sistema judiciário para poder construir uma defesa sólida e conseguir ganhar a causa.

Deliberativa

A oratória deliberativa, também conhecida como retórica política, é utilizada em contextos políticos e legislativos, em que se deseja persuadir um público a tomar uma ação ou uma decisão específica. 

Por exemplo, em um discurso político, o objetivo pode ser convencer eleitores a votar em determinado candidato. Nesse tipo de oratória, é muito importante entender o público-alvo, quais as suas dores e usar técnicas de persuasão para criar uma conexão com o público. 

Além disso, é muito importante que o discurso apresente soluções práticas para os problemas apresentados pelo público.

Epidíctica 

A oratória epidíctica é usada em ocasiões especiais, como eventos comemorativos, formaturas e casamentos. O objetivo desse tipo de oratória é inspirar e emocionar o público, geralmente por meio de histórias pessoais ou exemplos inspiradores. 

Nestes casos, é importante ter um bom domínio da linguagem e da retórica, para criar uma mensagem clara, persuasiva e memorável. 

Como melhorar a oratória?

Independentemente de ser uma pessoa tímida, é possível aprender técnicas de como se expressar bem em público e apresentar suas ideias de maneira clara e assertiva. Isso é muito importante para defender ideias ou convencer alguém a comprar o seu produto e não do concorrente. 

Dominando as técnicas da oratória, você será capaz de transmitir credibilidade sobre qualquer assunto que irá apresentar para o seu público. Não importa se for para uma ou mais pessoas.

Mesmo no dia a dia, não se pode lançar mão do poder da oratória para situações comuns como, por exemplo:  

  • Em uma entrevista de emprego;
  • Ao negociar com bancos;
  • Apresentar um trabalho, como TCC;
  • Para motivar equipes, caso seu cargo seja de liderança;
  • Engajar patrocínios;
  • Conseguir investidores.  

11 técnicas de oratória para falar bem em público

Se você deseja aprender a lidar com o medo de falar em público ou a expressar melhor suas ideias em reuniões de negócio, confira as 11 técnicas que selecionamos para que você seja capaz de melhorar sua oratória. 

1. Planeje-se: organize e prepare tudo o que quer falar

O primeiro passo é dominar o tema que será apresentado, seja em uma palestra ou uma reunião de trabalho. Para isso, estude bastante o material e organize um roteiro, realize mapas mentais e personalize o seu discurso. 

2. Treine muito em frente ao espelho

Uma das melhores técnicas de oratória é treinar em frente ao espelho, para detectar tudo o que precisa ser melhorado, desde sua postura até o modo como irá gesticular no momento da apresentação. Portanto: observe-se e treine muito. 

Hoje em dia, é possível gravar suas apresentações através do celular ou ferramentas online, como Zoom e Google Meet. Assista aos registros e observe as repetições, vícios de linguagem e gestos. 

3. Controle a respiração 

Para evitar ficar ofegante e atrapalhar a compreensão do seu conteúdo, treine alguns exercícios de respiração. Mantenha a coluna ereta e os ombros para trás e solte o ar aos poucos para controlar melhor a respiração. Assim, o ar não é desperdiçado e você consegue se manter calmo e no controle da situação.

4. Atenção à postura corporal 

Faça alguns alongamentos nos dias anteriores à apresentação para eliminar a tensão e garantir uma postura firme e confiante. Afinal, nossa postura consegue modelar o nosso comportamento e, assim, nosso cérebro entende a nossa confiança e nos ajuda a transmitir a mensagem com maior credibilidade durante a apresentação.

5. ‍Movimente-se e evite gestos involuntários

Evite ficar parado durante o discurso, mas tome cuidado com os gestos involuntários, como mexer as pernas ou passar a mão no cabelo. Uma técnica interessante é parar em um ponto por alguns instantes e, em seguida, mudar de lugar e continuar falando enquanto caminha lentamente.

6. Faça pausas estratégicas durante a fala

É importante realizar breves pausas durante a sua fala ao final de alguns tópicos relevantes, tanto para o público ter tempo de assimilar o conteúdo apresentado, quanto para você respirar antes dos próximos pensamentos.

7. Seja objetivo e, também, descontraído

Hoje em dia, as pessoas não têm tempo de ouvir uma palestra longa e sem objetivo. Vá direto ao ponto e trate o tema de forma objetiva, sem perder a seriedade, mas se o público permitir, envolva a audiência com um pouco de humor. 

8. Evite vícios de linguagem

Os vícios de linguagem são grandes vilões nas apresentações. Os famosos “tipo”, “né”, dentre outros, aparecem de forma inconsciente para preencher um vazio ou servir de apoio ao apresentador. 

Uma dica é substituir os vícios pelas pausas que falamos anteriormente, além de treinar muito o discurso para evitar precisar desse “apoio”.

9. Faça do Storytelling é o seu maior aliado

O storytelling é uma das técnicas mais importantes e essenciais de oratória. Conte histórias emocionantes para engajar o público e fazer com que ele se identifique com a mensagem que você está transmitindo. 

10. Conheça e interaja com o seu público

Evite que a sua apresentação se torne um monólogo. Em alguns momentos da sua apresentação, pare e interaja com o seu público de alguma forma, faça uma pergunta ou peça uma opinião. Assim, você se permite colocar numa posição de troca e criar uma conexão genuína com o público.‍

Não se esqueça de desenvolver métodos empáticos e que se baseiam na CNV (Comunicação não violenta). Transmitir uma ideia depende de calma e um ritmo tranquilo, focando sempre no respeito e educação. 

11. Peça feedbacks e inspire-se para novas apresentações!

Pergunte ao público como você pode melhorar, o que eles acharam do tema e a forma como ele foi abordado. Com esses feedbacks, aqueles vindo de você mesmo ao se assistir e o do público, é possível evoluir e aperfeiçoar as suas apresentações. 

Desenvolva-se com a Omie Academy 

A oratória pode parecer intimidante, mas é essencial para quem busca se destacar na vida pessoal e profissional, independentemente de qual posição ocupa em uma empresa. Se você decidir aprender com afinco e dedicação, colocando em prática as técnicas e dicas que apresentamos, poderá transformar um discurso comum em um memorável.

Se está interessado em aperfeiçoar suas habilidades de comunicação, aproveite o nosso curso gratuito de Comunicação e Oratória da Omie Academy, desenvolvido por profissionais especialistas em comunicação e marketing. Acesse e comece a transformar a sua forma de se comunicar!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Quanto custa abrir uma empresa
Desvende os custos de abrir uma empresa em 2024. Conheça taxas indispensáveis e inicie seu negócio com segurança!
boas práticas na estruturação de operações de customer success
Neste artigo, falaremos sobre como implementar customer success em uma empresa.
Alvará de funcionamento
Alvará de funcionamento é um documento indispensável para empresas que querem garantir a regularidade das atividades. Saiba mais neste artigo!