Pagamento TEF: entenda como funciona e quais as vantagens

Tire suas dúvidas sobre que tipo de negócio é o TEF e quais as vantagens desse sistema para a contabilidade da sua empresa.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

A Transferência Eletrônica de Fundos não é exclusiva para grandes empresas. Na verdade, ela é uma solução criada para diversos tipos de negócios, especialmente, para o comércio e o varejo.

TEF é um sistema que facilita as transferências financeiras relacionadas a compras por meio de cartão de crédito e débito.

Essa inovação proporciona mais agilidade e segurança às transações, disponibilizando mais formas de pagamento aos clientes.

Neste artigo, você esclarece suas dúvidas sobre o que é TEF, para quais tipos de negócios é mais indicado e quais vantagens ele pode trazer para a empresa e para contabilidade do seu negócio. Acompanhe a leitura!

62a230514b4c6f4af7661353 CTA Banner Contador 1 opt2 v2 94

O que é TEF?

A TEF existe para dar mais agilidade e segurança a compras e vendas realizadas por meio de cartão de crédito ou débito. Além disso, ele possibilita a integração do sistema comercial da empresa com os fornecedores das maquininhas de cartão.

Trata-se, portanto, de uma tecnologia de vendas integrada, que traz benefícios para os empreendedores e para os seus clientes. Dentre suas inúmeras vantagens, a TEF permite que a contabilidade seja feita de forma mais simples.

Outro aspecto importante é que, para funcionar, esse tipo de solução deve ser instalado no computador e conectado a uma máquina de cartão especial, que no caso, é o Pin Pad. A máquina é definida como um equipamento eletrônico de pagamento, que faz a leitura de cartões e possui um teclado, bem parecida com as maquininhas que são vistas comumente por aí.

Assim, o registro das vendas torna-se mais prático, sem a necessidade de registros manuais ou, até mesmo, de planilhas de Excel. As informações coletadas são registradas de forma segura no sistema.

Para que serve a TEF?

“Controle” é uma boa palavra para definir a TEF. Sabemos que ações manuais estão suscetíveis a erros e, também, a uma piora na produtividade e na gestão contábil. Portanto, o trabalho com a Transferência Eletrônica de Fundos acaba sendo uma forma de livrar sua empresa desse tipo de transtorno.

Outro ponto é a segurança e a flexibilidade, que não são possíveis sem a utilização das tecnologias mencionadas. Assim, tanto o vendedor quanto o cliente ficam mais seguros no registro das informações durante as transações.

As funcionalidades da TEF são, basicamente, integrar a maquininha com o sistema de gestão da empresa e realizar a comunicação entre o software e a operadora do cartão. Com isso, as informações são reunidas em um só lugar.

Um exemplo é o caixa do supermercado. Quando as compras são passadas, os valores são registrados automaticamente no computador e na maquininha, sem necessidade de qualquer intervenção humana. Assim, é só passar o cartão e os valores já são registrados.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Tipos de TEF

Para entender melhor o que é e como esse sistema funciona, explicamos a seguir quais são os tipos de TEF existentes. Confira.

TEF discada

O modelo de Transferência Eletrônica de Fundos discada funciona a partir de uma linha telefônica, que faz a ligação entre a empresa e a operadora de cartão. Sendo assim, todas as transações realizadas por meio de cartão têm acesso discado e, ao final de cada operação, a ligação é terminada.

TEF dedicada

Funciona a partir de conexão por linha VPN e pode manter uma conexão com as operadoras de cartão 24 horas por dia. A TEF dedicada é mais rápida no compartilhamento de dados e na aprovação de pagamentos. Cada operação leva entre 2 e 5 segundos.

TEF IP

Outro dos tipos de TEF é a de IP, que apesar de também utilizar comunicação VPN, faz a conexão por meio de protocolo IP. Nesse caso, para que o compartilhamento de dados seja possível, é necessário o uso de internet. O modelo de TEF IP é indicado para empresas com alto volume de operações que utilizam cartões de crédito e débito.

Quais são as principais vantagens do TEF?

O sistema TEF capta todas as transações feitas no Pin Pad (um aparelho leitor de cartões) e, por meio da internet, envia esses dados para a rede adquirente. As vendas são concretizadas por meio do software conectado ao Pin Pad e aos computadores do estabelecimento, e o TEF conecta o software ao sistema do banco ou da financeira do cartão e à conta da empresa.

Essa operação simples promove mais praticidade para que os pagamentos sejam feitos e para que o estabelecimento receba os valores de forma rápida e segura. Confira a seguir outras vantagens desse sistema.

Organização

Uma das principais vantagens da TEF para a gestão contábil é a organização que ela proporciona. Isso porque, não importa quantos Pin Pads o estabelecimento do seu cliente tenha, todas as transações ficarão registradas no mesmo sistema.

Isso é essencial para a contabilidade, já que evita falhas e confusão, como pode acontecer quando é utilizado o modelo POS, que exige que as notas fiscais de cada máquina sejam somadas para fazer o fechamento do caixa.

Os modelos TEF e POS são distintos. A POS é uma máquina de cartão portátil, comumente utilizada para transações via cartão de crédito ou débito. Porém, nesse modelo, é necessário digitar o valor da compra manualmente, e o cliente deve inserir o cartão, senha ou fazer a aproximação do cartão.

A desvantagem do modelo é não automatizar o processo de registro de vendas e funcionar somente com uma rede de adquirência.

Segurança

Outro ponto positivo do sistema é a segurança que ele proporciona para as operações, já que o Pin Pad está conectado diretamente ao software que concluiu a venda. Além disso, a TEF permite que a empresa aceite as modalidades de crédito e débito de seus clientes, tendo mais opções para receber pagamentos.

Dessa forma, não é necessário que os dados da venda sejam inseridos novamente, o que torna toda a operação mais ágil e segura, sem dar margem para erros, que podem afetar a contabilidade.

Relatórios detalhados

Quando seu cliente utiliza o sistema TEF, é possível elaborar relatórios financeiros mais detalhados, o que permite um controle de vendas mais eficiente. Ele faz a conciliação bancária dos dados relacionados com as vendas em tempo real.

Dessa maneira, todas as informações podem ser registradas automaticamente no sistema de gestão financeira utilizado pelo seu cliente. Todos esses dados estarão centralizados em um único lugar, o que facilita seu acesso a eles.

Saiba como fazer uma transferência eletrônica de fundos

Para utilizar os serviços do sistema TEF, é necessário encontrar o fornecedor de um sistema de gestão, assim como os da máquina Pin Pad. Conforme mencionado anteriormente, esses são os itens necessários para automatizar o processo de registro de dados de vendas feitas via cartão de crédito e débito.

Realizada a compra do sistema que melhor atende o seu negócio, basta procurar pela melhor máquina Pin Pad e integrá-la ao software. Pronto, agora basta fazer as vendas e ter acesso aos dados com mais segurança e facilidade.

Por que integrar um sistema ERP com a TEF?

O sistema ERP possui diversas funcionalidades que visam facilitar a administração de uma empresa, assim como a gestão financeira. Por isso, ao utilizar um software como esse de forma integrada com a TEF, é possível manter os registros das vendas em um único lugar.

O sistema ERP ainda permite um controle sobre todas as movimentações financeiras do negócio. Assim, a contabilidade pode fazer a gestão de forma muito mais eficiente e segura.

Utilize o TEF e conte com as facilidades do sistema

Neste artigo, você conheceu algumas particularidades do TEF, além das vantagens entregues aos comerciantes, contadores e clientes. Com todas as dicas que preparamos, agora é só entender quais as necessidades do seu negócio e adquirir as tecnologias necessárias para realizar a integração.

A tecnologia é uma grande aliada dos contadores na gestão empresarial dos negócios. Existem diversas soluções capazes de melhorar a produtividade e a análise realizada de cada negócio.

A Omie.Simbiose, por exemplo, é uma das ferramentas mais completas para diagnosticar a saúde financeira de vários tipos de negócios. Ela permite que os contadores realizem uma análise financeira e organizacional das empresas com mais facilidade e informações valiosas. Confira a solução!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
O que é uma API representação
Entenda como uma API é essencial para fazer a gestão completa do seu negócio: tire suas dúvidas conosco!
importância da inteligência artificial
Este artigo explora a inteligência artificial, suas aplicações empresariais e benefícios, como automação de processos e análise de dados. Além
PIS: homem com mão no queixo
Conheça o que é PIS, seu funcionamento, benefícios e como garantir os direitos dos colaboradores da sua empresa.