O que é tomada de decisão? Conheça as etapas e tipos!

Ao aproveitar ferramentas e recursos disponíveis, você pode contribuir com suas operações e alcançar o crescimento desejado com uma tomada de decisão assertiva.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Se há uma habilidade crucial para qualquer empreendedor, é a capacidade de tomar decisões eficazes. A tomada de decisão permeia todas as facetas da jornada empreendedora, desde a concepção de uma ideia até a sua execução e expansão. Mas o que realmente significa isso em um contexto empreendedor? Quais são as etapas envolvidas e os diferentes tipos de decisões que os empreendedores enfrentam em sua jornada?

Neste artigo, exploraremos essas questões, desvendando o significado por trás da tomada de decisão, exemplos e tipos de decisões que moldam o curso dos negócios. Se você está pronto para aprimorar suas habilidades de tomada de decisão e fortalecer sua posição como empreendedor, continue lendo e mergulhe nesse fascinante mundo da escolha consciente e estratégica.

Banner conheça o sistema - gestão online

O que é tomada de decisão?

É escolher o melhor caminho entre várias opções. Por exemplo, ao contratar alguém para sua equipe, você precisa decidir quem é o melhor candidato.

Essas decisões acontecem todos os dias, tanto no trabalho quanto na vida pessoal. Mas, especialmente no ambiente profissional, é importante não decidir apenas por instinto. É preciso ter um planejamento estratégico, analisar dados e pensar logicamente, sempre considerando os objetivos da sua empresa a curto e longo prazo.

Além disso, saber lidar com crises e manter a calma sob pressão são habilidades essenciais para tomar decisões acertadas.

Por que a tomada de decisão é importante para o seu negócio?

Cada decisão que você toma na sua empresa molda o seu futuro, especialmente nas mudanças importantes.

Nesse sentido, quando você toma uma decisão de negócio, isso pode ser o fator que fará com que o ROI aumente ou diminua, por exemplo. Portanto, a forma como você decide é crucial para o sucesso do seu negócio.

Quando você toma uma decisão de negócio, isso pode afetar diretamente o retorno sobre o investimento. Como você enfrenta os desafios também influencia a percepção do mercado sobre a sua empresa e sua credibilidade. Por isso, saber tomar decisões é essencial para uma boa gestão de negócios.

Tipos de tomada de decisão

Os processos de tomada de decisão variam conforme o que é mais valorizado: intuição ou racionalidade, decisões unilaterais ou colaborativas, entre outros fatores.

Não há um modelo universal; avaliar o contexto é fundamental em cada caso, sendo necessário sempre levar em consideração as boas práticas para um Customer Success eficiente. Conheça alguns dos mais importantes tipos:

Tomada de decisão racional

Este é um tipo de tomada de decisão baseada em dados, ou seja, em análises lógicas e objetivas, utilizando dados, fatos e informações para chegar a uma conclusão.

Por exemplo, imagine que você tem uma loja física de roupas e está prestes a criar uma loja virtual para expandir suas vendas. Para escolher qual empresa ficará responsável pela entrega dos produtos e tomar uma decisão racional, é preciso realizar o orçamento com várias opções, consultar se elas têm uma boa reputação no mercado e estudar qual oferece um melhor custo-benefício.

Tomada de decisão intuitiva

Este tipo de decisão é baseado em instintos, experiências passadas e sentimentos. É uma abordagem mais subjetiva e rápida, onde a intuição desempenha um papel fundamental.

Por exemplo, você tem uma ideia para a criação de um aplicativo novo de aluguel de imóveis, mas não possui dados concretos que comprovem que o modelo de negócio seria um sucesso. Entretanto, você realmente acredita na sua ideia e decide investir na criação do aplicativo.

Tomada de decisão com base em valores

Aqui, as decisões são guiadas pelos valores pessoais, éticos ou morais do tomador de decisão. O foco está em escolher a opção que esteja alinhada com os princípios e crenças individuais.

Por exemplo, imagine a seguinte situação: um funcionário da sua empresa tem um ótimo desempenho e entrega bons resultados. Porém, alguns membros da equipe chegam até você reclamando da conduta dele, que, como líder, é uma pessoa que não respeita seus subordinados.

Optar por demiti-lo afirma aos colaboradores que tais comportamentos não condizem com a cultura organizacional da sua empresa, bem como a missão, visão e valores praticados.

Tomada de decisão especializada

Neste caso, as decisões são delegadas a especialistas ou profissionais qualificados em um determinado campo. É comum em áreas técnicas ou complexas, onde se requer um conhecimento específico para tomar a melhor decisão.

Por exemplo, você tem uma marca de perfumes e deseja criar uma nova fragrância. Para tomar a decisão de quais ingredientes utilizar, é necessário ter a opinião de um profissional capacitado nessa área. Não é possível escolher os componentes da fórmula sem considerar as reações que eles podem causar.

Tomada de decisão colaborativa

Este tipo envolve a participação de várias pessoas ou partes interessadas na tomada de decisão. As ideias e opiniões de todos são consideradas e integradas para chegar a um consenso ou decisão em grupo.

Por exemplo, você quer oferecer benefícios extras aos seus funcionários para que eles se sintam mais valorizados. Então, você faz um estudo dos recursos disponíveis e percebe que será possível oferecer um vale cultural no qual eles receberão um valor para comprar itens como livros e cursos, ou um bônus trimestral por desempenho.

Assim, tendo conversado com os colaboradores e ouvido sua opinião, é só escolher a melhor opção e colocá-la em prática.

Tomada de decisão individual

Neste tipo, uma pessoa toma uma decisão sozinha, sem consultar ou envolver outras partes interessadas, sendo frequentemente encontrado em pequenas empresas ou em cenários nos quais as decisões são menos complicadas e permitem uma resolução rápida.

Por exemplo, um empresário decide uma estratégia de marketing para sua empresa com base em sua própria análise e intuição.

Tomada de decisão autocrática

Também conhecida como autoritária, este tipo envolve uma pessoa ou líder que toma todas as decisões unilateralmente, sem considerar as opiniões ou contribuições de outras pessoas. Importante ressaltar que, embora seja útil em cenários que exigem respostas ágeis, pode ocasionar insatisfação entre os membros da equipe.

Por exemplo, um gerente decide implementar uma mudança no processo de produção sem consultar a equipe e suas ideias.

Tomada de decisão por delegação

Já neste caso, a responsabilidade pela tomada de decisão é atribuída a outra pessoa ou grupo, geralmente com base em suas habilidades ou conhecimentos específicos.

Imagine, por exemplo, que um CEO delegou a decisão sobre a contratação de novos funcionários para seu departamento de recursos humanos, confiando em sua experiência para tomar a melhor decisão.

Quais são as etapas de um processo de decisão?

Para tomar decisões assertivas, é crucial seguir as etapas do processo decisório. Compreender o que é necessário para fazer a melhor escolha ajuda a minimizar os riscos de optar por algo inadequado.

As etapas de um processo de decisão podem variar dependendo do contexto e da complexidade da situação, mas geralmente incluem o seguinte:

Identificação do problema ou oportunidade

Reconhecer a necessidade de tomar uma decisão e definir claramente qual é o problema a ser resolvido ou a oportunidade a ser aproveitada.

Por exemplo, vamos supor que o seu fornecedor habitual de matéria-prima avisa que o material está esgotado, resultando em possível atraso na produção e, consequentemente, na reposição do estoque, acarretando perdas de vendas potenciais.

Nesse cenário, é crucial considerar soluções alternativas para resolver o problema.

Compreenda a situação

Antes de tomar uma decisão, é fundamental analisar sua situação atual e como ela influencia suas escolhas. Por exemplo, diante do problema de falta de matéria-prima, é importante considerar o valor disponível para compra, o estoque restante e a possibilidade de outros fornecedores atenderem às suas necessidades.

Coleta de informações

Reunir dados relevantes e informações fáceis para entender completamente o problema ou a oportunidade, bem como as possíveis soluções.

Isso significa que, antes de tomar decisões empresariais, é crucial reunir dados essenciais para embasar suas escolhas. O conceito de tomada de decisão baseada em dados tem ganhado destaque, especialmente no ambiente digital.

Com a quantidade de dados que produzimos diariamente, é fundamental aproveitá-los por meio de ferramentas de gestão e aproveitamento dos indicadores que se integram aos setores de marketing, financeiro e vendas.

Análise das opções

Avaliar as diferentes alternativas disponíveis, considerando seus prós e contras, benefícios e riscos associados a cada uma delas.

Por isso, com os dados necessários em mãos, é crucial estudar estrategicamente todas as alternativas disponíveis, sendo fundamental avaliar o impacto que cada um terá no seu negócio, bem como suas vantagens e vantagens.

No caso do uso de dados, a disponibilidade de relatórios e dashboards em tempo real simplifica a visualização dos processos de forma integrada, coordenação de compreensão, antecipação de crises e identificação de oportunidades inovadoras.

Tomada de decisão

Escolher a melhor opção com base na análise realizada, tendo em conta os objetivos, valores e critérios estabelecidos.

Portanto, após uma análise completa, é hora de tomar uma decisão. Pondere os fatores cuidadosamente e fique atento à opinião de outras pessoas.

Decidir com base em um planejamento estratégico e análise de dados proporcionará maior segurança na escolha final.

Implementação da decisão

Colocar uma decisão na prática, desenvolver um plano de ação detalhado e atribuir responsabilidades para garantir sua execução eficaz. É disso que se trata a implementação da decisão, uma fase crucial onde a escolha feita é posta em prática.

Isso envolve a execução do plano de ação delineado, a alocação de recursos adequados e a atribuição de responsabilidades específicas. Durante esse processo, é imprescindível garantir uma comunicação clara e eficaz entre todas as partes envolvidas e monitorar de perto o progresso.

Avaliação e monitoramento

Após a tomada de decisão, o trabalho não está encerrado. Pelo contrário, é essencial avaliar os resultados e as consequências da escolha realizada. Esta análise permite medir a eficácia da decisão e determinar se as configurações são necessárias.

Portanto, acompanhe os resultados da decisão tomada, avaliando seu impacto e ajustando o curso de ação conforme necessário para garantir que os objetivos sejam realizados.

Essas etapas fornecem um roteiro básico para orientar o processo decisório, ajudando a tomar decisões mais informadas e eficazes.

Qual é a importância da tomada de decisão?

A importância da tomada de decisão reside no fato de que ela é fundamental para o progresso e sucesso de qualquer empreendimento, seja uma empresa, uma organização ou até mesmo ao nível pessoal.

Decisões efetivas moldam o curso das operações, influenciam o alcance de metas e objetivos, e determinam a direção futura.

Uma boa tomada de decisão envolve avaliar cuidadosamente as opções disponíveis, considerar os riscos e benefícios de cada alternativa, e escolher a melhor abordagem para alcançar os resultados desejados.

Além disso, a tomada de decisão promove o desenvolvimento de habilidades de pensamento crítico, análise de dados e resolução de problemas, que são essenciais para o crescimento pessoal e profissional.

Em suma, a tomada de decisão é um componente vital de qualquer processo de gestão e liderança, sendo fundamental para o sucesso a longo prazo.

Como funciona a análise de dados para tomada de decisão?

A análise de dados para tomada de decisão envolve os seguintes passos:

  • Definição dos objetivos: estabelecer claramente os objetivos que se pretende alcançar com a análise de dados e as decisões a serem tomadas;
  • Identificação e coleta de dados relevantes: determine quais dados são necessários para informar suas decisões e coletar fontes confiáveis, como bancos de dados internos, pesquisas de mercado, feedback dos clientes, entre outros;
  • Limpeza e organização dos dados: garanta que os dados contenham erros e inconsistências, e organize-os de forma para facilitar uma análise posterior;
  • Análise exploratória: explore os dados para identificar padrões, tendências e relações entre as variáveis ​​relevantes para sua decisão;
  • Aplicação de métodos analíticos: utilize técnicas estatísticas, modelos matemáticos e algoritmos de aprendizado de máquina, conforme apropriado, para extrair insights dos dados e fazer escolhas específicas sobre possíveis resultados das decisões;
  • Interpretação dos resultados: analisar os resultados obtidos da análise de dados à luz dos objetivos definidos, interpretando o que eles significam para suas decisões.

Como a coleta de dados pode ajudar na tomada de decisão na minha empresa?

A coleta de dados pode ser extremamente útil na tomada de decisão em sua empresa de várias maneiras:

Compreensão do cliente

Coletar dados sobre os clientes, como preferências, comportamentos de compra e feedback, pode ajudar a personalizar os produtos e serviços para atender melhor às necessidades do mercado-alvo.

Análise de desempenho

Coletar dados sobre o desempenho das vendas, eficácia das campanhas de marketing, taxas de conversão e outras métricas relevantes, pode fornecer insights sobre o que está funcionando bem e o que precisa ser melhorado. Um bom CRM pode ajudar a organizar essa rotina.

Identificação de tendências de mercado

Uma coleta de dados sobre o mercado em geral, concorrentes e tendências da indústria pode ajudar a empresa a se manter atualizada e tomar decisões estratégicas para se manter competitiva.

Otimização de processos internos

Coletar dados sobre os processos internos da empresa, como produção, logística e atendimento ao cliente, pode ajudar a identificar áreas de ineficiência e oportunidades de otimização.

Previsão de demanda e planejamento de estoque

Coletar dados históricos de vendas e padrões sazonais pode ajudar a prever a demanda futura e planejar o estoque de forma mais eficiente, evitando excessos ou escassez.

Avaliação de riscos

Coletar dados sobre o ambiente de negócios, como mudanças regulatórias, instabilidade econômica ou flutuações de mercado, pode ajudar a empresa a avaliar e mitigar os riscos associados a diferentes decisões.

Maximize seu potencial empreendedor

A tomada de decisão é um processo essencial em qualquer empreendimento, exigindo análise criteriosa, uso inteligente de dados e consideração cuidadosa dos impactos potenciais.

Com o advento da tecnologia e o acesso a ferramentas avançadas de análise de dados, você tem mais recursos do que nunca para tomar decisões informadas e estratégicas para o sucesso do seu negócio, enfrentando desafios com confiança.

Se você busca aprimorar seus processos e alcançar o próximo nível de sucesso, é essencial aproveitar as ferramentas e recursos disponíveis. Saiba mais sobre como a Omie pode ajudar sua empresa nessa missão com soluções inovadoras para empreendedores como o software ERP da Omie!

Banner experimente - simplifique sua rotina e integre todas as áreas da sua operação

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
cadeia de valor
Entenda melhor os processos da sua empresa e como eles se relacionam implementando a cadeia de valor.
duas pessoas conversando sobre como abrir uma empresa
Se você quer ter o próprio negócio, precisa entender o passo a passo para abrir uma empresa de forma simples
vantagens do ERP: pessoa no computador utilizando o software ERP.
Otimize processos e aumente sua produtividade com um sistema de gestão ERP!