Como precificar serviços contábeis?

Aprenda a cobrar de forma justa pelos serviços contábeis nas dicas a seguir!

05/Jul/2022
Contabilidade

Em algum momento você já deve ter passado por uma situação de não saber como precificar corretamente e de forma justa os seus serviços contábeis. Saber identificar a relação entre o tempo dedicado e o valor do seu trabalho é fundamental para uma boa prática profissional.

Por isso, neste artigo você vai aprender dicas para poder precificar corretamente o seu trabalho e receber de forma justa pelos serviços prestados aos clientes. Isso vai auxiliar na hora de definir valores, contabilizar custos e determinar a margem de lucro.

Continue lendo para evitar erros comuns nessa etapa do planejamento da atuação como contador, valorizando sua expertise profissional, sem extrapolar os valores comuns ao mercado. Boa leitura!

Por que é importante saber precificar corretamente os serviços contábeis?

Auxiliar os clientes na precificação dos serviços é uma atividade comum no cotidiano de qualquer contador. Agora, quando o assunto é precificar os próprios honorários contábeis, tal atividade pode ficar um pouco mais complicada.

Precificar os serviços contábeis é indispensável para fortalecer a relação de confiança com o seu cliente. Ao planejar a tabela de valores de forma correta, você consegue estabelecer valores justos, que rendam margem de lucro e que estejam de acordo com o tempo dedicado a cada serviço.

Dessa forma, o seu cliente reconhece que o valor cobrado é correto e você configura critérios de valor, complexidade, exigências e tempo. Tudo isso vai ajudar você a precificar o serviço contábil de maneira mais justa e assertiva.  

O que considerar ao precificar serviços contábeis?

Antes de tudo, é interessante que você defina um valor específico que será o seu preço mínimo para aceitar qualquer trabalho. A partir daí, é necessário considerar as particularidades de cada serviço. Logo abaixo, veja alguns fatores indispensáveis a considerar antes de definir o valor dos seus honorários.

Tempo para realizar o serviço

Para calcular o tempo para realizar o serviço você deve elencar toda a rotina do seu cliente e contabilizar o tempo que você ou a sua equipe levam no atendimento. Aqui também é interessante incluir as reuniões de alinhamento, telefonemas, elaboração de planejamentos e análises de relatórios.

Considere o perfil do cliente e todo o tempo necessário para realizar o trabalho. Assim, a precificação do seu serviço contábil deverá acompanhar o tempo que leva para executá-lo. Para encontrar um valor aproximado, você pode utilizar a seguinte base de cálculo: hora trabalhada no mês dividida pelos seus encargos + lucro esperado

Dessa forma, se seu cliente utiliza 20 horas do seu tempo durante o mês, divida o valor do tempo pelo pelo preço dos seus encargos acrescidos do lucro que você espera receber. Talvez o resultado não seja um valor exato, mas ele servirá como uma base de análise interessante.

Custo com a equipe

Agora que você já considerou o tempo que o cliente usa do seu escritório, é hora de contabilizar o custo com a equipe. Aqui, leve em conta os custos dos seus colaboradores, salário e benefícios e a média do tempo total dedicado a esse cliente.

Por exemplo, se o seu colaborador tem o custo por hora trabalhada de 50 reais, multiplique este valor pela quantidade de tempo dedicado ao cliente. Sendo assim, considerando a estimativa total de horas do item acima (20 horas) teremos: 50 x 20: 1000. Logo, esse cliente custa o total de R$ 1.000 mensais para o seu escritório.

Custo com escritório

Os custos cotidianos do seu espaço de trabalho também devem fazer parte desse cálculo. Gastos como internet, água, luz, telefone, equipamentos etc. devem ser somados e divididos entre todos os clientes.

Contudo, essa divisão deve também considerar a complexidade e tempo exigido por cada cliente. Logo, aqueles que demandam mais da empresa, devem contribuir com uma fatia ligeiramente maior dessa divisão. 

Por exemplo, clientes que demandam reuniões semanais ou maiores deslocamentos de equipe, para funções em outras localidades distantes da sede da empresa, devem ser considerados. 

Em alguns casos, é possível que as demandas dos clientes exijam ferramentas ou técnicas a serem compradas. Cada cliente tem o cálculo baseado em sua complexidade.

Lucro

Nesse item, você irá definir a margem de lucro para nortear a precificação dos serviços de contabilidade. Para tanto, existem algumas formas de contabilizar qual é a margem de lucro para a sua realidade.

Uma delas é definir um percentual interessante que você pretende ter como a margem de lucro. Segundo o Sebrae, o valor considerado ideal é de 20% ao ano. Mas, no final das contas, é você quem decide qual margem de lucro será mais adequada ao seu negócio.

Para chegar a esse percentual de lucro, é preciso considerar diversos pontos para poder calcular a margem de lucro ideal. Tenha em mente o custo do seu serviço, os equipamentos, impostos, contas básicas e despesas administrativas. 

Assim, podemos considerar, por exemplo, que um cliente com demandas mais longas irá exigir mais custos da sua empresa. Essa exigência, porém, é também uma garantia de ganhos a longo prazo. Ao fechar contratos médios ou longos, calcule o lucro bruto com base nas receitas totais e nos custos.

Preço dos concorrentes

Os concorrentes são decisivos na definição do preço. Afinal, se é comum que todos da sua área considerem uma margem de lucro como 20%, o interessante é que a sua proposta esteja próxima a esse valor. Assim, seu valor fica compatível com o mercado atual e interessante para os seus clientes.

Entenda como precificar serviços contábeis

Agora que você já elencou alguns critérios importantes como tempo necessário, custo com equipe e escritório e lucro esperado, deve entender como precificar os serviços contábeis e fazer um planejamento financeiro de acordo com a influência de cada cliente no faturamento geral da empresa. 

Para isso, siga o passo a passo a seguir, precificando os serviços contábeis de maneira satisfatória. 

Analise seus custos

Como contador, você sabe da importância de elencar os custos diretos e indiretos da empresa antes de realizar um serviço ou oferecer um produto.

Portanto, é interessante analisar todos os custos que envolvem a prestação do seu serviço; incluindo os custos fixos, variáveis e o percentual de aumento com o tempo. Essa ação evita desperdícios e gastos que não geram retorno. 

Considere o tempo investido no trabalho

Antes de precificar o serviço, é necessário mapear o tempo investido para realizar o trabalho. Isso é importante porque cada cliente tem uma exigência diferente e, por sua vez, cada atividade precisa de um tempo distinto para ser concluída.

De forma simples, quanto mais tempo e atenção o cliente ocupa, maior será o valor cobrado pelos serviços. Afinal, o tempo é um recurso que deve ser considerado com grande rigor, pois determina o fluxo geral de clientes e serviços oferecidos nos mais diversos formatos de negócio. 

Considere o preço cobrado pelo mercado

A situação atual do mercado contábil e a média cobrada pelos seus concorrentes também é muito importante. Dessa forma, você conseguirá entender se o preço cobrado está dentro da faixa, muito abaixo ou muito acima da média.

Uma das vantagens de analisar detalhadamente a concorrência é que seu negócio irá se tornar mais atrativo para os clientes e, consequentemente, tende a cativar mais a atenção do público-alvo. Para isso, é necessário investir em pesquisa e no conhecimento da concorrência.

Determine a margem de lucro

Para que você consiga definir uma margem de lucro satisfatória para o seu negócio, é importante englobar todos os pontos acima. Considere os seus custos, o tempo necessário para realizar o trabalho e o preço cobrado pelos concorrentes.

Para chegar nesse valor, considere os custos, os impostos e as despesas. Depois, divida essa quantia pela receita total da empresa. Assim, você chegará ao percentual da margem de lucro atual do seu negócio.

Torne os seus serviços contábeis mais atrativos 

Precificar os serviços de contabilidade, on-line ou não, é uma tarefa minuciosa que envolve diversos fatores. Neste artigo você conheceu os critérios mais importantes e agora sabe o que deve ser considerado na hora de definir um valor. 

Tal atividade é essencial para tornar os seus serviços contábeis mais atraentes para os clientes, além de garantir uma margem de lucro saudável para o negócio. Além dessa estratégia, também existem muitas outras disponíveis para captar novos clientes no mercado da contabilidade. 

Veja algumas dicas de como captar novos clientes para contabilidade?, colocando-as em prática na sua empresa. Acesse o Blog Omie e fique por dentro de todas as novidades do universo contábil.

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas