Custo de produção: o que é e como calcular?

Descubra o que é custo de produção e entenda a importância desse cálculo para seu negócio!

22/Jul/2020
Finanças

Calcular o custo de produção é de extrema importância para descobrir o valor da produção de cada produto ou serviço. Com essa informação, é possível tomar decisões mais assertivas e estratégicas para administrar os recursos da companhia. 


Nos estudos de viabilidade econômica, o custo de produção é dos principais fatores a serem levados em consideração. Além disso, ajuda a identificar os melhores meios de produção, que tornem o negócio mais sustentável e tragam mais retorno sobre investimento.


Sendo assim, uma análise de custo do processo de produção permite comparar os lucros com os gastos, fazer a precificação de seus produtos ou serviços, identificar desperdícios e analisar a sustentabilidade do negócio.


Diferença entre custos e despesas


Antes de saber como calcular o custo de produção, é importante entender a diferença entre custo e despesa. Quando falamos sobre custos, nos referimos a tudo que tem a ver com a produção, como a matéria-prima ou a mão de obra.


Já as despesas podem ser classificadas como gastos não fundamentais para as atividades da companhia, como o marketing. Apesar de essas despesas serem muitas vezes necessárias, não tem relação direta com a produção.


Essa diferenciação é importante para entender o que levar em conta ao fazer o cálculo dos custos da sua produção, evitando misturar valores que não tem relação com esse processo. 


Como calcular o custo fixo e variável de produção?


Entender como calcular os custos da produção é essencial para descobrir se você está de fato obtendo lucro sobre o que está fabricando ou sobre os serviços prestados. Para que seja possível saber quanto custa a produção da sua empresa, é preciso entender o conceito de custo fixo e variável. Veja:


Custo variável


O custo variável é aquele que sofre alteração quando há mudanças no nível de produção, seja aumentando ou diminuindo. Para identificá-lo, basta analisar se ele varia conforme a quantidade produzida, como é o caso dos custos com matéria-prima, por exemplo.


Também é preciso ficar atento ao custo variável médio, que nada mais é do que o custo variável por item produzido. Para fazer o cálculo, é necessário dividir o total do custo variável pela quantidade de itens produzidos.

Custo fixo


Já os custos fixos não são impactados conforme o aumento ou diminuição da produção, como é o caso do aluguel do local da fábrica, por exemplo. Portanto, mesmo que a empresa passe a produzir muito mais, esse valor permanecerá o mesmo.


Além disso, também é importante calcular o custo fixo médio, da mesma forma que é feito com o variável. Isso porque esse valor será importante para se obter o custo de produção total.


Custo total


O custo total se refere à soma dos custos fixos e variáveis que envolvem a produção. Aqui, você terá o valor integral de todo o investimento envolvido na fabricação de seus produtos ou de seus serviços.


Também é preciso calcular a média do custo total para cada unidade produzida. Para isso, é possível somar o valor da média do custo variável com a média do custo fixo.


Qual a importância de saber o custo de produção?


Muitas empresas buscam reduzir custos para tornar a produção mais sustentável e gerar mais lucro. Entretanto, isso não é possível sem calcular o custo de produção. Com essa análise, o gestor consegue identificar o que está tornando a fabricação mais cara.


A partir disso, é possível desenvolver um planejamento visando otimizar a produção para que os recursos sejam melhor aplicados e o negócio se torne mais rentável. Esse processo também permite identificar os pontos fortes da companhia e as oportunidades de aprimoramento. 


E para que esse cálculo seja mais preciso, é possível contar com a ajuda da tecnologia por meio de sistemas de gestão. Automatizar a gestão de custos permite mais eficiência e controle financeiro, já que proporciona relatórios completos e detalhados sobre onde os recursos estão sendo investidos.


Além disso, o sistema também atua na produção, fazendo o monitoramento de todo o processo com precisão para que você tenha mais controle sobre o fluxo. A inovação também permite ter uma gestão de estoque mais eficiente, para acompanhar as entradas e saídas de itens.


Essa tecnologia pode ser integrada à toda sua operação, facilitando as atividades do setor financeiro e administrativo da empresa. Para entender mais sobre como um sistema de gestão pode ajudar seu negócio, confira nosso ebook:




Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas