Como fazer um balancete de verificação?

Você sabe o que é balancete de verificação e como ele deve ser feito? Confira o artigo para aprender mais sobre esse assunto.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Quando o assunto é a gestão financeira de uma empresa, é imprescindível criar processos para manter sempre o controle em relação às despesas e lucros. O balancete de verificação ajuda nesse processo.

Realizado periodicamente, nele são colocadas movimentações de débito e crédito que aconteceram e o saldo final da empresa. Enquanto o balancete patrimonial é um relatório que é produzido de ano em ano, e oferece uma visão ampliada de toda a situação do negócio.

Diferentemente do patrimonial, o balancete de verificação pode ser feito antes, para que os gestores se mantenham atualizados sobre a saúde financeira da empresa. Confira o artigo para saber mais. 

O que é balancete de verificação?

O balancete de verificação é um relatório de gestão financeira no qual são listados todos os  valores de patrimônios de uma empresa, as movimentações financeiras, crédito e débito, e o saldo final. 

Ele pode ser feito mensalmente para que os gestores consigam conhecer a situação da empresa e fazer o planejamento fiscal. Através deste relatório é possível compreender a evolução da receita, a margem de lucro dos produtos e se as metas determinados períodos foram alcançadas. 

Através do relatório, a empresa consegue identificar onde ocorreram gastos excessivos, por exemplo, e os gestores podem pensar em como buscar maneiras de melhorar e crescer mais. Além disso, o balancete de verificação é utilizado como base para a produção de outros tipos de balancetes contábeis e relatórios importantes, como o balancete patrimonial e o demonstrativo dos resultados do exercício (DRE).  

Estrutura do balancete de verificação

Para fazer um balancete de verificação que inclua todos os dados financeiros relevantes é importante seguir uma estrutura fixa. As categorias de ativos, passivos, patrimônio líquido, resultados, receitas e despesas devem constar no balancete. 

Ativos

Os ativos dizem respeito a todos os bens e direitos da empresa. Isso inclui os estoques, saldos em contas bancárias, dinheiro em caixa, investimentos e quantias a receber dos clientes. 

Passivos

Os passivos são o que a empresa deve pagar ao governo, funcionários, fornecedores, bancos, entre outros. 

Patrimônio Líquido 

O patrimônio líquido de uma empresa é obtido a partir da soma dos recursos que ela possui, o que inclui o capital inicial investido e as reservas. 

Resultado 

O resultado é o saldo final da empresa considerando os lucros e gastos. Se a empresa teve um período bem-sucedido, o saldo é positivo, mas se teve prejuízo, pode ter um saldo final devedor. 

Receitas 

As receitas são o direito da empresa de receber por uma venda ou prestação de serviço. 

Despesas

As despesas são os gastos da empresa. Por exemplo, com pagamento de fornecedores e funcionários, compra de estoque, pagamento de tributos.

banner cta empreendedor

Como fazer um balancete de verificação?

Para entender como fazer um balancete de verificação, além de saber quais dados ele deve conter, é também preciso ter um objetivo em mente. Ter o registro atualizado de todas as movimentações financeiras de determinado período é essencial, junto com a análise dos resultados. 

Entenda o objetivo

O primeiro passo para fazer o balancete de verificação é determinar qual o objetivo do relatório. Você também deve definir o nível de detalhamento das informações que serão inseridas e o que deve ser verificado, como as naturezas de cada conta e as movimentações. 

Mantenha o registro de pagamentos atualizado

Para obter um balancete de verificação que represente a situação financeira da empresa da forma mais acurada possível, é necessário ter todos os registros atualizados. Por isso, é importante orientar todos os profissionais responsáveis pela movimentação financeira a manter sempre registro dos créditos e débitos. 

Do contrário, perde o controle para a verificação, como também o risco de ter prejuízos é muito maior. 

Análise o resultado de cada conta ao final do período

Antes de colocar os dados das contas no balancete de verificação, analise cada uma individualmente. Liste todos os créditos, débitos e o saldo final delas. 

Monte um balancete de verificação

Com todos os dados apurados, é hora de montar o balancete de verificação. Coloque o total de débitos e o saldo anterior e deduza o valor total de créditos para chegar ao saldo atual da empresa.

Mantenha o controle financeiro da sua empresa

Faça, periodicamente, o balancete de verificação na sua empresa. Caso tenha deixado essa obrigação passar, fique atento e não perca tempo para começar. Este relatório é fundamental para garantir que todas as movimentações estão sendo registradas corretamente e para evitar que qualquer problema relacionado a créditos e despesas passe despercebido. 

Se você ficar o balancete de verificação mensal e deixar para fazer apenas o balancete patrimonial, erros e problemas podem ficar evidentes apenas no final do ano. Garanta que sua empresa esteja sempre com as finanças organizadas.

Para aprender sobre como fazer o balancete patrimonial, confira as dicas imperdíveis do artigo  Balanço Patrimonial: o que é e como fazer?. Além disso, opte por uma atuação que preza pela inovação e tecnologia. Continue mantendo-se informado com a Omie!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Gestão contábil
Descubra a importância da gestão contábil e benefícios para sua empresa. Saiba como implementar e aproveitar ao máximo!
risco sacado
customer experience
Aprenda a implementar e aprimorar o Customer Experience em sua empresa com dicas práticas, abordando desde a compreensão do cliente