Conheça 9 formatos de franquias

Conhecer os formatos de franquia existentes é essencial para a escolha ideal. Traga mais resultados para seu negócio!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

As franquias podem ser uma excelente forma de crescimento profissional, em especial no início da carreira empreendedora. Como existem diversos formatos de franquia, é preciso avaliar aquele que melhor se adequa aos seus objetivos e condições atuais.

Independente do formato escolhido, as vantagens em comprar uma franquia são inúmeras, como ingressar em um mercado já estruturado, contar com apoio da franqueadora para orientações e estratégias, ter mais segurança do retorno do investimento, dentre outras.

Para ajudar você a escolher o melhor formato, que mais se adapta à sua realidade, criamos um guia completo com todas as informações necessárias para sua carreira como franqueado. Nele você encontra 9 formatos de franquia, diferenças e como aplicá-las. Acompanhe!

62a1f7437a5e6b5e2f216d35 CTA Banner Empreendedor 2 opt2 v2 81 1

Quais são os formatos de franquia?

Como já falamos, existem diversos formatos de franquia, cada um com suas características, que vão desde o valor necessário para o investimento até a forma como gerenciar os negócios.

Para ajudar no processo de escolha do melhor formato para iniciar seu negócio, veja 9 tipos de empresas a seguir

1. Nanofranquias

Esse formato se caracteriza pelo baixo valor de investimento que, geralmente, é de até R$ 25 mil; além disso, é possível comprar franquias até R$ 10 mil. É possível atuar em home office e apenas o empreendedor trabalha na empresa, ideal para quem não tem muito capital para investir ou não deseja correr riscos.

2. Microfranquias

As microfranquias também são voltadas para empreendedores que desejam negócios mais seguros, de baixo risco e com investimento inicial ainda pequeno.

O teto estabelecido para comprar uma microfranquia é de R$ 90 mil e, muitas vezes, envolve a abertura de um espaço físico para atuação.

3. Loja

Esse é o formato mais tradicional de franquia, embora aos poucos esteja perdendo espaço para modelos mais enxutos e que atendem a outras necessidades dos consumidores.

Para comprar e administrar uma franquia de loja é preciso um investimento mais alto, além de um espaço físico que comporte as atividades que serão desempenhadas. Isso envolve espaço para estoque, caixa, exposição dos produtos etc.

4. Quiosque

Ligado ao formato anterior, o quiosque realiza atendimentos ao cliente, mas em um espaço reduzido, como nos corredores de shopping, aeroportos ou centros comerciais. A vantagem é que o investimento necessário é menor, assim como a manutenção do quiosque.

Por outro lado, é ideal para atender espaços com grande circulação, facilitando a visualização da empresa por parte dos clientes, pois conta com localização estratégica, atingindo um grande número de pessoas.

5. Food truck

Um formato que tem ganhado adeptos é o food truck, em que a empresa é montada sobre um caminhão pequeno, carro grande ou até uma bicicleta. O investimento varia conforme a franquia escolhida e demanda a adaptação de um veículo para comportar a pequena cozinha que atenderá aos clientes.

A principal vantagem é a mobilidade que o empreendedor tem, deslocando o automóvel até locais com mais movimento, como áreas comerciais, entradas e saídas de eventos, jogos, teatros etc.

6. Shop in shop

Esse formato é um pouco diferente, pois a franquia atua dentro de outra empresa, por exemplo, o empreendedor já tem um espaço comercial e opta por incluir uma franquia de alimentação no local.

A vantagem é oferecer mais variedade de produtos e serviços para seus consumidores, otimizando espaço e investimento. Assim, gera mais receitas para o franqueado, que conta com mais opções de venda.

7. Franquia online

Com o crescimento das vendas pela internet, também houve a expansão do formato de franquia de loja online, em que produtos e serviços são comercializados e o atendimento é realizado de forma virtual.

Geralmente, o investimento não é muito grande e o franqueado precisa apenas de um computador e uma boa conexão com a internet. A depender dos produtos vendidos, é importante ter um espaço para armazenar o estoque.

Um exemplo de franquia online são empresas que vendem suplementos alimentares por meio do site da franqueadora e uma comissão é paga para o empreendedor por cada venda realizada.

8. Franquia home office

O modelo de trabalho do home office foi popularizado no país nos últimos anos e também pode atender às franquias. Nesse caso, o empreendedor atua totalmente de forma remota, com opções de negócio em diversos segmentos e ainda conta com a flexibilidade e conforto de trabalhar em casa.

Assim, é possível conciliar os horários com outras atividades, sendo uma opção para quem busca uma renda extra. Além disso, o investimento tende a ser baixo e economiza tempo de deslocamento e dinheiro de aluguel de espaço físico e estoque do franqueado.

9. Franquia home based

Este formato é bem atrativo, pois alia a comodidade do trabalho home office com um investimento baixo. Mas, existem diferenças para o modelo anterior: a franquia home based permite que o empreendedor atue em mais de um local.

Por exemplo, um contador pode trabalhar de casa a maior parte do tempo, mas, frequentemente, visita seus clientes e realiza suas atividades no local, por meio do modelo de trabalho híbrido.

Como escolher o melhor formato de franquia?

Agora que conhece os principais modelos, você pode se perguntar: qual é a melhor opção para comprar uma franquia? Nesse caso, é preciso se atentar para alguns aspectos a fim de que o negócio seja rentável para o franqueado e a franqueadora:

  • Avalie seu orçamento: isso determinará o formato a ser escolhido e, como vimos, lojas e microfranquias exigem valores mais altos, enquanto nanofranquias podem ser compradas com capital menor.
  • Entenda onde gostaria de atuar: com tantas opções no mercado, é preciso considerar gostos pessoais, aptidão e habilidades comportamentais antes de investir. Assim, se você não se dá bem na área da saúde, não é recomendável investir em clínicas médicas; ou se tem facilidade com tecnologia, pode buscar opções nessa área;
  • Pesquise muito: procure falar com outros franqueados, entenda a dinâmica da franqueadora e pesquise seu passado tanto de resultados quanto de estratégias. Isso permitirá que você encontre uma empresa que tenha valores semelhantes aos seus, reduzindo riscos de frustração e problemas com o tempo. Busque franquias com o Selo Excelência em Franchising, oferecido pela ABF para empresas com operações excelentes;
  • Avalie o retorno do investimento e a lucratividade: faça as contas para entender quanto será pago em taxas para a franqueadora, em quanto tempo você receberá o valor investido e qual é a margem de lucro que você terá com a empresa.

Agora que você já sabe como escolher uma franquia, veja uma opção muito interessante e lucrativa no ramo da tecnologia.

Franquia de tecnologia Omie

Um dos setores que mais cresce no Brasil é o de Tecnologia, o que se reflete também na expansão de franquias na área. A expectativa é que o segmento avance 8,2% nos próximos anos, trazendo um campo imenso a ser explorado por empreendedores que tenham soluções para apoiar o trabalho de outras empresas.

As franquias de tecnologia apoiam a disseminação da transformação digital para o mercado, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas, através de sistemas que automatizam diversos processos dentro das empresas.

Um ótimo exemplo é o ERP da Omie, que permite que o empreendedor tenha mais controle sobre as ações que acontecem no seu negócio, como estoque, folha de pagamento, vendas, finanças e CRM.

Os contadores também podem se beneficiar do sistema, tornando o processo de contabilidade digital mais ágil, para atender seus clientes com mais qualidade, agilidade e eficiência.

A Omie trabalha com franquias e possui dois modelos, para se adequar ao seu interesse:

  • Franquia padrão: o faturamento anual gira em torno de R$ 1 milhão, com retorno do investimento em até 18 meses. A lucratividade chega a 30% e em 10 meses o franqueado já atinge o ponto de equilíbrio;
  • Microfranquia: com investimento menor, esse modelo chega a uma média de R$ 180 mil de faturamento anual, com lucratividade de 20% e retorno em até 6 meses.

Em ambos os casos, o franqueado conta com materiais de divulgação dos serviços, inteligência de KPI para mensurar os resultados e é isento de royalties.

Para adquirir sua franquia Omie, você passará por uma breve entrevista para entender mais a proposta de negócio e dar continuidade à candidatura, com documentos e aprovações. Tudo feito de modo simples e rápido para agilizar seu negócio e colocá-lo no mercado.

Passando por essas etapas, é hora de assinar os contratos, iniciar os treinamentos e, por fim, colocar a operação para rodar.

Faça sua carreira decolar

O mercado de franquias continua em plena expansão, apresentando ótimos resultados. É a opção ideal para quem deseja empreender, mas também ter segurança. Neste conteúdo, você aprendeu sobre os 9 tipos de franquias mais comuns e aplicadas, quais suas características e o melhor modelo para seu negócio.

Está pensando em investir? O mercado de tecnologia é um ótimo caminho para crescer e aproveitar as transformações atuais na maneira de oferecer serviços. Se você se interessa pela área, conheça a franquia Omie e garanta o melhor sistema integrado de gestão empresarial para seu negócio.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Notebook aberto em boleto bancário
Descubra como funciona o boleto bancário e como essa forma de pagamento traz vantagens para sua empresa
Gestão contábil
Descubra a importância da gestão contábil e benefícios para sua empresa. Saiba como implementar e aproveitar ao máximo!
risco sacado