Dívida prescrita: o que é e qual a importância para as empresas?

Descubra a importância da dívida prescrita para empresas e as consequências financeiras da expiração do prazo de cobrança
Navegação Rápida
Navegação Rápida

A gestão financeira é uma preocupação constante para as empresas, e lidar com dívidas é uma parte essencial desse processo. No entanto, a dívida prescrita levanta questões importantes para as organizações. 

Se você deseja que a saúde financeira de seu negócio mantenha-se em alta, continue a leitura e explore conosco o conceito de dívida prescrita, entendendo o que significa e qual a sua importância para as empresas. Evite problemas futuros e acompanhe!

O que é dívida prescrita? 

A dívida prescrita refere-se a uma situação em que o direito de cobrança de uma dívida é perdido devido à expiração do prazo legal para a sua exigibilidade. Em outras palavras, quando uma dívida prescreve, o credor perde o direito de buscar judicialmente o pagamento dessa inadimplência, e o devedor fica livre de qualquer obrigação legal de quitá-la.

A prescrição ocorre quando o credor não toma medidas legais para cobrar a dívida dentro do prazo estabelecido pela legislação aplicável. Esse prazo pode variar de acordo com o tipo de dívida e a legislação do país em questão. Uma vez que a dívida esteja prescrita, o devedor não é mais legalmente obrigado a efetuar o pagamento, embora o credor ainda possa tentar cobrá-la de forma amigável.

É importante ressaltar que a prescrição da dívida não implica que o débito seja automaticamente cancelado ou perdoado. Apenas significa que o credor não pode mais recorrer ao sistema judiciário para buscar o pagamento. 

Quanto tempo leva para uma dívida prescrever?

O prazo geral de prescrição para a cobrança de dívidas é de 5 anos, contados a partir do vencimento da obrigação. No entanto, é importante destacar que existem algumas exceções e prazos específicos para determinados tipos de dívida. Por exemplo, dívidas de natureza fiscal podem ter prazos de prescrição diferentes, assim como dívidas decorrentes de contratos de crédito.

É importante observar que certas ações, como reconhecimento da dívida ou renegociação para pagamento parcial, podem interromper o prazo de prescrição, reiniciando a contagem a partir desses eventos. Também vale ressaltar que a dívida prescrita pode aparecer no Serasa, ainda.

Algumas empresas utilizam a régua de cobrança, uma estratégia para organizar e planejar as etapas de cobrança de uma dívida. Ela consiste em uma sequência de ações e comunicações definidas, geralmente por meio de contatos telefônicos, e-mails, cartas ou mensagens, que visam recuperar o valor devido pelo devedor.

Por exemplo, a régua de cobrança pode incluir ações como lembretes de pagamento, negociações de parcelamento, envio de notificações de inadimplência e, se necessário, ações judiciais. Ao estabelecer um cronograma de comunicações e ações, a empresa pode acompanhar o prazo de prescrição da dívida, evitando que ele expire sem que medidas legais apropriadas sejam tomadas.

Portanto, a régua de cobrança desempenha um papel relevante na gestão da cobrança recorrente, auxiliando a empresa a se organizar e agir de maneira adequada para cobrar os valores devidos, minimizando o risco de prescrição. 

banner cta empreendedor

Qual o problema da dívida prescrita para a empresa? 

A dívida prescrita pode representar um problema significativo para uma empresa. Quando uma dívida prescreve, a empresa perde o direito legal de cobrá-la por meio de medidas judiciais. Isso significa que, mesmo que a empresa ainda tenha registros e evidências da dívida, não poderá recorrer ao sistema judicial para exigir o pagamento.

Os problemas decorrentes da dívida prescrita para a empresa incluem:

  • Perda financeira: a empresa não conseguirá recuperar o valor da dívida prescrita, resultando em uma perda financeira direta para o negócio. Isso pode impactar negativamente o fluxo de caixa, a rentabilidade e até mesmo a capacidade de cumprir obrigações financeiras próprias.
  • Precedente negativa: a prescrição de dívidas pode criar um precedente negativo. Isso pode impactar negativamente a credibilidade e a confiança da empresa no mercado.
  • Impacto nos resultados financeiros: a existência de dívidas prescritas pode distorcer a análise financeira da empresa, afetando indicadores como o valor dos ativos, o balanço patrimonial e a avaliação do seu valor de mercado.

Para evitar problemas decorrentes da prescrição de dívidas, é essencial que as empresas tenham uma estratégia de gestão eficiente, com acompanhamento atento das datas de vencimento, adoção de medidas de cobrança adequadas e, se necessário, busca de soluções extrajudiciais antes que o prazo de prescrição seja atingido.

A empresa pode ser processada ao cobrar uma dívida prescrita? 

A empresa pode enfrentar consequências legais ao tentar cobrar uma dívida prescrita, uma vez que o direito de cobrança foi perdido devido à expiração do prazo legal. Fique atento, pois a legislação em diferentes países e jurisdições pode estabelecer restrições claras sobre a cobrança de dívidas prescritas, a fim de proteger os devedores de práticas abusivas ou injustas.

Caso uma empresa tente realizar a cobrança de uma dívida prescrita por meio de ações judiciais ou ameaças legais, o devedor pode contestar essa cobrança e buscar proteção legal. Em muitos sistemas jurídicos, a cobrança de uma dívida prescrita pode ser considerada uma prática ilegal e sujeitar a empresa a sanções, multas ou outras medidas legais.

Portanto, é importante que as empresas estejam cientes dos prazos de prescrição aplicáveis e respeitem a legislação vigente ao lidar com dívidas. É recomendável buscar orientação jurídica especializada para garantir que as ações de cobrança estejam conforme as leis aplicáveis, de modo a evitar problemas legais ou reputacionais resultantes da cobrança indevida de uma dívida prescrita.

Cuide da saúde do seu negócio

Como vimos, a dívida prescrita representa um desafio significativo para as empresas, pois implica na perda do direito de cobrança judicial de uma dívida devido à expiração do prazo legal. A importância desse tema para as empresas reside na necessidade de entender e acompanhar os prazos de prescrição para evitar perdas financeiras e problemas jurídicos.

A prescrição de dívidas pode afetar negativamente o fluxo de caixa, a rentabilidade e a reputação da empresa, além de criar um precedente negativo. Portanto, é fundamental que as empresas adotem uma estratégia eficiente de gestão de dívida. 

Ao compreender a natureza da dívida prescrita e suas implicações, as empresas podem se proteger de perdas financeiras e problemas legais, garantindo uma abordagem ética e eficiente na gestão de suas obrigações financeiras.

Assim, o melhor jeito de não perder o prazo legal de pagar as dívidas e acabar com a conta atrasada é contar com a tecnologia. Por exemplo, conectar sua empresa ao sistema ERP, garante uma gestão assertiva e cuidadosa da saúde financeira do seu negócio. Conheça a Omie, impulsione sua empresa e surpreenda-se com seus resultados.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Gestão contábil
Descubra a importância da gestão contábil e benefícios para sua empresa. Saiba como implementar e aproveitar ao máximo!
risco sacado
customer experience
Aprenda a implementar e aprimorar o Customer Experience em sua empresa com dicas práticas, abordando desde a compreensão do cliente