Empreendedorismo verde: o que é e características principais

Empreendedorismo verde redefine negócios, trazendo benefícios para empresas de todos os tamanhos e impulsionando o sucesso.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O empreendedorismo verde transcende a mera tendência do momento; é uma abordagem que redefine a própria essência dos negócios. 

Adotar o empreendedorismo verde pode trazer uma série de benefícios significativos para a sua empresa, independentemente do seu porte. 

Além de contribuir para um futuro mais sustentável, essa abordagem pode impulsionar o sucesso dos negócios de maneiras concretas. Conheça algumas formas que definem esse modelo e ainda conheça exemplos famosos para seguir. 

O que é empreendedorismo verde?

O empreendedorismo verde é um dos tipos de empreendedorismo, onde o seu conceito consiste em nortear a adoção de práticas e estratégias que integram o cuidado com o meio ambiente e a sustentabilidade à inovação e aos negócios. 

Ele envolve, ainda, repensar processos, produtos e serviços para minimizar impactos ambientais, reduzir o desperdício e contribuir para a preservação dos recursos naturais.

Qual é a história do empreendedorismo verde?

A história do empreendedorismo verde remonta de décadas atrás, mas ganhou força nas últimas duas ou três décadas, impulsionada pelas crescentes preocupações ambientais e pela busca por soluções sustentáveis. 

Conheça sua linha do tempo:

Década de 1960-70

O movimento ambientalista começou a ganhar destaque, levando a um maior foco na conscientização sobre os problemas ambientais e a necessidade de práticas sustentáveis. 

Eventos notáveis, como a publicação do livro “A Primavera Silenciosa” (1962) de Rachel Carson, ganham destaque por seu pioneiro alerta sobre o uso excessivo de agrotóxicos. Além disso, foi em 1972 que ocorreu a Convenção de Estocolmo.

Década de 1980

Empresas começaram a perceber que a adoção de práticas sustentáveis poderia ser benéfica não apenas para o planeta, mas também para os negócios, abrindo caminho para o conceito de “ecoempreendedorismo”. 

Foi em 1980 que a ONU declarou a data como a “Década Internacional da Água Potável” visando arrecadar fundos para a distribuição de água e saneamento para todas as pessoas.

Década de 1990

A expressão “empreendedorismo verde” começou a ser mais utilizada, com organizações e empresas buscando soluções inovadoras para combinar crescimento econômico com responsabilidade ambiental.

Em 1992 ocorreu a Cúpula da Terra, mais conhecida como Rio-92, responsável pela criação da Agenda 21 que, até os dias atuais, norteia a concretização da sustentabilidade no cotidiano das pessoas e empresas.

Século XXI

Com o avanço das mudanças climáticas e o aumento da conscientização global, o empreendedorismo verde ganhou ainda mais relevância. Empresas de todos os tamanhos passaram a incorporar práticas sustentáveis em suas operações. 

Foi em 2009 que ocorreu a Conferência de Copenhague, a COP-15, na qual os países ratificantes se comprometeram a contribuir com US$ 10 bilhões ao ano, entre 2010 e 2012, e com US$ 100 bilhões ao ano a partir de 2020.

Hoje, o empreendedorismo verde é um movimento global, moldado por diversos fatores, incluindo avanços tecnológicos, pressões regulatórias e a crescente demanda dos consumidores por produtos e serviços sustentáveis. 

Por que a sua empresa poderia adotar o empreendedorismo verde?

Existem diversas vantagens na adoção do empreendedorismo verde que atuam em frentes importantes para uma empresa, como o ESG e a sustentabilidade. Abaixo, confira as 5 principais:

  1. Diferenciação competitiva: Empresas engajadas no empreendedorismo verde se destacam no mercado, atraindo consumidores que valorizam práticas sustentáveis.
  2. Redução de custos: A adoção de práticas sustentáveis muitas vezes leva à eficiência operacional e à redução de desperdícios, o que pode resultar em economia de recursos e custos.
  3. Inovação: A busca por soluções sustentáveis frequentemente impulsiona a inovação, levando a novos produtos, processos e modelos de negócios.
  4. Acesso a novos mercados: Cada vez mais consumidores e empresas preferem se associar a parceiros que compartilham valores de sustentabilidade.
  5. Cumprimento de regulações: A conformidade com regulamentações ambientais é vital e pode evitar penalidades legais e melhorar a reputação.

Conheça melhor quais são as características do empreendedorismo verde

O empreendedorismo tem como características principais a:

  • Sustentabilidade como valor central: empreendedores verdes buscam equilibrar o sucesso dos negócios com o respeito ao meio ambiente.
  • Inovação orientada para a sustentabilidade: busca uma abordagem inovadora, com soluções criativas que minimizem impactos ambientais e atendam às necessidades do mercado.
  • Modelos de negócios circulares: valoriza a economia circular, onde produtos e materiais são reutilizados e reciclados, reduzindo o desperdício e a demanda por novos recursos.
  • Consciência ambiental na cadeia de suprimentos: empreendedores verdes consideram toda a cadeia de suprimentos, desde a matéria-prima até o descarte do produto, para garantir práticas sustentáveis em todas as etapas.
  • Responsabilidade social e ambiental: além de lucros, busca impactos sociais e ambientais positivos. Eles enxergam seus negócios como agentes de mudança.
  • Colaboração e parcerias: envolve colaborações entre empresas, organizações e comunidades para criar soluções mais abrangentes e eficazes.
  • Adaptação às mudanças climáticas: busca desenvolver soluções que se adaptem ao cenário e que ajudem a mitigar esses impactos.
  • Conscientização dos consumidores: buscam conscientizar o público sobre suas escolhas e como elas podem influenciar positivamente o meio ambiente.
  • Foco em eficiência energética: a busca por eficiência energética é uma característica central, visando reduzir o consumo de recursos não renováveis.
  • Equilíbrio entre lucro e impacto: o empreendedorismo verde prega que é possível obter lucro enquanto se contribui para um mundo mais sustentável.

banner cta empreendedor

Bons exemplos de empreendedorismo verde

No Brasil e no mundo, são diversas as marcas e empresas que se destacam na corrida pela sustentabilidade:

Natura Cosméticos

A Natura é uma marca globalmente reconhecida por sua responsabilidade socioambiental. A empresa colabora com comunidades locais para práticas sustentáveis na extração de recursos naturais, beneficiando tanto o meio ambiente quanto as populações locais.

Seu projeto “Visão de Sustentabilidade 2050” visa ampliar o impacto positivo da empresa até 2050.

Coca-cola

A Coca-Cola é amplamente reconhecida por sua abordagem de marketing sustentável, notavelmente em relação à reciclagem. A empresa se concentra no crescimento consciente e se compromete a reduzir a geração de resíduos. 

Sua meta é coletar e reciclar a mesma quantidade de embalagens vendidas globalmente até 2030. 

Adicionalmente, a Coca-Cola se empenha em devolver o dobro da água que utiliza em suas atividades para o meio ambiente. A Coca-Cola preza pela transparência sobre suas ações sustentáveis.

Unilever

Outro exemplo de empresas sustentáveis globais é a Unilever, multinacional anglo-holandesa com diversas áreas de atuação. 

A Unilever é uma líder em sustentabilidade, com um plano abrangente focado em saúde, meio ambiente e qualidade de vida.

No âmbito ambiental, a empresa compromete-se a diminuir emissões de gases-estufa, gerenciar recursos hídricos, tratar resíduos e investir em práticas agrícolas sustentáveis. 

Quero colocar o empreendedorismo verde em prática, como eu faço?

Não existe uma receita para o empreendedorismo verde, mas é importante levar em conta os 10 pontos abaixo para colocá-la em prática:

1. Avalie Suas Práticas Atuais

Identifique oportunidades de eficiência energética e redução de desperdícios em suas operações.

2. Estabeleça Metas Sustentáveis

Defina metas claras, como redução de energia ou uso de materiais reciclados.

3. Eduque e Conscientize

Engaje colaboradores nas práticas sustentáveis que serão implementadas. Para isso, trabalhe a responsabilidade social dentro de sua empresa.

4. Economize Energia e Recursos

Adote medidas simples, como desligar luzes e investir em equipamentos eficientes.

5. Minimize Desperdícios

Recicle materiais e reutilize embalagens para reduzir resíduos. Caso não seja possível realizar isso dentro do seu negócio, busque por encaminhar esses materiais para locais especializados.

6. Colabore e Faça Parcerias

Colabore com parceiros que compartilham valores de sustentabilidade. Assim, sua marca estará atrelada às boas práticas de sustentabilidade.

Isso é válido, também, para os insumos e matérias-primas utilizadas por sua empresa!

7. Integre Sustentabilidade nos Produtos

Use materiais sustentáveis e embalagens eco-friendly em seus produtos. Certifique-se de suas origens e de seus selos para garantir sua confiabilidade.

8. Monitore e Avalie Continuamente

Acompanhe o progresso das práticas sustentáveis e ajuste conforme necessário. Sempre que uma empresa cresce, é possível implementar novas formas de sustentabilidade e ampliar seu empreendedorismo verde.

9. Investimentos Estratégicos

Avalie investimentos maiores, como energia renovável, considerando o retorno a longo prazo. 

10. Certificações Sustentáveis

Explore certificações para demonstrar comprometimento com práticas sustentáveis. Além de garantir que seus insumos sejam sustentáveis, sua empresa pode certificar-se por meio do Sistema Brasileiro de Certificação.

Lembre-se: o empreendedorismo verde pode ser implementado gradualmente, adaptando-se ao contexto e recursos disponíveis. 

Como a Omie pode ajudar na construção de um negócio verde?

Na Omie, somos especializados em soluções ERP e gestão de pessoas, ajudando empresas a adotar modelos de negócios mais organizados e sustentáveis.

Reconhecemos plenamente o papel crucial da tecnologia no crescimento empresarial. Além disso, compreendemos a importância do empreendedorismo verde para empresas que buscam um crescimento saudável e consciente. 

Estamos prontos para ser seu parceiro nessa jornada. Acesse e saiba como funciona o sistema Omie para ERP!

Bannner para conhecer o sistema

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
gestão financeira para MEI
Descubra a importância de uma gestão financeira para MEI para aumentar a eficiência do seu empreendimento. Aprenda como fazer e
Lean office
O Lean Office é uma metodologia que visa a aplicação dos princípios do Lean Manufacturing para reduzir o desperdício e
o que é qa e o que faz a área do quality
Revolucione a forma de gerenciar a qualidade na sua empresa. Descobrir o que é QA e como implementar pode ser