Holding pura ou holding mista? Qual a diferença e qual a ideal para o seu negócio?

Existem características que diferenciam uma holding pura de uma holding mista? Descubra tudo que precisa saber sobre o assunto, como diferenças, vantagens e muito mais!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

No mundo dos negócios, empreendedores enfrentam constantes desafios na busca por estratégias eficazes de gestão. Quando os negócios têm um bom crescimento e precisam se reorganizar, surge a necessidade de escolher entre uma “holding pura” e uma “holding mista”.

Essas estruturas organizacionais desempenham papéis fundamentais na gestão de empresas. Elas influenciam diretamente a maneira como os negócios são administrados e os benefícios que podem ser colhidos a longo prazo.

Mas, para extrair o melhor de uma holding, é essencial compreender o que é uma holding pura e o que é uma holding mista, bem como entender suas vantagens e principalmente qual a melhor opção. Aqui, você vai encontrar essas e outras informações sobre esse assunto: acompanhe e fique informado.

Banner CTA

O que é uma holding pura? 

Uma holding pura é uma estrutura organizacional empresarial que se concentra exclusivamente na gestão de participações e investimentos em outras empresas. Ela não se envolve diretamente nas operações diárias das subsidiárias. 

O principal propósito dessa entidade é deter ações ou quotas de outras companhias, formando um portfólio de investimentos. É uma abordagem mais passiva e focada em questões estratégicas, de médio e longo prazo. 

Essa abordagem é especialmente atraente para investidores e empresários que buscam otimizar a gestão de portfólio. Assim, é possível se concentrar na valorização dos ativos e na maximização dos retornos de investimento, enquanto mantêm uma estrutura organizacional simples e direcionada.

Vantagens de uma holding pura

A holding pura pode proporcionar benefícios em termos de eficiência fiscal, estratégias de mitigação de riscos e flexibilidade na alocação de recursos financeiros. Vamos falar mais sobre esses benefícios abaixo.

Eficiência Fiscal

A holding pura estrutura permite otimizar a tributação sobre os lucros e ganhos de capital, uma vez que as holdings frequentemente se beneficiam de regimes fiscais específicos para empresas de investimento. Isso possibilita uma gestão financeira mais eficiente e a maximização dos retornos sobre o investimento.

Foco Estratégico

Ao se abster das operações diárias das subsidiárias, os gestores da holding pura podem direcionar seus esforços para decisões estratégicas de longo prazo. Isso permite uma visão mais abrangente e concentrada na maximização do valor do portfólio de investimentos, sem as distrações associadas à gestão empresarial das operações cotidianas. 

Atração de Investidores

Os gestores da holding mista podem redirecionar investimentos com facilidade, promovendo a eficiência na utilização de capital e adaptando-se às mudanças nas condições de mercado. Essa agilidade é crucial para se manter competitivo em ambientes empresariais dinâmicos.

Flexibilidade na Alocação de Recursos

A clareza na estratégia de gestão de portfólio, combinada com a simplificação operacional, pode tornar a holding pura uma escolha favorável. Essa é uma vantagem para aqueles que desejam participar de um portfólio diversificado, sem a complexidade associada à gestão operacional direta.

O que é uma holding mista? 

É uma configuração empresarial que combina características de uma holding pura e de uma holding operacional. Ela se envolve ativamente na gestão e na operação de algumas ou de todas as suas subsidiárias. 

Essa abordagem híbrida permite que a holding mista exerça influência direta sobre as decisões operacionais das empresas, ao mesmo tempo em que mantém um portfólio diversificado de investimentos. Assim, há uma participação mais ampla e, portanto, uma presença mais ativa.

Vantagens de uma holding mista

Por seu papel mais abrangente, a holding mista oferece vantagens que vão de questões estratégicas ao âmbito operacional. Entre as vantagens, pode-se destacar:

Controle ativo e sinergia operacional

Uma das principais vantagens da holding mista é a capacidade de exercer controle direto sobre as operações das subsidiárias. Isso permite que a holding promova uma coerência operacional entre as empresas, implementando estratégias unificadas e compartilhando as melhores práticas. 

Diversificação de atividades

Enquanto a holding pura se concentra exclusivamente na gestão de investimentos, a holding mista permite diversificar suas atividades. Isso pode reduzir a dependência de um setor específico e proporcionar uma granularidade das fontes de receita. 

Maior controle de riscos 

A holding mista tem a oportunidade de gerenciar e mitigar riscos setoriais de maneira mais direta. Essa possibilidade pode aumentar a resiliência do grupo empresarial diante de desafios específicos de determinados setores. Vale ressaltar que inclui um profundo planejamento financeiro.

Principais diferenças entre holding pura e holding mista

Considerando sua essência e seu impacto sobre as organizações, uma holding pura e uma holding mista têm diferenças marcantes. Na sequência, você confere um quadro comparativo que elucida esses pontos. 

Características Holding pura Holding mista
Objetivo Gestão de participações e investimentos passivos. Gestão ativa de participações e operações próprias.
Envolvimento operacional Não participa nas operações diárias das subsidiárias. Pode se envolver ativamente nas operações.
Controle estratégico Foco em decisões estratégicas de alto nível. Pode exercer controle direto e estratégico.
Flexibilidade estratégica Maior flexibilidade na alocação de recursos. Pode ajustar o papel em cada subsidiária.
Diversificação de atividades Concentra-se exclusivamente em investir. Pode ter operações comerciais próprias.
Complexidade administrativa Menos complexidade administrativa. Pode ser mais complexa devido ao envolvimento ativo.
Atração de investidores Atrativa para investidores que buscam portfólio. Pode atrair investidores por seu controle ativo.

Um ponto que merece destaque é a relação entre holding familiar, holding pura e holding mista. Uma holding familiar pode ser tanto pura quanto mista, dependendo dos objetivos e das preferências da família em relação à gestão de seus ativos e negócios.

Como escolher a melhor opção

Diversos fatores devem ser cuidadosamente ponderados, considerando as particularidades do negócio, os objetivos de longo prazo e as estratégias de crescimento nessa escolha. A decisão impactará diretamente a estrutura e o funcionamento da empresa. 

A primeira questão é sobre o tipo de negócio e também o setor de atuação. A holding pura é ideal para empresas que buscam principalmente investir em diferentes setores. Já a holding mista é apropriada quando a empresa pretende não apenas investir, mas também ter uma influência ativa nas operações.

Se os objetivos são centrados na gestão eficiente de portfólio, maximizando retornos de investimento, a escolha deve ser pela holding pura. Mas, se há uma visão de longo prazo, incluindo o desenvolvimento e a condução ativa das operações comerciais, o caminho é a holding mista.

Sob a ótica de gestão de riscos, a holding pura proporciona menor controle direto sobre as operações, reduzindo a exposição a riscos operacionais. Já a holding mista oferece um controle mais direto, permitindo uma gestão ativa dos riscos operacionais.

A escolha entre uma holding pura e mista deve ser alinhada cuidadosamente com os objetivos específicos e a visão estratégica da sociedade anônima. É preciso considerar as implicações operacionais, fiscais e de gestão de riscos. 

Exemplos de sucesso de holding pura e holding mista

Tanto nacional quanto internacionalmente, é possível encontrar exemplos de holding pura e holding mista. São estruturas que têm grande renome no mercado e, dentro de seus segmentos, são referências.

  • A Itaúsa é uma holding pura que atua como um dos principais veículos de investimento do Grupo Itaú Unibanco. Sua principal função é gerir e administrar as participações acionárias em diversas empresas, tanto no setor financeiro quanto em outros setores da economia. Ela se concentra na gestão estratégica de seu portfólio de investimentos.
  • A Berkshire Hathaway é uma holding pura liderada pelo investidor Warren Buffett, sediada nos Estados Unidos. É amplamente reconhecida por seu portfólio diversificado de investimentos em empresas de diferentes setores, incluindo seguros, bens de consumo, energia, e tecnologia.
  • A JBS S.A. é uma empresa brasileira que opera como uma holding mista. Além de ser uma das maiores processadoras de carne do mundo, a empresa tem participações em diversos segmentos da cadeia alimentar e também busca integrar verticalmente suas operações. 
  • Com uma presença global, a General Electric (GE) é uma holding mista que mantém uma estrutura diversificada com participação em setores. Ela desempenha um papel ativo na gestão e inovação, incluindo a fabricação de turbinas e equipamentos médicos até o desenvolvimento de tecnologias avançadas.

Encontrando a estratégia de gestão ideal para seu negócio

A escolha entre uma holding pura e uma holding mista emerge como uma decisão estratégica crucial para empreendedores. Compreender as nuances de cada modelo é fundamental para alinhar a estratégia de gestão com os objetivos específicos do negócio.

Ao ponderar sobre a melhor opção, empreendedores devem considerar a natureza do seu empreendimento, os objetivos de longo prazo e o apetite para envolvimento operacional. A escolha entre uma holding pura ou mista deve refletir a visão do empreendedor, guiando a empresa em direção a um futuro sustentável e próspero.

Para isso, gestão organizada, centralizada e em tempo real é crucial. Por isso, o sistema Omie é o aliado ideal para o empreendedor que precisa tomar decisões estratégicas e assertivas para o seu negócio. 

Conheça mais sobre como Omie pode mudar os rumos da sua empresa.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
EFD-Reinf
EFD-Reinf: confira o que é, quais são as mudanças para 2024 e como ficar dentro da conformidade.
Entenda as diferenças entre metas e objetivos, saiba como aplicar cada uma delas e confira um passo a passo de
empreendedorismo social: apresentação de projeto com maquete eólica
Compreenda o conceito de empreendedorismo social e sua relevância para a sociedade.