Lucro real e lucro presumido: diferenças e qual é o melhor negócio

Escolha entre lucro real e presumido com informações claras. Otimize sua carga tributária!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

É empreendedor ou busca se inserir no mundo do empreendedorismo e deseja otimizar a carga tributária do seu negócio? Então, compreender o que se diferencia entre o Lucro Real e o Lucro Presumido é essencial. 

Esses dois regimes tributários têm um impacto direto na forma como sua empresa paga impostos e, consequentemente, na rentabilidade do seu empreendimento. 

Entenda mais sobre esses termos e as informações necessárias para que você possa tomar decisões informadas.

Diferenças entre lucro real e lucro presumido

Antes de entrar em detalhes, entenderemos o que são esses regimes tributários e por que eles são tão importantes. 

O Lucro Real e o Lucro Presumido são maneiras diferentes de calcular e pagar impostos, e a escolha entre eles pode afetar diretamente a carga tributária da sua empresa.

Quem pode fazer parte do lucro real e lucro presumido

Primeiramente, é importante saber quem pode aderir a cada regime. O Lucro Real é geralmente mais adequado para empresas com receitas mais altas, enquanto o Lucro Presumido é uma opção para negócios de menor porte. 

Lucro real:

  • Indicado para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões por ano;
  • Exige o registro detalhado de todas as transações financeiras;
  • Permite deduções de despesas reais.

Lucro presumido:

  • Indicado para empresas com faturamento de até R$ 78 milhões por ano;
  • Calcula os impostos com base em uma margem de lucro predefinida;
  • Não exige o registro detalhado de todas as transações.

Obrigações fiscais do lucro real e lucro presumido

Outro ponto crucial são as obrigações fiscais de cada regime:

Lucro Real:

  • Exige escrituração contábil detalhada;
  • Requer o pagamento de impostos com base nos resultados reais da empresa.

Lucro Presumido:

  • Simplifica a contabilidade, tornando-a mais acessível para empresas de menor porte;
  • Calcula os impostos com base em percentuais predefinidos, independentemente dos resultados reais.

Alíquotas do lucro real e lucro presumido

As alíquotas são uma parte fundamental do cálculo dos impostos. Veja as alíquotas do Lucro Real e Lucro Presumido:

  • Lucro Real: as alíquotas variam de acordo com a faixa de lucro da empresa, podendo ser progressivas;
  • Lucro Presumido: as alíquotas são predeterminadas, simplificando o cálculo dos impostos.

Diferenças de cálculo entre lucro real e lucro presumido

Além das diferenças mencionadas acima, é importante destacar que os valores dos impostos também podem variar conforme os enquadramentos fiscais da sua empresa.

Tabela das diferenças de alíquotas entre lucro real e presumido

Para facilitar o entendimento, criamos uma tabela que resume as diferenças nas alíquotas entre o lucro real e o lucro presumido:

Imposto Lucro Real Lucro Presumido
PIS (Programa de Integração Social) 1,65% do faturamento, subtraindo gastos que geram direito a crédito 0,65% do faturamento, sem direito a abatimento de crédito
Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) 7,6% do faturamento, subtraindo gastos que geram direito a crédito 3% do faturamento, sem direito a abatimento de crédito
Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) 9% do Lucro Real 9% também, mas calculado a partir da parcela de presunção do lucro (trimestre)
Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) 15% calculados a partir de até R$ 240 mil da receita bruta anual + 10% calculados em cima do restante – no caso de receitas brutas que ultrapassem os R$ 240 mil/ano 15% sobre a presunção do lucro + 10% do valor que ultrapassar R$ 60 mil da presunção do trimestre

Vantagens e desvantagens do Lucro Presumido

Vantagens

  • Simplicidade na contabilidade;
  • Menos burocracia;
  • Ideal para empresas com lucros constantes.

Desvantagens

  • Pode não ser a opção mais econômica para empresas com muitas despesas dedutíveis;
  • Restrições em algumas atividades econômicas.

Vantagens e desvantagens do lucro real

Vantagens

  • Dedução de despesas reais;
  • Mais adequado para empresas com flutuações nos lucros;
  • Opção para empresas maiores com faturamento elevado.

Desvantagens

  • Maior complexidade contábil;
  • Mais burocracia.

É melhor lucro real ou lucro presumido?

A resposta para essa pergunta depende das particularidades do seu negócio. Para tomar a decisão certa, considere:

  • O faturamento da sua empresa;
  • A complexidade da sua contabilidade;
  • A margem de lucro do seu negócio;
  • As despesas dedutíveis.

Lembre-se de que cada empresa é única, e a escolha do regime tributário deve ser feita com base em uma análise cuidadosa.

Principais questões sobre os regimes lucro real e presumido

Vamos responder a algumas perguntas frequentes para esclarecer ainda mais o assunto:

1. Qual paga menos imposto, lucro real ou lucro presumido?

Não existe uma resposta definitiva, pois depende das características da sua empresa. O Lucro Real pode resultar em impostos mais baixos se você tiver muitas despesas dedutíveis.

2. Para quem o lucro presumido é mais vantajoso?

O lucro presumido é geralmente mais vantajoso para empresas com margens de lucro consistentes e que não têm muitas despesas dedutíveis.

3. Para quem é indicado o lucro real?

O lucro real é indicado para empresas com faturamento elevado, despesas dedutíveis significativas e flutuações nos lucros.

Lembre-se de que, para tomar a melhor decisão, é essencial contar com o apoio de um contador experiente.

Escolhendo o Sistema ERP certo para o sucesso empresarial

Além de escolher o regime tributário adequado, é essencial contar com a tecnologia certa para simplificar a gestão financeira da sua empresa. 

Nesse contexto, um sistema de gestão financeira empresarial, como o oferecido pela Omie, pode ser a chave para tornar seu dia a dia e tarefas mais eficientes e bem-sucedidos.

Agora que você entende melhor as diferenças entre Lucro Real e Lucro Presumido, está mais preparado para tomar decisões informadas que otimizarão sua carga tributária e ajudarão sua empresa a prosperar. 

Lembre-se que: quando se trata de impostos, conhecimento é poder. Conte conosco para continuar aprendendo e crescendo nos negócios.

Se você ainda tiver dúvidas ou precisar de suporte personalizado, conheça nosso sistema de gestão financeira empresarial

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
entenda o que é danfe
Se você ainda precisa entender o que é DANFE e qual a sua importância, confira aqui neste texto.
Mulher apresentando demonstrações financeiras
Entenda o que são e como analisar corretamente as demonstrações financeiras do seu negócio.
tarifa de boletos bancários
Descubra como funcionam as tarifas de boletos bancários e quais são os valores e conheça soluções para otimizar este custo.