O que é sistema integrado de gestão e para que serve? Conheça os benefícios!

Veja como um sistema integrado de gestão pode beneficiar empreendedores no aumento de vendas e controle de áreas
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Com o Sistema Integrado de Gestão, não é mais preciso contar com inúmeras planilhas e você passa a ter uma visão muito mais ampla e detalhada de todos os setores da empresa, com muito mais eficiência e rapidez.

Unificando e coordenando processos da empresa, todos os setores se ligam e informações conversam entre si, o que facilita não só a análise, mas o controle de cada etapa e de cada área.

Quer saber de qual maneira esse sistema pode ajudar a aumentar as vendas, facilitar processos internos e alavancar o crescimento de uma empresa? Continue a leitura!

Banner conheça o sistema - gestão online

O que é o Sistema Integrado de Gestão

Um Sistema Integrado de Gestão (SIG) é uma ferramenta que unifica e coordena todos os processos de uma empresa em um único sistema.

Diferente de métodos tradicionais, que dependem de múltiplas planilhas ou softwares específicos para cada departamento, o SIG abrange todas as áreas de operação de uma empresa — desde a iniciação de um plano de produto até sua venda e marketing, passando por desenvolvimento, fabricação e gestão financeira.

Centralização e coordenação

O cerne de um Sistema Integrado de Gestão reside em sua capacidade de centralizar informações e coordenar atividades entre diferentes segmentos da empresa.

Essa integração permite que informações cruciais sejam compartilhadas e acessadas facilmente por diversos departamentos, eliminando redundâncias e aumentando a eficiência operacional.

Automatização de processos

Um dos principais atributos do SIG é sua habilidade para automatizar processos que tradicionalmente são manuais e propensos a erros.

Desde a atualização de inventários até o processamento de transações financeiras, ele reduz significativamente a carga de trabalho manual, permitindo que a equipe se dedique a tarefas mais estratégicas.

Unificação de dados

Outra característica de um Sistema Integrado de Gestão é a unificação de dados de diferentes áreas da empresa. Isso significa que, seja qual for o setor — seja ele cadastros, estoques, compras, financeiro ou vendas —, todos os dados relevantes estão armazenados e podem ser acessados dentro do mesmo sistema.

Essa unificação não só simplifica a gestão de dados como também proporciona uma visão holística do desempenho empresarial.

Além de unificar e coordenar todos os processos empresariais, um SIG capacita as empresas a aproveitar o potencial do big data, ao consolidar uma imensa quantidade de dados de diferentes departamentos, facilitando análises profundas para uma tomada de decisão mais estratégica.

Flexibilidade e adaptação

Os SIGs são projetados para serem flexíveis e adaptáveis às necessidades específicas de cada empresa.

Independentemente do tamanho ou do setor de atuação, o sistema pode ser personalizado para atender aos requisitos únicos de cada negócio, importantes para uma gestão empresarial eficaz.

Simplificação de operações

Em resumo, um SIG simplifica a operação de uma empresa ao oferecer uma plataforma unificada para a gestão de todas as suas funções.

Tal aspecto elimina a necessidade de múltiplas ferramentas desconexas, facilita o acesso a informações críticas e agiliza processos operacionais, permitindo que gestores se concentrem em crescimento e inovação dos negócios.

O ERP é um sistema integrado de gestão em que todos os dados das áreas do negócio estão a poucos cliques. Todos os módulos de cadastro, estoque, compras, financeiro e vendas, além dos relatórios gerenciais, reunidos em um único lugar.

Para que serve um sistema integrado de gestão?

A adoção de um Sistema Integrado de Gestão (SIG) tem um propósito claro: transformar a complexidade das operações empresariais em processos simples, ágeis e eficientes. Mas o que isso realmente significa na prática? Veja só:

Simplificação e eficiência operacional

Um SIG é projetado para simplificar a gestão de uma empresa, independentemente de seu tamanho ou setor.

Ele automatiza processos operacionais, reduzindo a necessidade de intervenção manual e, consequentemente, o potencial para erros humanos. Isso se traduz em operações mais eficientes, permitindo que a equipe se concentre em tarefas mais estratégicas.

Integração de departamentos

Em muitas organizações, os departamentos operam em silos, com sistemas e processos que raramente se cruzam. Um SIG rompe essas barreiras, facilitando a troca de informações entre departamentos em tempo real.

Esta integração ajuda a alinhar os objetivos da empresa, melhorar a comunicação interna e aumentar a colaboração entre as equipes.

Tomada de decisão baseada em dados

A capacidade de tomar decisões informadas e baseadas em dados é crucial no ambiente de negócios atual. O SIG oferece acesso a dados centralizados e atualizados, proporcionando insights sobre todas as áreas da empresa.

O que um sistema integrado de gestão resolve?

A implementação de um SIG resolve uma série de desafios enfrentados pelas empresas:

  • Descentralização de informações: acaba com a dispersão de dados por diferentes plataformas e formatos, centralizando as informações e facilitando seu acesso e análise;
  • Processos ineficientes: automatiza tarefas manuais e repetitivas, tornando os processos mais rápidos e reduzindo o risco de erros;
  • Dificuldades na tomada de decisão: fornece um conjunto rico e atualizado de dados, permitindo decisões mais informadas e estratégicas;
  • Falta de comunicação entre departamentos: promove a integração entre diferentes áreas da empresa, melhorando a comunicação e a colaboração;
  • Gestão de recursos: otimiza o uso de recursos, tanto humanos quanto materiais, melhorando a produtividade e reduzindo custos.

Vantagens de usar um sistema integrado

Além da integração, que já citamos, existem outras vantagens da implantação de um sistema ERP ou migração, caso já possua um sistema em sua empresa. Confira:

  • Centralização de dados: elimina a necessidade de múltiplas planilhas, organizando todas as informações em um único sistema. Isso facilita o acesso e a gestão dos dados, permitindo um controle mais efetivo sobre as operações da empresa;
  • Otimização do tempo: a automação de tarefas manuais reduz significativamente o tempo gasto em processos rotineiros, produzindo mais produtividade e liberando a equipe para se concentrar em atividades de maior valor agregado;
  • Inteligência e análise de dados: com relatórios gerenciais e análises profundas à disposição, tomar decisões estratégicas baseadas em dados confiáveis torna-se mais simples e eficaz;
  • Melhoria na comunicação interna e atendimento ao cliente: a integração entre os departamentos melhora a comunicação interna, enquanto a eficiência operacional resultante aprimora o serviço ao cliente, reduzindo o tempo de resposta e aumentando a satisfação;
  • Gestão financeira aprimorada: controle rigoroso sobre contas a pagar e a receber, acompanhamento do  fluxo de caixa e conciliação bancária, tudo em um só lugar, proporcionando uma visão clara da saúde financeira da empresa;
  • Agilidade no gerenciamento de estoque e operações: gerenciamento de estoque em tempo real, facilitando a transferência de itens entre locais e a emissão de notas fiscais eletrônicas, otimizando o ciclo de vendas e a entrega de produtos;
  • Flexibilidade e escalabilidade: à medida que sua empresa cresce, o SIG se adapta às novas demandas, suportando a expansão de operações sem a necessidade de substituir o sistema;
  • Segurança reforçada: armazenamento de dados na nuvem com altos padrões de segurança, garantindo a proteção das informações contra perdas, acessos não autorizados e outros riscos;
  • Conformidade e controle: facilita a aderência a regulamentações e normas contábeis, simplificando a gestão de documentos e o cumprimento de obrigações legais.

As principais categorias dos SIGs

Os Sistemas Integrados de Gestão (SIGs) são fundamentais para a administração eficaz de uma empresa. Eles são classificados em várias categorias, cada uma destinada a otimizar diferentes aspectos do negócio.

Abaixo, exploramos as principais categorias dos SIGs, incluindo uma visão geral das suas funcionalidades e benefícios.

ERP (Planejamento de Recursos Empresariais)

O ERP (Enterprise Resource Planning) é talvez a categoria mais ampla de SIGs, projetado para integrar todos os processos de negócios em uma única plataforma.

Desde a gestão financeira até recursos humanos, compras, estoque e operações, um sistema ERP fornece uma visão 360 da empresa, facilitando a tomada de decisão baseada em dados e a otimização de recursos.

CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente)

Os sistemas de CRM (Customer Relationship Management) concentram-se na gestão das interações com clientes e potenciais clientes.

Eles ajudam as empresas a melhorar relações comerciais, a aumentar a retenção de clientes e a impulsionar lucros através do gerenciamento de contatos, da identificação de oportunidades de vendas, do registro de interações de serviço e da gestão de campanhas de marketing.

SCM (Gestão da Cadeia de Suprimentos)

O SCM (Supply Chain Management) é dedicado ao gerenciamento eficiente da cadeia de suprimentos, desde a obtenção de matérias-primas até a entrega do produto final ao consumidor.

Os sistemas SCM ajudam a melhorar e a automatizar o fluxo de informações, produtos e finanças, tornando a cadeia de suprimentos mais eficiente e reduzindo custos.

HCM (Gestão de Capital Humano)

Os sistemas de HCM (Human Capital Management), focados na gestão de recursos humanos da empresa, englobam uma ampla gama de funções, incluindo recrutamento, gestão de desempenho, folha de pagamento, benefícios e aprendizado e desenvolvimento.

O objetivo é otimizar o desempenho dos funcionários e contribuir para a estratégia geral da empresa.

BI (Business Intelligence)

O BI (Business Intelligence) refere-se a sistemas que combinam processos de negócios, tecnologia e informações para transformar dados em insights acionáveis.

Estes sistemas ajudam as empresas a tomar decisões estratégicas melhores através da análise de dados, relatórios de desempenho e monitoramento de KPIs (Indicadores Chave de Desempenho).

Como implantar o SIG na sua empresa

A implantação de um Sistema Integrado de Gestão (SIG) na sua empresa é um processo estratégico que requer planejamento cuidadoso, recursos adequados e uma abordagem passo a passo.

Abaixo, detalhamos um guia para ajudar a garantir uma transição eficaz para um SIG.

1. Avaliação de necessidades e definição de objetivos

  • Análise das necessidades: comece com uma análise detalhada das necessidades da sua empresa. Identifique os processos que precisam ser melhorados, integrados ou automatizados;
  • Definição de objetivos: estabeleça objetivos claros para a implantação do SIG. Determine o que você espera alcançar com o sistema, seja em termos de eficiência operacional, redução de custos, melhor atendimento ao cliente ou decisões baseadas em dados.

2. Seleção do sistema

  • Pesquisa de mercado: faça uma pesquisa abrangente sobre os SIGs disponíveis que atendam às necessidades da sua empresa;
  • Avaliação e comparação: compare as funcionalidades, a facilidade de uso, a escalabilidade, o suporte e os custos de diferentes sistemas;
  • Decisão: escolha o sistema que melhor se alinha com os objetivos estratégicos da sua empresa e oferece o melhor retorno sobre o investimento.

3. Planejamento da implantação

  • Equipe de projeto: forme uma equipe de projeto dedicada, incluindo membros de diferentes departamentos que serão afetados pelo novo sistema;
  • Plano de implantação: desenvolva um plano de implantação detalhado, incluindo cronograma, marcos, responsabilidades e recursos necessários.

4. Personalização e configuração

  • Personalização: adapte o sistema às necessidades específicas da sua empresa. Isso pode incluir a personalização de workflows, relatórios e interfaces de usuário;
  • Configuração: configure o sistema de acordo com os processos de negócios da sua empresa. Isso pode envolver a configuração de parâmetros, a integração com outros sistemas e a importação de dados existentes.

5. Treinamento e testes

  • Treinamento: desenvolva um programa de treinamento para os usuários do sistema, garantindo que eles estejam aptos a utilizar todas as funcionalidades relevantes;
  • Testes: realize testes abrangentes para garantir que o sistema funcione conforme esperado. Isso deve incluir testes de funcionalidade, desempenho e segurança.

6. Implementação

  • Lançamento: implemente o sistema em fases, se possível, para minimizar as interrupções nos processos de negócios;
  • Suporte: garanta suporte técnico adequado durante e após a implementação para resolver quaisquer problemas que possam surgir.

7. Avaliação e ajustes

  • Monitoramento: monitore o desempenho do sistema e o atingimento dos objetivos definidos na fase de planejamento;
  • Feedback: colete feedback dos usuários e realize ajustes conforme necessário para otimizar o uso do sistema.

Sistema ERP: inovação e eficiência na gestão empresarial

O sistema ERP da Omie representa uma solução inovadora para a gestão empresarial, oferecendo uma plataforma online integrada, sem complicações e totalmente baseada na nuvem.

Este sistema foi desenvolvido para promover máxima economia, garantir uma implementação rápida e fornecer suporte total aos usuários.

Vantagens do Sistema ERP da Omie

  • Gestão empresarial na nuvem: aproveite os benefícios de um sistema ERP na nuvem para acessar sua gestão empresarial de qualquer lugar e a qualquer hora, garantindo flexibilidade e agilidade nas operações diárias;
  • Economia máxima e implementação rápida: com Omie, você não apenas otimiza seus recursos financeiros graças à sua estrutura de custo eficiente, mas também beneficia-se de uma implementação rápida, permitindo que sua empresa avance sem demora;
  • Suporte total: Omie assegura que sua jornada de gestão empresarial seja suave e sem interrupções, oferecendo suporte total para quaisquer desafios que possam surgir.

Funcionalidades do Omie ERP

Omie ERP está repleto de funcionalidades desenhadas para controlar todo o seu negócio em uma única plataforma, proporcionando uma gestão empresarial eficiente e completa:

  • Emissão de nota fiscal: automatize todo o processo de faturamento de produtos e/ou serviços, incluindo a geração de XML e emissão de boletos. A inteligência artificial fiscal e tributária integrada garante rapidez, precisão e a possibilidade de emissão ilimitada de NF-e e NFS-e;
  • Gestão financeira: mantenha o controle sobre as finanças da sua empresa com ferramentas abrangentes que cobrem tudo, desde o fluxo de caixa até o acompanhamento de despesas e receitas;
  • CRM e gestão de oportunidade: aproxime-se de seus clientes e potenciais clientes com um sistema CRM eficiente, otimizando a gestão de relacionamentos e maximizando as oportunidades de vendas;
  • Compras, estoque e produção: gerencie com eficácia as operações de compras, mantenha o controle do estoque em tempo real e otimize os processos de produção para atender à demanda;
  • Vendas e marketplace: amplie seus canais de vendas e alcance novos mercados com integrações fáceis a marketplaces, potencializando seu alcance e vendas;
  • Integração com o contador: facilite a comunicação e a transferência de informações essenciais com seu contador, simplificando processos contábeis e fiscais.

Pronto para melhorar os processos da sua empresa?

Agora que você já sabe o que é, suas vantagens e os dois principais critérios para escolher um bom sistema integrado de gestão, ficou claro como sua empresa pode ganhar mais produtividade e, consequentemente, redução de custos e mais vendas, certo?

Conte com a Omie para ser o seu sistema de gestão! Aqui você acompanha conteúdos ricos sobre como manter sua empresa sempre atualizada e funcional, além de poder fazer parte da Omie Academy e aprender cada vez mais como trazer a transformação digital para seu negócio!

Banner experimente - simplifique sua rotina e integre todas as áreas da sua operação

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
funcionários conversando sobre Ponto de equilíbrio contábil
Você pode gerar valor para seu cliente ao ajudá-lo a definir o ponto de equilíbrio contábil. Saiba mais sobre sua
A perícia contábil é um ramo atraente e promissor para profissionais de contabilidade. Conheça detalhes sobre essa área e como
Aumente a produtividade do seu escritório e conquiste mais clientes com 10 dicas de gestão contábil.