7 tipos de relatórios gerenciais

Tenha subsídios para a tomada de decisão com os relatórios gerenciais, que trazem informações completas sobre sua empresa. Conheça 7 tipos de documentos.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Para ter segurança no momento de tomar decisões, o gestor precisa se basear em relatórios gerenciais. Afinal, é preciso ter dados e informações concretas para definir as estratégias do negócio, visto que na rotina empresarial não há espaço para intuições ou achismos.

Está em busca de informações para compreender o que são relatórios gerenciais? Acompanhe este artigo e conheça 7 tipos de documentos que vão auxiliar na gestão e melhor condução da sua empresa.

O que são relatórios gerenciais?

Os relatórios gerenciais trazem dados e indicadores atualizados, que permitem acompanhar a situação e desempenho de um determinado setor, processo ou atividade da sua empresa, como financeiro, contábil, vendas, marketing, estoque, entre outros.

Assim, são levantamentos que precisam ser realizados de forma frequente para que o gestor possa acompanhar os resultados do negócio e ter subsídios para tomar decisões e para fazer um planejamento estratégico.

Qual a importância do relatório gerencial? Trata-se de um documento objetivo, elaborado a partir de informações concretas, que permite fazer análises, entender riscos, falhas ou outros pontos que precisam de melhorias. Por isso, traz gráficos e tabelas, facilitando o entendimento e comparação dos dados.

7 tipos de relatórios gerenciais

Para que sua empresa possa crescer, é preciso ter informações completas que podem ser apresentadas por meio de diferentes tipos de relatórios gerenciais. A seguir, você confere 7 tipos de documentos que podem ser grandes aliados na gestão da empresa.

1. Relatório financeiro

Os relatórios gerenciais financeiros são essenciais para entender a saúde financeira da empresa e tomar decisões, como cortar despesas, fazer investimentos ou modificar alguma estratégia. São documentos que permitem ter um controle efetivo das finanças e fazer previsões.

Desse modo, o relatório financeiro permite analisar diferentes aspectos, como:

  • contas a pagar, que reúne as obrigações financeiras da empresa em um período, como pagamentos de despesas fixas (aluguel, água e luz), pagamento de colaboradores e fornecedores. O documento traz informações sobre cada valor, prazo de pagamento, entre outros detalhes para que o gestor possa se organizar e evitar multas e juros;
  • contas a receber, que permite acompanhar os recebimentos de valores que a empresa terá por data, cliente, entre outras classificações, o que ajuda na hora de fazer uma previsão orçamentária mais precisa. O relatório traz informações sobre clientes que estão inadimplentes, mostrando a necessidade de melhorar o processo de cobrança na empresa, por exemplo.

2. Relatório DRE gerencial

Entre os relatórios contábeis gerenciais está o DRE (Demonstrativo do Resultado do Exercício), um documento obrigatório para as empresas. Nele, é possível ter um raio-X da situação financeira da empresa, pois ele traz receitas, despesas e custos (incluindo tributos) sobre um determinado período. 

O relatório DRE permite, assim, entender se o negócio está tendo lucro ou prejuízo e, dependendo do resultado, ajuda a pensar em estratégias para melhorar a situação da empresa.

3. Relatório de fluxo de caixa

Para ter uma visão detalhada das entradas e saídas de recursos em determinado período, é preciso fazer o relatório de fluxo de caixa. Uma vez tendo aplicado tudo o que você precisa saber sobre fluxo de caixa, será por meio desse documento que o gestor terá um panorama das receitas e despesas no mês, trimestre ou semestre, monitorando todas as movimentações no caixa da empresa. 

Logo, o relatório possibilita entender as entradas e saídas de dinheiro, identificando despesas altas ou desnecessárias, e também a fazer uma previsão de gastos ou planejamento de investimentos.

4. Relatório de giro de estoque

Para entender a frequência na qual suas mercadorias precisam ser repostas é essencial que o gestor saiba calcular o giro de estoque e faça um relatório. 

Com isso, entende a rotatividade de produtos, o tempo que cada item fica parado até ser vendido, mercadorias que têm maior ou menor saída, entre outros pontos. São informações que possibilitam fazer o planejamento das compras para otimizar seu estoque, evitando produtos parados ou perdas.

5. Relatório de satisfação

Entre os tipos de relatórios gerenciais, está o relatório de satisfação dos seus clientes, que traz informação sobre as impressões do público em relação a sua empresa, produtos ou serviços.

Os dados para esse relatório podem ser obtidos por meio do NPS (Net Promoter Score), no qual os clientes dão uma pontuação para a empresa. Assim, se as notas estiverem baixas, o gestor precisa investigar quais pontos merecem mudanças ou melhorias para não perder espaço no mercado.

6. Relatório de análise de recebimentos

Existe ainda o relatório de análise de recebimentos, que traz dados referentes às receitas do negócio, especialmente os valores que ainda vão entrar em caixa (e em qual data). 

Com o documento, o gestor entende quais são as receitas recebidas de acordo com cada produto ou serviço, se o valor foi pago à vista ou parcelado, e ainda se há contas a receber que estão em atraso e qual é o seu percentual.

7. Relatório de crescimento

O relatório de crescimento indica a quantidade de vendas concretizadas em um período e o número de novos clientes, possibilitando ter uma visão geral sobre o desempenho do time de vendas. 

É um documento que pode ser analisado junto ao relatório DRE. Traz dados sobre o aumento de faturamento da empresa.

Relatórios gerenciais e personalizados na Omie

Como você viu, os relatórios gerenciais são aliados na tomada de decisão do gestor. Mas, como elaborar esses documentos de forma otimizada e sem erros? Nessa hora, é imprescindível contar com a tecnologia certa, como o sistema ERP da OMIE.

Você terá uma solução completa para elaborar, editar e personalizar os relatórios gerenciais do seu negócio: tudo de forma integrada e sem complicação. Os relatórios podem ser acessados de uma plataforma de qualquer dispositivo ou local, ajudando você com informações precisas e atualizadas.

Tenha facilidade para criar e acessar os relatórios da sua empresa com o sistema ERP personalizado de relatórios gerenciais OMIE. Conheça todas as funcionalidades da tecnologia que vai contribuir para melhorar a gestão do seu negócio!

Bannner para conhecer o sistema

 

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
DACTE
Entenda o que é DACTE e garanta legalidade e transparência nas operações de transporte de forma simplificada com este guia!
Veja como fazer análise de risco, superar desafios de gestão e transformar ameaças em oportunidades de melhorias e lucros de
Aprenda como fazer a implementação de ERP na sua empresa de maneira simples. Confira um passo a passo explicativo do