Empreendedorismo digital: como começar e quais os tipos?

Conheça o empreendedorismo digital, um modelo de negócio que pode ser muito lucrativo.

07/Abr/2022
Empreendedorismo

Já ouviu falar em empreendedorismo digital? Se você for uma pessoa conectada às redes e mídias digitais, talvez. O modelo de negócio que tem atraído cada vez mais interessados, tem tudo para se tornar a oportunidade que você precisava para começar a empreender. 

Utilizando os meios digitais como aliado para oferecer produtos e serviços, esse modelo de negócio está em crescente ascensão no Brasil. Se você é uma pessoa que busca ter o seu próprio empreendimento, sem ter que depender de estruturas complexas e poder trabalhar em horários flexíveis de onde e quando quiser, este pode ser um investimento ideal!

Neste artigo, explicaremos quais as vantagens que essa oportunidade de empreender oferece, além de fornecer dicas de como começar o seu próprio negócio online. Continue acompanhando e tire todas as suas dúvidas sobre o tema. 

O que é empreendedorismo digital?

O empreendedorismo digital pode ser definido como uma forma de criar uma empresa completamente online, ou seja, que utiliza como principal recurso a internet.  

Sendo assim, podemos considerar como empreendimentos digitais: cursos onlines, eventos como palestras, workshops e shows, além dos e-books. Mas também há formas de comercializar produtos, por exemplo, roupas, acessórios e muitos outros. 

O que não faltam são opções na hora de escolher. Entretanto, assim como nos empreendimentos offline - comércios com ponto físico - também é importante que o empreendedor tenha um bom plano de negócio

Isso porque, o objetivo principal de todo negócio é o mesmo: buscar e conseguir lucros trabalhando de forma que traga resultados positivos. 

As lojas virtuais estão ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro, segundo dados de uma pesquisa realizada pela Spark Hero, o “Panorama de Negócios Digitais Brasil 2020,” diz que 54% dos empreendedores haviam começado seu próprio negócio há menos de um ano. 

E isso só demonstra que essa forma de empreender é altamente vantajosa. 

Vantagens de empreender no digital

O avanço da tecnologia e a transformação digital fazem com que o alcance da internet esteja cada vez mais facilitado. Hoje, grande parte da população tem acesso a dispositivos que possibilitam a compra de serviços e produtos digitais. 

Além disso, no mundo virtual, também é muito mais fácil realizar as transações de compra e venda, que são feitas de maneira instantânea, sem contar a praticidade que se consegue na hora de negociar com fornecedores.

Com o empreendedorismo digital, tudo é feito de forma rápida, simples e com muita flexibilidade. Essas características, quando somadas a um bom atendimento, fazem com que os clientes se sintam seguros e voltem a comprar novamente.   

Nesse sentido, existe uma lista enorme de motivos que fazem do empreendedorismo digital uma das formas de negócio mais vantajosas. Entre os principais, destacamos:

  • Ter mais flexibilidade de horário;
  • Poder trabalhar de qualquer lugar; 
  • Não ter que gastar com um lugar físico;
  • Custos mais baixos nas operações;
  • Mais autonomia para tomar decisões;
  • Oportunidade de ter o seu próprio negócio;
  • O mercado digital está sempre em crescimento. 

Como começar a ser um empreendedor digital?

Se você está gostando de saber mais sobre o empreendedorismo digital e quer investir nesse modelo de negócio, vamos ajudar com algumas dicas para começar a tirar os planos do papel!

Para tanto, antes de mais nada, pedimos que responda às perguntas abaixo, com base naquilo que você realmente acredita. 

Qual é o seu objetivo?

Você pode achar que o objetivo de um empreendedor é apenas lucrar com algum produto ou serviço, mas essa não é a verdade absoluta. 

O objetivo do seu negócio pode ser atender uma demanda específica para um local, desenvolver um novo produto ou serviço, melhorar algo que já está no mercado ou até mesmo solucionar problemas comuns das pessoas. 

Qual nicho gostaria de trabalhar? 

Mesmo que a internet possibilite o acesso a pessoas de lugares diferentes e com perfis muito diversos, ainda assim é importante escolher um segmento para atuar. Tentar abranger todos os perfis pode fazer com que você não atinja nenhum resultado. 

Por isso, foque em resolver um problema específico de um grupo de pessoas. Um exemplo, lojas de roupas online, elas solucionam a dificuldade de quem precisa comprar, mas não tem tempo de ir até uma loja física para realizar a compra.  

Depois de responder as perguntas, é hora de seguir para o próximo passo. 

1. Faça um plano de negócio

Um plano de negócios é um documento onde o empreendedor detalha todos os seus objetivos, metas que deseja alcançar e quais os cenários que pode encontrar para conseguir o crescimento do negócio. 

Por meio dele, é possível criar estratégias que contemplem perspectivas operacionais, financeiras e também de vendas, ou seja, contemplando uma análise SWOT completa das forças e fraquezas do empreendimento. 

Uma dica é anotar em tópicos: 

  • Qual o investimento será feito em cada área do negócio?
  • Quais serão as estratégias de vendas? E as de marketing?
  • Crie metas com um tempo pré-determinado para serem cumpridas, por exemplo, onde você quer chegar daqui cinco ou dez anos?

Análise SWOT

A análise SWOT, conhecida como Matriz FOFA, é uma ferramenta utilizada por empresas de diferentes portes e segmentos para identificar questões internas e externas relacionadas ao negócio: 

  • SWOT é a sigla para os termos em inglês: Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats. 

Em português, quer dizer: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Essa análise é essencial para descobrir como destacar o seu negócio e como se preparar para possíveis problemas. 

2. Conheça os modelos de monetização

Os modelos de monetização são formas do empreendimento gerar receita, ou seja, é o modo como ela cobrará pelos seus produtos ou serviços. 

Existem muitas maneiras de fazer isso, por isso, é comum encontrar empresas que utilizem mais de um modo de tornar o seu negócio rentável. Para ajudar você a definir qual se encaixa mais em seus objetivos, elencamos os principais abaixo: 

  • Assinatura - é o caso dos serviços de streaming, por exemplo, você paga, mensal ou anualmente, por um bem ou serviço;
  • Freemium - conhecidos como micropagamentos, acontece quando o cliente paga um determinado valor para melhorar o seu produto ou serviço. Um exemplo: aplicativos. Neles, é comum pagar para conseguir funções extras;
  • Venda direta - a mais comum quando se trata da venda de bens de consumo, como aparelhos, roupas, livros, entre outros. Nesse caso, a venda é realizada de uma só vez; 
  • Comissão - é quando se recebe uma porcentagem do valor de uma venda bem-sucedida;
  • Franquia - as franquias são um modelo de negócio em que é disponibilizado o nome de uma marca para que empreendedores tenham o seu próprio negócio, com a vantagem de utilizar todo o sistema já estabelecido da marca.
  • Software de Inteligência artificial - é a venda de sistemas e ferramentas que utilizam a inteligência artificial como base para resolução de problemas ou análise de dados;
  • Software para estrutura (PAAS, IAAS, SAAS) - Esse modelo de monetização ocorre quando o empreendedor leva aos seus clientes soluções que usem totalmente a tecnologia. Assim, podem ser uma solução de serviço, infraestrutura ou plataforma. Caso você opte por esse modelo, não deixe de conhecer as vantagens de um sistema ERP.

Para finalizar, gostaríamos de ressaltar que como qualquer negócio, os desafios sempre vão surgir. Mas é importante não desanimar e continuar em frente, certo? Até porque, eles são fundamentais para ajudar você a se destacar e pensar em novas formas de se firmar no mercado. 

Veja alguns dos problemas que podem surgir ao longo do seu caminho como empreendedor digital:

  • Inovar as estratégias e criar diferenciais realmente competitivos;
  • Utilizar as ferramentas certas para o seu negócio;
  • Saber como cobrar corretamente pelos seus produtos ou serviços;
  • Administrar bem as finanças da empresa, sem misturar com o dinheiro pessoal;
  • Organizar bem a jornada de trabalho para que não fique sobrecarregado;
  • Encontrar tempo para se atualizar e investir em conhecimento.

Conheça os tipos de empreendedorismo digital

Uma das coisas importantes é saber quais são as opções que se tem na hora de investir no empreendedorismo digital. Entre os principais tipos, temos:

  • E-commerce;
  • Blogs ou sites especializados;
  • Infoprodutos;
  • Aplicativos;
  • Cursos;
  • Consultorias;
  • Marketing digital; 
  • Marketing de afiliados;
  • Franquias digitais - Com a franquia Omie, por exemplo, você consegue ter seu próprio negócio na área de tecnologia, com um software de gestão altamente descomplicado. 

A melhor solução para os empreendimentos digitais

Para quem busca flexibilidade, praticidade e uma maneira de ter o seu próprio negócio sem ter que sair de casa, essa é a melhor opção. Isso porque, atualmente, a maior parte dos brasileiros busca por compras mais otimizadas e soluções em bens e serviços que sejam feitas digitalmente. 

O empreendedorismo digital pode ser algo realmente desafiador, mas é cheio de vantagens e benefícios para quem investe. Para evitar problemas que atrapalhem o negócio é importante contar com um bom sistema de gestão para ajudar a organizar, otimizar e gerir tarefas bem comuns para os empreendedores. 

Além de contar com a franquia Omie como opção, você também pode utilizar o nosso sistema ERP. Com ele, é possível acessar todas as informações do seu negócio em poucos cliques. Tudo de forma integrada e automatizada para alavancar ainda mais o sucesso do seu empreendimento. Conheça e comece agora mesmo sua jornada como empreendedor digital!

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas