Primeira entrega do Bloco K se aproxima

Por mais que estejamos falando continuamente sobre a importância do Bloco K, muitos clientes de escritórios ainda não sabem como cumprir estas obrigações

22/01/2019
Contabilidade
https://go.vooozer.com/embed/fbe00a2f

Tenho percebido em minhas andanças pelo país, oferecendo minhas aulas e palestras, que o número de clientes dos profissionais de contabilidade que não estão preparados para o envio das informações do Bloco K ainda é muito grande. O que eu mais ouço de quem trabalha na área e faz meus cursos é isso.  

Diante da urgência e gravidade do assunto, resolvi compartilhar este comunicado que elaborei, para apoiar os escritórios de contabilidade os quais presto consultoria. É um alerta sobre a importância da entrega do Bloco K para os clientes destes escritórios. Por mais que já tenhamos avisado nossos clientes nunca é demais reforçar a necessidade do envio das informações corretas e dentro do prazo.

Tenho durante todo este mês de janeiro continuamente alertado os contadores para intensificar as comunicações para seus clientes, cobrando que cumpram com as obrigações do Bloco K. Acredito que o comunicado abaixo possa ser de utilidade para você contador, que também enfrenta esta dificuldade em convencer seus clientes da gravidade deste assunto.

Comunicado para os clientes do escritório contábil

Estamos caminhando para o final do mês de janeiro de 2019, e no dia 31 deveremos gerar o arquivo do Bloco K (Controle da Produção e do Estoque) para ser entregue junto com o arquivo do SPED Fiscal.

Embora no arquivo oficial a ser enviado deva constar apenas os Registros K200 e K280, destacamos que o Registro K200 é o resultado final das mercadorias em estoque depois dos lançamentos das Ordens de Produção no sistema de controle de estoque, ou seja, para se chegar a uma informação correta no K200, é preciso que todos os lançamentos sejam feitos no sistema seguindo a Ficha Técnica de cada produto.

Estamos recebendo também de nossos clientes o arquivo com as informações para alimentar o inventário e nunca é demais lembrar que Inventário (Bloco H) é uma coisa e Controle da Produção e do Estoque (Bloco K) é outra. Mesmo sendo obrigações distintas, lembre seus clientes que as informações dos dois arquivos devem ser semelhantes, pois o governo deverá fazer o cruzamento destes dados.

Solicitamos a todos os clientes indústrias, importadores e atacadistas que nos enviem o mais breve possível seus arquivos contendo o Bloco K, para testarmos em nosso sistema.

Empresas do Simples Nacional

Embora seja recomendável que as empresas do Simples também mantenham seu controle de estoque em ordem, por conta do balanço, ressaltamos que elas não devem enviar o Bloco K por enquanto. Fiquem atentos, no entanto, porque pode acontecer que empresas do Simples que realizem industrialização para terceiros se deparem com a obrigação de adotar os controles de Bloco K para atender seus clientes.

Assinatura: o Escritório

Se você deseja ter uma visão completa de todas as obrigações do Bloco K, confira o eBook que produzi em parceria com a Omie, sobre Bloco K para empreendedores e contadores.

Confira o guia completo sobre Bloco K, dividido em passos para te ajudar a explicar para os seus clientes todo o processo que precisam conhecer, para cumprir esta nova obrigação fiscal:

Passo 1 do Guia Bloco K.

Passo 2 do Guia Bloco K

Passo 3 do Guia Bloco K

Passo 4 do Guia Bloco K

Passo 5 do Guia Bloco K

Passo 6 do Guia Bloco K

Passo 7 do Guia Bloco K

Prof. Antonio Sérgio

Antonio Sérgio de Oliveira é palestrante, professor e autor de diversos livros (e-Social, SPED, Bloco K, Substituição Tributária), com mais de 25 anos de experiência no segmento tributário e fiscal.

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas