Recibo de pagamento: o que é, como preencher e por que emitir

O recibo de pagamento é um documento usado para comprovar que você já fez o pagamento de um serviço, por exemplo. Para saber mais, acesse o blog Omie

06/Out/2020
Finanças

O recibo de pagamento é um documento usado por diversos empreendedores no Brasil. Com o objetivo de comprovar que a quantia negociada entre o comprador e o vendedor foi quitada, esse papel é essencial para que você, como empresário, resguarde os seus direitos e os da sua empresa.


Problemas com pagamento indevido ou contestamento sobre o recebimento da dívida são alguns dos problemas que o recibo de pagamento consegue evitar.


Por isso, agora com sua versão digital, entender como fazer um modelo de recibo de pagamento se tornou ainda mais importante para manter a regularidade do seu negócio. Continue lendo e saiba mais sobre o papel desse documento.


Quando devo fazer um recibo de pagamento?

Mesmo sabendo da importância do recibo de pagamento, ainda existem diversas  dúvidas sobre quando o empresário precisa realmente emitir esse tipo de comprovante. 


Para entender melhor, imagine a seguinte situação: você fez um pagamento a um fornecedor, mas, por algum motivo, ele volta a te cobrar alegando que não recebeu o dinheiro. Para evitar esse tipo de complicação, é bom sempre ter em mãos o comprovante.


Isso quer dizer que o recibo de pagamento simples — um documento que declara o recebimento de algum valor —, além de possuir valor legal, ajuda o empresário a evitar situações em que se põe em prova a reputação da empresa.


Por quanto tempo devo armazená-lo?

Apesar de ter sua versão digital — o recibo de pagamento on-line —, a emissão desse documento é, em geral, impressa. Por isso, muitas pessoas se perguntam “por quanto tempo devo guardar um recibo?”.


Segundo o Artigo 206 do Código Civil Brasileiro, existe um período em que o consumidor pode ser questionado sobre cobranças. Ou seja, você deve armazenar todos os comprovantes da sua empresa por, pelo menos, cinco anos para evitar qualquer tipo de irregularidade.


Qual a diferença entre recibo e nota fiscal?

Certamente, a essa altura do texto, você já deve estar se perguntando se o recibo de pagamento não é a mesma coisa que nota fiscal. Mas não se engane, esses documentos possuem finalidades diferentes.


Enquanto o recibo pode ser emitido somente por profissionais autônomos e liberais para comprovar o recebimento de valores, a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um papel que comprova a posse de uma mercadoria, incluindo a data de compra.


Quando utilizar cada um?

Ficou em dúvida sobre quando usar cada tipo de documento? Por exemplo, o recibo de pagamento de salário é um documento útil no controle financeiro do seu negócio e ajuda a evitar problemas com a lei.


Já a NF-e é usada para registrar a compra de uma mercadoria, transferindo sua posse. Por isso, ao contrário do recibo de pagamento, ela é um comprovante que precisa constar todos os dados do consumidor.

 

Passo a passo sobre como fazer um recibo de pagamento

Depois de conhecer o conceito desse comprovante, o próximo passo é entender como fazer um recibo de pagamento. Mesmo que você possa encontrar modelos simples à venda, elaborar esse documento não é difícil. Acompanhe as etapas a seguir.


1. Intitule o documento

O primeiro passo é intitular o arquivo do seu documento. Para isso, crie um título no cabeçalho de uma folha em branco, como “Declaração de Pagamento”, “Recibo de Pagamento” ou somente “Recibo”, já que o importante é deixar claro a intenção do papel.


2. Deixe espaços em aberto para preencher

Assim que tiver o arquivo salvo e intitulado, você precisa elaborar uma narração, deixando espaços em branco para o preenchimento. Veja abaixo um exemplo de como fazer.


  • “Eu, (nome da pessoa que recebeu), registro que recebi de (nome da empresa ou pessoa que fez o pagamento) o valor de (quantia paga), pelos serviços prestados de (descreva a tarefa realizada).


Vale lembrar que, se houver mais informações importantes sobre a prestação de serviços, também é válido acrescentá-las na descrição do comprovante.


3. Tenha cuidado com os valores

Uma dica importante é tomar cuidado com os valores, pois, dependendo da grafia, eles podem ser interpretados como outras quantias. Por isso, lembre-se de sempre registrar por extenso o pagamento que está sendo comprovado.


4. Finalize com um espaço de assinatura 

Por último, não deixe de organizar um espaço para que quem está recebendo o pagamento possa assinar, sempre colocando a data e a localidade em que foi finalizada a operação. Por exemplo: São Paulo/SP, 01 de outubro de 2020.


Conheça outra modalidade de recibo, o RPA

É muito importante que o empresário entenda o que é e como emitir um recibo de pagamento para evitar diversos tipos de problemas. Por isso, conheça também o RPA (Recibo de Pagamento de Autônomo) em um artigo completo do blog Omie.

 


Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas