BPO financeiro: qual o seu papel nas empresas?

Não é de hoje que é um dos principais assuntos na comunidade contábil, todos falam sobre BPO, aumentar lucros e desbravar estes novos produtos e serviços
Navegação Rápida
Navegação Rápida

BPO é uma sigla em inglês que significa Business Process Outsourcing, traduzindo, terceirização de processos de negócio. Ou seja, isso significa que as empresas estão terceirizando os seus principais processos de organização, mas por que uma empresa faria isso?

Simples, empresas são feitas de diversos processos internos e é bastante complexo fazer a gestão de todos eles. As empresas que controlam todos estes processos normalmente pecam e falham em diversos aspectos.

Mas há um processo em que não se pode falhar em momento algum, o processo de controladoria financeira. Pois é, justamente é aqui que você contador entra em ação!

Quantas vezes você teve problemas para fechar o mês de seu cliente por conta da falta de informações do setor financeiro?

Quantas vezes você teve problemas para analisar os dados de seu cliente por conta de informações desatualizadas e números que não refletiam o cenário real do negócio?

Estes elementos te impedem de ajudar o seu cliente a ter uma saúde financeira?

A resposta para todas estas questões é BPO Financeiro!

BPO financeiro: como funciona?

Diferentemente da simples terceirização contábil, o BPO Financeiro promove uma visão completa da empresa, ou seja, isso se transforma em dados e gráficos que demonstram ao empresário onde estão os desencontros e as falhas.

Veja a diferença entre BPO, consultoria e assessoria:

bpo financeiro

– BPO: é a terceirização do modelo de negócios, e impacta tanto na estrutura financeira, quanto na estrutura física e na cultura da empresa. Sim, a cultura tende a mudar quando o BPO é feito e normalmente a empresa se torna mais disciplinada.

– Consultoria: a consultoria está mais atrelada ao aconselhamento na solução de problemas ou decisões a serem tomadas, o consultor é como a bússola da empresa, ela dá o horizonte, mas cabe ao empresário decidir o caminho que irá seguir.

– Assessoria: a assessoria é um auxílio técnico que normalmente acompanha um projeto específico da implementação até a conclusão, agindo dentro do projeto, porém, sem grandes responsabilidades na tomada de decisão.

E como o contador garante assertividade fazendo BPO?

O contador normalmente tem a visão da contabilidade tradicional, quando ele começa a fazer BPO, ele passa a ter uma visão geral da empresa, isso contempla:

– Área fiscal;

– Área de contas a pagar;

– Área de contas a receber;

– Área bancária.

Com todas estas informações focadas em uma única frente, cria-se uma grande facilidade para propor melhorias e até mesmo ofertar um produto de consultoria financeira e de crescimento da empresa.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Por que confiar em uma empresa de BPO?

Sabemos que as pequenas e médias empresas normalmente apresentam acúmulo de funções para seu dono e seus gestores, é aí que mora o perigo!

O empresário que foca em todos os seus processos, sabe o que entra e o que sai da empresa, e como tudo isso acontece, muitas vezes abre mão de alguns aspectos importantes do empreendedorismo e muitas vezes acaba por falir, vamos ver um caso fictício.

João é um dono de restaurante, ele obteve um lucro anual de R$100.000 no ano passado. Visto que seu restaurante está crescendo, ele decidiu contratar uma pessoa para cuidar do financeiro da empresa.

Ele conseguiu uma pessoa pelo salário mensal de R$3000. Isso significa que durante o ano ele irá investir R$39.000 + impostos para manter essa pessoa. Isso é quase metade do que o João lucrou no último ano.

Agora vamos imaginar esse mesmo cenário, mas com João contratando serviços de BPO de uma empresa:

Como a empresa de BPO faz esse serviço para várias empresas, João conseguiu negociar o BPO por R$1.200 mensais.

Assim, no ano, João investirá R$14.400, sem acréscimo de impostos, e ainda terá a possibilidade de contratar serviços de assessoria financeira ou até consultoria de negócios.

Perceba que neste caso João economizou mais de R$30.000 em um ano, e ainda ganhou diversas outras vantagens!

o que é bpo

Além do BPO, o mercado está conhecendo o KPO e o LPO, entenda um pouco mais sobre esses processos e suas diferenças para o BPO:

– KPO: sigla para knowledge process outsourcing, que é a terceirização dos processos de conhecimento. Assim, o KPO é o ato de terceirizar o conhecimento da empresa, isso é: as pesquisas de mercado, pesquisas de público, levantamento de necessidade, mineração de dados. O KPO está diretamente ligado ao desenvolvimento de cadeia de valor das empresas.

– LPO: sigla para legal process outsourcing, que é a terceirização de processos jurídicos, portanto, o LPO é o processo de terceirização dos processos jurídicos e legais de uma empresa, em outras palavras, é quando uma empresa assume a legalidade dos processos de uma terceira.

Como podemos observar, outsourcing process (terceirizar processos) é uma tendência de mercado em vários aspectos, se você contador quer entrar neste novo mercado e estar atualizado com as mais novas necessidades das empresas, não deixe de conhecer os processos de BPO e se preparar para encantar vários novos clientes a partir de seu conhecimento e seus processos.

Para se adequar e conseguir oferecer os serviços de BPO, conheça o curso de BPO da Omie.Academy.‍

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
painel do contador
Saiba o que é o Painel do Contador, como ele funciona na prática e a quais módulos do sistema Omie
Como utilizar os conhecimentos adquiridos no curso de branding, focado em marketing digital, para elevar seu negócio de família
Por meio do curso Carreira e Vida Pessoal o estudante aprende a como equilibrar melhor o profissional e o pessoal