O que é paletização, quais os principais tipos e como fazer?

Entenda mais sobre a paletização, seus tipos, vantagens e como fazer esse processo na sua empresa.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você já ouviu falar sobre paletização? Apesar de parecer óbvio, ela vai muito além de apenas utilizar paletes para facilitar a gestão e organização do estoque. A estratégia tem sido adotada por muitas empresas por conta das vantagens que oferece.

Para te ajudar a entender todos os detalhes sobre esse processo, preparamos este conteúdo. Nele, você vai descobrir tudo o que precisa sobre a paletização, exemplos, tipos e benefícios. Continue a leitura!

O que é paletização?

A paletização é um processo logístico que envolve o arranjo estratégico e a organização de produtos em paletes, que são estruturas planas retangulares ou quadradas, geralmente feitas de madeira, plástico ou metal.

O processo é considerado uma estratégia logística inteligente e essencial para garantir uma gestão de estoque eficiente e um fluxo de produtos suave ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

Para que serve a paletização?

O principal objetivo da paletização é otimizar a organização de estoque, incluindo o armazenamento, a movimentação e a distribuição de produtos em ambientes logísticos de armazenagem, como armazéns, depósitos e centros de distribuição.

Esse processo não apenas simplifica o transporte, mas também resguarda a mercadoria desde o momento em que é paletizada até sua chegada ao destino, garantindo que o produto permaneça em ótimas condições até seu próximo estágio logístico ou até alcançar o consumidor final.

Vantagens da paletização

Existem diversos motivos que levam a adoção da paletização uma excelente alternativa. São eles:

  • Maximização do espaço: ao agrupar produtos em paletes, é possível empilhá-los verticalmente, aproveitando melhor o espaço disponível no local.
  • Facilidade de movimentação: produtos paletizados podem ser facilmente transportados utilizando equipamentos de movimentação de carga. Isso agiliza o processo, reduzindo o tempo para manipular o estoque.
  • Organização eficiente: a paletização permite organizar por características similares, como tipo, tamanho ou destino, facilitando a localização e o acesso aos itens, tornando mais fácil para encontrar e retirar os produtos.
  • Controle de inventário: organizar produtos em paletes facilita o controle de inventário, permitindo uma contagem mais precisa e uma gestão mais eficiente do estoque.
Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Quais são os tipos de paletização?

Ao contrário do que pode aparecer, a paletização não é centrada em apenas uma forma de se fazer. Existem diferentes modelos que podem ser considerados. Confira abaixo quais são eles.

Quadros de armazenagem

Os quadros de armazenagem, são um tipo de paletização em que os paletes são dispostos em inclinações leves. Isso permite que os produtos sejam automaticamente deslocados à medida que os itens são retirados do estoque.

Funciona com o princípio de “primeiro a entrar, primeiro a sair” (FIFO), garantindo uma rotação eficiente de estoque. É ideal para produtos com data de validade ou para processos de picking de alta velocidade.

Empilhamento em blocos

O empilhamento em blocos é uma forma comum de paletização, na qual os paletes são colocados uns sobre os outros em pilhas retangulares ou quadradas.

Esta técnica é simples e versátil, permitindo que os paletes sejam empilhados em alturas variadas, conforme necessário. É frequentemente usada em armazéns com espaço vertical limitado, na paletização de caixas.

No entanto, pode exigir equipamentos de manuseio de carga mais robustos para evitar instabilidades durante o empilhamento.

Estantes convencionais

Nas estantes convencionais, os paletes são armazenados horizontalmente em estantes fixas. Cada palete é colocado em um nível da estante, permitindo fácil acesso aos produtos.

Essa forma de paletização é adequada para armazéns com espaço vertical significativo e onde a acessibilidade individual aos produtos é importante. É comumente usada para armazenar produtos de diferentes tamanhos e formatos.

Estantes de dupla profundidade

As estantes de dupla profundidade são semelhantes às estantes convencionais, mas oferecem a capacidade de armazenar dois paletes em profundidade em cada nível da estante.

Isso aumenta a capacidade de armazenamento sem aumentar a pegada do armazém. No entanto, o acesso aos paletes armazenados na segunda fila pode ser mais desafiador, exigindo equipamentos de movimentação especializados, como empilhadeiras de alcance.

Banner conheça o sistema - gestão online

Como é feita a paletização?

Para garantir bons resultados, é necessário seguir um passo a passo para a paletização. Abaixo, separamos as principais etapas para te ajudar. Confira!

  1. Prepare os paletes: escolha os paletes adequados, considerando a carga, o produto e o tipo de transporte.
  2. Organize os produtos: agrupe seus produtos por tamanho, volume, tipo, entre outras características.
  3. Posicione o palete: distribua os produtos de forma estável e uniforme, fixando e amarrando cada um deles para garantir a segurança e equilíbrio.
  4. Identifique e etiquete: anote as informações relevantes sobre o que está naquele palete, como as características e lead time para facilitar a rastreabilidade.
  5. Armazene e transporte: a última etapa é usar os equipamentos para armazenar os produtos ou enviá-los para distribuição.

Diferentes formas de montar os paletes

Paletização manual

A paletização manual envolve o processo de arranjar os produtos nos paletes de forma manual, sem o uso de equipamentos automatizados.

Os funcionários manipulam os produtos individualmente e os posicionam nos paletes de acordo com um padrão predefinido.

Embora seja um método simples e flexível, a paletização manual pode ser trabalhosa e exigir mais mão de obra e o uso de EPI, além de ser mais suscetível a erros humanos.

Paletização convencional

Na paletização convencional, os paletes são montados utilizando equipamentos de movimentação de carga, como empilhadeiras, paleteiras ou guindastes.

Os produtos são colocados nos paletes seguindo um padrão específico, geralmente determinado pelo layout do armazém e pelas exigências de transporte.

Esse método é eficiente para lidar com grandes volumes de carga e oferece maior consistência na disposição dos produtos nos paletes.

Paletização Robotizada

A paletização robotizada envolve o uso de robôs automatizados para montar os paletes de forma precisa e eficiente.

Os robôs são programados para manipular os produtos e posicioná-los nos paletes de acordo com as especificações fornecidas.

Esse opção oferece alta velocidade, precisão e consistência na montagem dos paletes, além de reduzir a dependência de mão de obra humana. É especialmente útil em ambientes de alta produção e onde a automação é uma prioridade.

Impulsione a gestão de estoque

Como você pôde ver, a paletização é uma estratégia essencial para maximizar a eficiência logística em armazéns e centros de distribuição.

Afinal, ao organizar produtos em paletes de forma inteligente, é possível otimizar o espaço de armazenamento, facilitar o manuseio e transporte de mercadorias, além de garantir a integridade dos produtos durante todo o processo.

Para empreendedores que desejam aprimorar sua gestão logística e obter mais eficiência em seus negócios, investir em soluções inovadoras é fundamental. Descubra como a Omie pode ajudar a impulsionar sua empresa através de soluções integradas acessíveis para empreendedores.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
estoquistas vendo dicas de controle de estoque
Como fazer o controle de estoque para sua empresa de forma objetiva, eficiente e os principais cuidados que você deve
Impostos sobre Produtos Importados: TAX
Desvende os segredos dos impostos sobre produtos importados e aprenda a calcular de forma simplificada.
OTIF: gestão de logística.
Conheça indicador que promove economia e eficácia