Descubra como fazer o cálculo do patrimônio líquido de maneira simples

Entender como fazer o cálculo do patrimônio líquido de sua empresa é importante para acompanhar a saúde financeira e evolução do seu negócio.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O patrimônio líquido é uma métrica essencial para avaliar a saúde financeira de uma empresa ou até mesmo para indivíduos que desejam entender melhor sua situação patrimonial. No entanto, este é um cálculo que intimida a alguns empreendedores.

Neste artigo, desmistificamos o processo, apresentando uma abordagem simplificada para que todos possam compreender e calcular seu patrimônio líquido de maneira fácil e eficaz. 

O que é patrimônio líquido?

Patrimônio líquido é um dos tipos de patrimônio que representa os valores que os sócios ou acionistas integralizaram na constituição da empresa e o resultado de suas atividades (ativo menos passivo).

Assim, é um indicador das contas do balanço patrimonial da organização, sendo essencial que o empreendedor saiba como analisar esse número para entender como está a saúde financeira do empreendimento e sua evolução.

Falamos de contabilidade de um negócio, mas a mesma ideia serve para pessoas físicas: nesse caso, é o patrimônio líquido pessoal, um indicador importante para as finanças, que mostra o quanto ela tem de bens e direitos menos as obrigações.

A partir desses dados, é possível fazer um planejamento das finanças pessoais, pois você consegue saber se pode utilizar os recursos para um gasto maior, como uma viagem, sem causar desequilíbrio nas contas ou até o quanto possui para fazer investimentos.

Para que serve o patrimônio líquido?

O patrimônio líquido é uma medida financeira fundamental que reflete a posição financeira líquida de uma empresa ou indivíduo em um determinado momento. Ele é calculado subtraindo os passivos totais dos ativos totais. 

Aqui estão algumas das suas principais funções e importâncias:

Indicador de saúde financeira

Uma empresa com um patrimônio líquido saudável geralmente indica estabilidade financeira e capacidade de cumprir obrigações.

Avaliação de risco e solidez

Investidores, credores e analistas usam o patrimônio líquido para avaliar o risco associado a uma entidade. Um patrimônio líquido robusto sugere uma base financeira sólida e menor probabilidade de inadimplência.

Tomada de decisões estratégicas

Empresas usam o patrimônio líquido para tomar decisões estratégicas, como expansões, fusões e aquisições. Ele fornece uma visão abrangente da capacidade financeira de uma empresa para investir e crescer.

Avaliação do desempenho ao longo do tempo

O acompanhamento do patrimônio líquido ao longo do tempo permite avaliar o desempenho financeiro contínuo. Variações positivas podem indicar crescimento, enquanto variações negativas podem sinalizar problemas financeiros.

Valor para acionistas

No caso de patrimônio empresarial, o patrimônio líquido representa o valor residual para os acionistas. Se todos os ativos fossem liquidados e os passivos pagos, o que resta seria o valor que pertence aos proprietários da empresa.

Avaliação pessoal

Para indivíduos, calcular o patrimônio líquido é uma maneira de avaliar a posição financeira pessoal. Isso pode ser útil para o planejamento financeiro, estabelecimento de metas e monitoramento do progresso ao longo do tempo.

Compõem um patrimônio líquido:

  • Ativos: todos os bens e recursos controlados pela entidade, como propriedades, investimentos, contas a receber e outros ativos tangíveis e intangíveis;
  • Passivos: representam as obrigações e dívidas da entidade, incluindo empréstimos, contas a pagar, impostos pendentes e outros compromissos financeiros;
  • Capital social: investimentos dos acionistas ou proprietários na empresa. É a quantia de dinheiro ou valor dos bens que os proprietários contribuíram para a formação da entidade;
  • Reservas de lucro: os lucros acumulados ao longo do tempo que não foram distribuídos aos acionistas. Essas reservas incluem retenções de lucros para reinvestimento na empresa;
  • Ações em tesouraria:  se a empresa comprou suas próprias ações, o valor dessas ações é subtraído do patrimônio líquido. Ações em tesouraria são aquelas que a empresa adquiriu e não as revendeu;
  • Ajustes de avaliação patrimonial: mudanças no valor de ativos e passivos devido a flutuações de mercado, variações cambiais ou ajustes contábeis;
  • Resultado do exercício: o lucro líquido ou prejuízo líquido gerado pela empresa em um período contábil específico. Esse valor é adicionado ao patrimônio líquido no final do período;
  • Dividendos a pagar: se a empresa declarou dividendos, mas ainda não os pagou, essa quantia é considerada uma obrigação a ser subtraída do patrimônio líquido.

É essencial lembrar que, ao observar o balanço patrimonial, apenas o capital social e outras contas relacionadas aparecem no patrimônio líquido. Quando calculamos o patrimônio líquido, subtraindo o passivo do ativo, estamos avaliando a situação financeira da entidade. 

Essa é a chamada equação fundamental do patrimônio. No entanto, ao observar o balanço patrimonial, as contas que compõem o patrimônio líquido podem ser diferentes.

Cálculo para descobrir o patrimônio líquido

Depois de entender vários fatores que mostram o funcionamento do patrimônio líquido, é interessante saber como fazer o cálculo do indicador. A conta é a seguinte:

  • patrimônio líquido (PL) = ativos — passivos

Para fazer o cálculo, é importante ter duas colunas, uma que descreve todos os ativos e o outra com todos os passivos. Com isso, ao final, você tem um relatório que aponta o valor do patrimônio líquido.

Por exemplo: se uma empresa tem o correspondente a R$500 mil em bens e direitos e obrigações que somam R$200 mil, seu patrimônio líquido é de R$300 mil.

Como fazer cálculo de patrimônio líquido?

A seguir, explicamos de forma simples como calcular o patrimônio líquido em um passo a passo para você acompanhar:

Passo 1: Liste seus ativos

  • Anote todos os bens e recursos que você possui. Isso pode incluir dinheiro em conta, propriedades, veículos, investimentos, entre outros.

Passo 2: Liste seus passivos

  • Registre todas as suas obrigações financeiras, como empréstimos, contas a pagar, dívidas e outros compromissos.

Passo 3: Calcule o patrimônio líquido

  • Subtraia o total de passivos do total de ativos. A fórmula é: Patrimônio Líquido = Ativos – Passivos.

Exemplo Prático:

Vamos imaginar que você tem:

  • Ativos (casa, carro, dinheiro): R$ 300.000,00
  • Passivos (empréstimo, contas a pagar): R$ 100.000,00

Calculando, seria assim:

Patrimônio líquido = R$ 300.000,00 (ativos) – R$ 100.000,00 (passivos), ou seja:

Patrimônio líquido = R$ 200.000,00

Portanto, o seu patrimônio líquido seria de R$ 200.000,00.

Lembre-se de que um patrimônio líquido positivo geralmente indica uma situação financeira saudável, enquanto um negativo pode sinalizar endividamento excessivo. Este cálculo é útil tanto para indivíduos quanto para empresas avaliarem sua posição financeira.

Existe diferença entre patrimônio líquido e patrimônio?

Sim, há uma diferença entre patrimônio líquido e patrimônio. Vamos entender cada um:

Patrimônio:

O termo “patrimônio” é mais amplo e refere-se ao conjunto de bens, direitos e obrigações de uma pessoa, empresa ou entidade. Ele engloba todos os ativos (bens e direitos) e passivos (obrigações) de uma entidade em um determinado momento.

Patrimônio líquido:

Por outro lado, o patrimônio líquido é uma parte específica do patrimônio. Ele representa a diferença entre os ativos e os passivos de uma entidade. Ou seja, é o valor residual que pertence aos proprietários ou acionistas após a liquidação de todos os passivos.

Em suma, enquanto o patrimônio abrange todos os aspectos financeiros de uma entidade, o patrimônio líquido é uma métrica específica que destaca a posição financeira líquida, indicando quanto realmente pertence aos proprietários ou acionistas após o pagamento de todas as obrigações. 

O patrimônio líquido é uma parte importante do patrimônio total, fornecendo uma visão mais específica da saúde financeira.

FAQ

Veja as principais dúvidas referente ao patrimônio líquido:

O que afeta o patrimônio líquido?

O patrimônio líquido é influenciado por uma série de fatores que refletem a saúde financeira de uma empresa:

  • variações nos ativos, como investimentos bem-sucedidos, depreciação de ativos existentes ou aquisição de novos;
  • mudanças nos passivos, como pagamento de dívidas ou aquisição de empréstimos;
  • o resultado líquido das operações, expresso como lucro ou prejuízo;
  • a distribuição de dividendos aos acionistas;
  • transações com ações, como emissão ou recompra;
  • ajustes contábeis, como variações no valor justo de ativos e passivos, e mudanças nas taxas de câmbio.

O que é considerado um patrimônio?

Patrimônio refere-se ao conjunto de bens, direitos e obrigações de uma pessoa, empresa ou entidade em um determinado momento.

Que tipo de bens são considerados patrimônio?

O patrimônio abrange uma variedade de bens que uma pessoa, empresa ou entidade possui e controla:

  • ativos tangíveis: propriedades, veículos, equipamentos, estoques e dinheiro, representando recursos físicos ou financeiros;
  • ativos intangíveis: propriedade intelectual, marcas registradas, patentes e goodwill, que são valores não físicos, mas que contribuem para a geração de valor;
  • direitos contratuais, contas a receber e investimentos financeiros;
  • as obrigações ou passivos, como empréstimos, contas a pagar e outras dívidas, representando as responsabilidades financeiras.

Agilize o cálculo do patrimônio líquido

Compreender o patrimônio líquido é essencial para avaliar a saúde financeira de sua empresa. Ao entender e gerenciar eficientemente o patrimônio, é possível criar bases sólidas para o crescimento e a sustentabilidade econômica.

Agilize o cálculo do seu patrimônio líquido e obtenha diversos relatórios padronizados com os diferenciais do nosso sistema. 

Tenha mais tranquilidade com todas as questões financeiras e contábeis da empresa com a tecnologia de gestão online. Experimente o sistema online ERP Omie hoje mesmo e surpreenda-se com seus resultados.

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Gestão contábil
Descubra a importância da gestão contábil e benefícios para sua empresa. Saiba como implementar e aproveitar ao máximo!
risco sacado
customer experience
Aprenda a implementar e aprimorar o Customer Experience em sua empresa com dicas práticas, abordando desde a compreensão do cliente