Stakeholders: o que são e como identificar os da sua empresa?

Você sabe o que são stakeholders e qual é a importância deles para uma empresa? Confira o artigo e aprenda mais sobre o assunto.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você sabe o que são stakeholders? Esse já se tornou um termo comum no meio empresarial, mas, para saber como usar este conceito, é preciso entender o que ele significa de fato. 

Os stakeholders desempenham um papel estratégico dentro dos processos de tomada de decisão de uma empresa. A forma como as ações realizadas por uma companhia afetam essas pessoas precisa ser levada em consideração. Confira o artigo para saber mais. 

O que são stakeholders

Foi o filósofo norte-americano Robert Edward Freeman quem criou o conceito de stakeholder, na década de 1980. Ele é usado para se referir a todas as pessoas, grupos e organizações que são impactadas pelas ações de uma empresa. O termo pode ser traduzido como “parte interessada”. 

Para que uma empresa seja bem-sucedida, ela precisa entregar algo de valor para as partes interessadas. Por exemplo, ser lucrativa para os seus acionistas, prover boas condições de trabalho e  bons salários para seus trabalhadores, oferecer produtos ou serviços que suprem as demandas de seus clientes de forma satisfatória. 

Todas essas pessoas são afetadas pelas decisões e mudanças que ocorrem dentro de uma determinada companhia, por isso eles são stakeholders, assim como em sindicatos, órgãos do governo e fornecedores. Outro ponto que é importante ressaltar é que os stakeholders não são os mesmos para todas as empresas, isso varia de acordo com vários aspectos, como o modelo de negócio. 

Por que os stakeholders são importantes?

Os stakeholders exercem um papel importante porque, assim como as ações da empresa os influencia, o negócio também é impactado pelas decisões deles. As atitudes dos acionistas, diretores, colaboradores e clientes impactam diretamente no desempenho e conquista dos objetivos de uma empresa.

Por exemplo, se os colaboradores se sentem desmotivados e desvalorizados pela empresa, a produtividade cai e isso irá refletir na performance de cada setor. Por outro lado, se os clientes não estão satisfeitos com os produtos e serviços oferecidos, eles podem ir para o concorrente, fazendo com que a empresa perca vendas e, consequentemente, lucre menos. 

Dessa forma, é fundamental compreender quem são os stakeholders de uma empresa e o nível de influência que cada um exerce. Isso irá auxiliar no momento de planejar novas ações e tomar decisões importantes. Ao entender as necessidades e demandas dos stakeholders e levá-las em consideração, o risco de sofrer prejuízos é menor. 

O planejamento de uma empresa precisa também se basear nos stakeholders. Assim, é possível entregar valor para eles, seja material ou não. Em troca, tais profissionais tomam atitudes que beneficiam o negócio como um todo. 

banner cta empreendedor

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Como identificar e gerenciar os stakeholders do seu negócio?

Para identificar quem são os stakeholders do seu negócio, faça uma lista de quais grupos e pessoas são influenciados direta ou indiretamente pelas ações da sua empresa. Você pode separar essa lista por categorias, como stakeholders internos, que são os que fazem parte da empresa, e os externos, como órgãos do governo e fornecedores.

Para gerenciar melhor os stakeholders, faça um mapeamento. Você irá definir o grau de influência, interesse e importância de cada um deles, de acordo com o seu modelo de negócio. 

Por exemplo, existem stakeholders temporários que têm interesse apenas em um projeto específico da sua empresa. Quando ele acabar, deixam de ser stakeholders. Portanto, o grau de influência na empresa como um todo é menor. São diferentes de investidores e diretores, centrais nos rumos do negócio. 

Após identificar quem são os stakeholders, entendendo o grau de influência de cada um, é preciso também analisar quais são as expectativas e interesses deles. Só assim é possível gerenciar como as ações da empresa irão atender a estes interesses para que todos se beneficiem. 

A partir daí, é possível traçar um plano de abordagem para cada um desses grupos. O processo de gerenciamento é algo que irá auxiliar a reduzir os riscos durante as tomadas de decisões e também a guiar as lideranças dentro da empresa, para que se tornem cada vez melhores. Quanto ao grau de influência, os stakeholders são divididos entre primários e secundários. 

Stakeholders primários

Stakeholders primários são aqueles que exercem uma influência direta sobre a empresa, suas ações podem impactar fortemente o seu negócio. Fazem parte desse grupo: investidores, colaboradores, clientes, fornecedores, proprietários e concorrentes. 

Stakeholders secundários 

Os stakeholders secundários podem ser definidos como as pessoas, grupos e organizações que não estão diretamente envolvidas no seu negócio, mas cujos atos podem ter algum impacto sobre os resultados da empresa. Se encaixam nesta categoria: instituições governamentais, imprensa, analistas financeiros e organizações não governamentais (ONGs).

Suponha que você possui uma startup que acabou de abrir o capital para investidores. Os analistas financeiros não têm uma ligação direta com o seu negócio, mas a opinião que eles emitem pode influenciar no número de investidores que irão se interessar pela sua empresa.

Se você irá abrir um hotel em uma área de preservação ambiental, os órgãos governamentais responsáveis por fiscalizar e permitir essa construção se tornam parte dos seus stakeholders. Assim como ambientalistas e a comunidade local. 

Diferença entre Shareholders e Stakeholders

Agora que você já compreendeu o que são stakeholders e a importância deles para que uma empresa seja bem-sucedida, tome cuidado para não confundir esse termo com outro muito similar, shareholders

Shareholders são os acionistas da empresa, ou seja, as pessoas que investem na sua empresa. Eles são, inclusive, um tipo de stakeholder primário, afinal, estão diretamente envolvidos com seus negócios e possuem fortes interesses. O baixo desempenho da empresa representa perdas financeiras para eles.

Na medida que você mapeia quem são os stakeholders e estuda o papel de cada um dentro do seu negócio, fica muito mais fácil ter uma perspectiva ampla de como gerenciar os projetos. O planejamento se torna muito mais completo, abrangendo as especificidades de diferentes grupos, juntamente com a pesquisa de mercado

Falando em gerenciamento eficiente, vale a pena conferir o artigo Gestão de empresas para operações de grande porte. Você vai entender melhor como uma  boa gestão empresarial é fundamental para o sucesso de uma empresa.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Segurança de dados
Adote um sistema ERP na sua empresa para mais sigilo, integridade e segurança de dados.
indicadores de produtividade
Os indicadores de produtividade ajudam a traçar um caminho claro para onde você quer chegar, tornando seu negócio muito mais
Sociedade Anônima: sócios conversando ao redor de mesa
Entenda como se organiza uma Sociedade Anônima e saiba quais as características desse tipo de empresa. Tire suas dúvidas com