Como emitir nota fiscal: conheça o passo a passo

Sendo uma das obrigações legais de uma empresa, esse é um processo que exige uma fonte confiável como a Omie, confira

17/Jul/2020
Gestão

Você sabe como emitir nota fiscal? Como uma obrigação fiscal e legal de várias empresas, a emissão desse documento ainda gera diversas dúvidas para muitos empresários.


Comprovante de transações de compra e venda de serviços e produtos, a nota fiscal possui todas as informações importantes tanto para o consumidor quanto para as áreas internas de uma empresa.


Porém, é importante conversar com o seu contador e definir quais os tipos de notas fiscais que a sua empresa irá emitir. Ao total, são quatro tipos: NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), NFS-e (Nota Fiscal de Serviço Eletrônica), NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica) e CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico). 


Por isso, se você quer entender como emitir a nota fiscal eletrônica passo a passo, continue lendo. Neste artigo que a equipe da Omie elaborou, você encontrará todas as etapas para preparar a sua empresa para começar a oferecer esse serviço. Acompanhe.


1. Adquira um certificado digital

O primeiro passo para entender como emitir a nota fiscal eletrônica é adquirir um certificado digital vinculado ao CNPJ da empresa. Com esse documento, a NF-e começa a ter validade e passa a ser a assinatura digital do seu negócio.


Para ter acesso a um certificado digital existe um processo básico. Ele começa com a escolha de uma Autoridade Certificadora (AC), que é responsável por comercializar os certificados, assim como receber pedidos e dados das empresas.


Assim que as informações forem enviadas à AC, o responsável pela empresa contratante precisa comparecer à Autoridade de Registro para autenticar os dados previamente mandados.


Vale lembrar que existem dois tipos de assinaturas digitais que você pode escolher ao emitir nota fiscal: A1 e A3. Elas são usadas para o mesmo propósito, embora sejam usadas em plataformas diferentes. Veja abaixo:


  • A1: certificado usado para o sistema de gestão de nuvem. Isso quer dizer que ele fica armazenado on-line, direto no sistema,
  • A3: certificado utilizado para usuários quando emitem documentos por outros tipos de emissores, ou seja, ficam armazenados em algum dispositivo externo, como pen drives e HDs.


2. Realize o cadastro da sua empresa na Sefaz

O credenciamento no Sefaz (Secretaria da Fazenda e Planejamento) é o próximo passo para entender como emitir a nota fiscal. Aqui, realiza-se o cadastramento da sua empresa na secretaria do município ou estado em que ela se situa.


Como teste, você pode emitir a nota fiscal eletrônica na modalidade “homologação”, no credenciamento. Caso haja erros, faça os ajustes necessários e mude para “produção”, para que os documentos comecem a ser fornecidos de maneira totalmente válida.


É importante lembrar, também, que o processo pode variar dependendo da legislação de cada município e estado no qual a empresa reside. Por isso, antes de começar a pôr em prática as obrigações fiscais, procure fazer uma pesquisa sobre os requisitos legais da localidade.

 

3. Utilize um software especializado

Para começar a oferecer um serviço obrigatório, como emitir nota fiscal, você precisará de um software especializado. Existem diversos tipos de sistemas em que é possível cumprir essa obrigação fiscal.


Até 2017, a Receita Federal disponibilizava um emissor comum gratuito para as empresas que precisavam. Porém, atualmente, esse é um serviço que requer personalização para tornar o processo mais ágil.


Esses emissores mais comuns utilizam o certificado A3 em operações como emitir nota fiscal de serviço. Outra opção é o sistema de gestão ERP (Enterprise Resource Planning), utilizando o certificado A1 e tornando o processo de faturamento mais eficaz e organizado. 

Por que contratar um ERP para emitir nota fiscal?

Já imaginou conferir todos os dados de compra e venda da sua empresa manualmente? Para evitar esse tipo de processo exaustivo e demorado na hora de emitir a nota fiscal, você pode contar com um sistema de gestão.


O ERP também auxilia na redução de custos em operações como emitir nota fiscal avulsa. Em formato digital, o capital antes usado para locação de espaços de armazenamento e produção de arquivos físicos consequentemente diminui e é realocado para outras áreas.


Garantia de segurança 24 horas para os dados e faturamentos internos? Monitoramento em tempo real? Informações criptografadas? Ao emitir a nota fiscal com o ERP, a sua empresa consegue ter acesso a todos esses benefícios.   


Experimente o nosso sistema de gestão por 7 dias grátis

Agora você já sabe como emitir a nota fiscal? Então, por que não experimenta o emissor de nota fiscal eletrônica completo e sem burocracia da Omie durante 7 dias gratuitos?


A Omie é uma plataforma que fornece um sistema de gestão completo e 100% on-line para você, que quer fazer a sua empresa crescer e ainda otimizar os seus processos. 


Aproveite também os nossos serviços e conte com especialistas para sanar todas as suas dúvidas. A Omie possui uma equipe de implantação ERP pronta para te assessorar a qualquer momento. Não deixe de conferir.

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas