Entenda o que é DANFE e qual sua importância

Você sabe o que é DANFE e qual sua importância? Entenda tudo sobre esse importante documento e saiba fazer sua emissão da forma correta.

29/Jul/2020
Finanças

O Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica, mais conhecido como DANFE, é a representação gráfica da Nota Fiscal Eletrônica. Esse documento contém a chave numérica, que possui 44 posições, utilizada para a consulta das informações da NF-e. Ou seja, é a chamada chave de acesso.


O DANFE também tem a função de monitorar a mercadoria em trânsito, conferindo informações como o emitente, o destinatário, os valores, entre outros dados que dizem  respeito à operação em andamento. 


Além disso, no caso de o destinatário não ser contribuinte da Nota Fiscal Eletrônica, esse documento ajuda na escrituração de negócios documentados por NF-e. Por fim, o DANFE também serve para coletar a firma do destinatário/tomador para que seja possível comprovar a entrega da mercadoria ou da prestação de serviços.


Portanto, ao fazer o transporte de uma mercadoria, o veículo precisa ter o DANFE referente a ela impresso durante toda a viagem. Caso o carregamento seja realizado sem esse documento, a empresa poderá ser multada.


Principais características do DANFE


Para entender melhor o que é DANFE, é preciso saber quais características definem esse documento. Veja a seguir:


  • O vendedor da mercadoria deve imprimir o DANFE antes de sua circulação;


  • O DANFE poderá ser usado para transitar com os produtos apenas depois da concessão da autorização de uso da NF-e relativa à mercadoria;


  • Não há um limite de vias do DANFE que podem ser impressas;


  • O documento também possui um código de barras com a chave de acesso, que permite fazer a consulta da situação da nota fiscal no Portal da Fazenda;


  • Também é necessário que a natureza da operação — se é de entrada ou de saída — conste no DANFE, assim como na NF-e,


  • A descrição dos itens contidos na mercadoria também precisa constar no documento, além de: data e horário de entrada e saída e informações sobre a transportadora e o remetente.

Como gerar a DANFE on-line


Mesmo que esse documento não substitua a Nota Fiscal Eletrônica, é uma forma de comprovar a legitimidade das transações comerciais. Diante disso, para encontrar um modelo do layout padrão do documento, basta acessar o site da Receita Federal.


Ao fazer a impressão desse documento, é preciso que seja utilizado papel de tamanho A4 e que contenha tanto a chave de acesso quanto o código de barras em todas as páginas. Além disso, para que o destinatário possa assinar o documento, é indicado que seja feito também um canhoto.


No caso do DANFE on-line, segundo recomendação do Ministério da Fazenda, é importante que a emissão seja feita a partir do mesmo sistema que gerou a NF-e, para que, assim, não haja diferença entre os dois documentos.


Portanto, é necessário configurar seu sistema gerador de nota fiscal para que ele também possa emitir o DANFE on-line. Para facilitar esse processo, é possível adotar um software que já seja configurado para realizar a emissão desses documentos.


Como fazer o armazenamento desse documento?


É possível armazenar o DANFE pelo tempo determinado pela legislação tributária nos casos em que o contribuinte não estiver cadastrado para fazer a emissão da NF-e. Portanto, em tal situação, ele substitui o arquivo eletrônico da nota fiscal.


Quando o destinatário receber esse documento do emitente, é essencial que verifique a autenticidade da NF-e e faça a validação da assinatura digital. Vale destacar também que é necessário constar a validade da autorização de uso e o protocolo da nota fiscal para validar se ela foi, de fato, concedida e é válida perante o Fisco.


É de responsabilidade tanto do destinatário quanto do emitente manter o DANFE em um arquivo digital pelo prazo determinado. Caso contrário, as partes estarão passíveis de autuação no momento em que a fiscalização exigir a apresentação do documento.


Conte com a Omie para facilitar a emissão da nota fiscal eletrônica


Com o sistema de gestão da Omie, você emite Nota Fiscal Eletrônica de forma fácil e rápida, diretamente do pedido de venda. Além disso, a emissão é feita de forma integrada com os dados do cliente, o seu estoque e o fluxo de caixa. 


Nosso sistema de gestão ERP é a solução ideal para facilitar sua rotina, centralizando todos os processos da empresa em apenas um lugar. Entenda mais sobre essa inovação e veja como podemos te ajudar a otimizar o processo de emissão de nota fiscal.


Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas