Precificação: estratégias para definir o preço de produtos e serviços

Entenda o que é precificação e a importância de ter uma estratégia bem definida na hora de precificar produtos e serviços.

06/Nov/2020
Finanças

Determinar o valor de um produto é uma tarefa que demanda estratégia e atenção aos detalhes para que o faturamento não seja afetado. Pensando nisso, o processo de precificação é de grande utilidade para o empresário além de um grande ponto de atenção para manter o seu fluxo de caixa sempre positivo.


A estratégia de precificação tem como objetivo garantir o lucro da venda dos produtos de uma empresa. Dessa forma, ela propõe um valor que condiz com as metas da companhia ao mesmo tempo que satisfaz o mercado consumidor. Vamos entender melhor.  


Por que usar uma estratégia de precificação?

Você sabe por que uma empresa não deve colocar valores aleatórios nos seus produtos? Hoje, os consumidores estão cada vez mais exigentes e atentos ao que compram. Por isso, antes de adquirir qualquer produto, eles pesquisam e conferem tudo, e se percebem preços abusivos, não voltam àquela loja.


Ou seja, além de perder clientes, a empresa ainda pode ser considerada de má reputação no mercado, tornando-se uma “ovelha negra”. Com isso, empresários e consumidores terão dúvidas antes de firmar qualquer acordo e vão preferir outras companhias.


Por isso é tão importante realizar uma estratégia de precificação que faça sentido tanto para a sua empresa, quanto para o seu cliente. Vamos analisar abaixo algumas dessas estratégias.

 

Markup: qual a relação?

Você provavelmente já deve ter ouvido falar na estratégia de precificação pelo markup — índice que sinaliza se um bem está acima ou abaixo do preço de produção. Essa é uma opção para calcular um valor de comercialização de um produto ou serviço. 


Como um índice multiplicador usado nos custos de um produto, o cálculo do markup na precificação é composto por despesas fixas, variáveis e margem de lucro estimadas, garantindo, assim, o lucro final.


Para entender melhor, imagine o seguinte cenário: você tem uma blusa que foi comprada do fornecedor por R$ 25, e as despesas fixas e variáveis são respectivamente, 5% e 10%. Além disso, você espera o lucro de 25%. Aplicando o markup, é possível chegar a um preço:


  • 100/ [100-(DV+DF+LP)];
  • 100/[100-(10+5+25)];
  • 100/[100-40];
  • 100/60;
  • Markup = 1,67,
  • R$ 25 x 1,67 = R$ 41,66.


Como precificar?

Precificar vai além de só encontrar o melhor valor para comercializar seu serviço ou produto, por isso, existem diversas maneiras de chegar a um preço justo e aceitável para o empresário e para o público, além do markup. Veja a seguir opções para colocar em prática.


Baseada no custo

Esse tipo de precificação de produtos consiste em um acréscimo determinado pela própria empresa. Isso quer dizer que o conselho da companhia decide quanto deve incidir sobre o custo total do produto.


Assim, se a empresa determinar um percentual de 20% e o custo de produção for de R$ 100, o valor cobrado pelo produto será de R$ 120 — 20% de 100 + o custo de produção.


Baseada na concorrência

Agora, essa tabela de precificação é determinada pela concorrência, ou seja, é feita uma análise sobre os preços praticados pelas empresas do mesmo setor. A vantagem é o fato do seu negócio conseguir “brigar” pela atenção do público da mesma forma que as outras companhias.


Baseada na demanda

Outra maneira de definir um preço é pela demanda. Em outras palavras, determinar o valor a partir da média que os consumidores estão dispostos a pagar. Esse formato é muito usado na precificação de serviços, mas também pode ser adotado para precificar produtos.


Por considerar o desejo do cliente com pesquisas contínuas, esse tipo de prática eleva a reputação da empresa, mas também dificulta os ajustes inflacionários em caso de queda ou aumento.


Vantagens de uma estratégia eficiente

Mesmo depois de entender como precificar um produto, é importante para um empresário pôr na ponta do lápis todos os benefícios de implementar esse processo na sua empresa. Por isso, listamos a seguir alguns motivos para você começar, confira.


  1. Maximização dos lucros: conhecendo o custo de produção e os impostos incididos, além de todos os outros modos de precificar, você pode aumentar o lucro da empresa;
  2. Crescimento de vendas: mesmo para nichos de mercado, quando se sabe qual o melhor valor para um produto, você consegue conquistar públicos;
  3. Aproveitamento do mercado: no caso de grandes franquias, com esse processo, o empresário analisa a necessidade de cada localidade e consumidor,
  4. Liderança de produto-qualidade: com esse processo, sua empresa consegue se destacar frente à concorrência.


Conheça o e-book sobre técnicas básicas de vendas

A gestão de uma empresa vai muito além de só conhecer as estratégias de precificação, por isso, para ampliar seu conhecimento, baixe e leia o e-book exclusivo sobre técnicas básicas de vendas da Omie e descubra como impulsionar seu negócio.



Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas