Descubra o que são demonstrações financeiras e como fazer a análise na sua empresa

Entenda o que são e como analisar corretamente as demonstrações financeiras do seu negócio.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

No mercado de hoje, ter mais controle e visibilidade financeira é um passo fundamental para tomar melhores decisões e impulsionar um negócio. Por isso, as demonstrações financeiras são indispensáveis, já que elas ajudam a enxergar a situação real de uma empresa.

Entenda o que são esses documentos, porque eles são tão relevantes e muito mais neste artigo completo sobre o tema. Acompanhe!

O que são demonstrações financeiras?

Demonstrações financeiras são relatórios contábeis que mostram como anda a área e o fluxo financeiro de uma empresa, fornecendo informações sobre lucros, perdas, investimentos, ativos, além de outros aspectos que demonstram como um empreendimento está gerindo seus recursos.

Além de trazer mais visibilidade e transparência sobre a situação financeira de uma empresa, esses relatórios financeiros servem como base para a apuração de vários processos, como o fluxo de caixa, e algumas delas são inclusive requisitadas pelo governo e pelo Fisco.

Qual a importância das demonstrações financeiras na sua empresa?

As demonstrações financeiras são de extrema importância para orientar a tomada de decisão, o planejamento estratégico e demais ações em um negócio. Com relatórios atualizados, é possível:

  • prestar contas com investidores, credores e outros stakeholders, que podem saber mais sobre a solidez financeira da empresa;
  • ter uma compreensão mais clara e segura da saúde financeira da empresa;
  • apurar impostos corretamente;
  • organizar as entradas e saídas de dinheiro;
  • documentar os ativos da empresa;
  • enxergar oportunidades e evitar vários riscos financeiros;
  • tomar decisões mais inteligentes com base em dados concretos.

Quais são as demonstrações financeiras?

Conheça as principais demonstrações financeiras e veja como cada uma delas são usadas para ajudar as empresas a obter uma melhor compreensão de sua saúde financeira.

Fluxo de caixa

A Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) é uma ferramenta financeira que mostra o fluxo de dinheiro em uma empresa ou organização ao longo de um período.

É usado para entender como o dinheiro entra e sai da empresa e para acompanhar o desempenho financeiro. O relatório DFC também fornece informações importantes para gerenciar a liquidez, controlar custos, determinar a necessidade de capital de giro, entre outros.

Balanço patrimonial

A Demonstração Financeira do Balanço Patrimonial é um documento contábil que detalha os ativos, passivos, patrimônio líquido e capital de giro de uma empresa. É uma ferramenta importante para os investidores, pois permite analisar a saúde financeira da empresa antes de investir nela.

Demonstração do valor adicionado (DVA)

A Demonstração financeira do Valor Adicionado (DVA) é um relatório financeiro cujo objetivo é destacar a contribuição de cada parte interessada para a riqueza gerada pela empresa.

Esta demonstração relaciona os valores gastos pela empresa para produzir e/ou adquirir bens e serviços, com os valores recebidos pelas vendas, mostrando o valor adicionado criado ao longo de cada etapa da produção.

Além disso, a DVA também mostra o quanto desses recursos é investido em pesquisa e desenvolvimento, capital de giro, distribuição de lucros, pagamento de impostos, etc.

Demonstrações dos lucros ou prejuízos acumulados (DLPA)

Demonstrações dos lucros ou prejuízos acumulados (DLPA) é um relatório contábil que mostra os lucros ou prejuízos acumulados de uma empresa ao longo de um período, permitindo ver como o patrimônio do negócio sofreu alterações.

Demonstração do resultado do exercício (DRE)

A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é um documento completo que apresenta todas as receitas, despesas e lucros ou prejuízos de uma empresa durante um determinado período.

O DRE é usado para avaliar a eficiência e o desempenho de uma empresa, além de resumir seus resultados.

Notas explicativas

As Notas Explicativas, como o nome indica, explicam e descrevem os itens contábeis e financeiros incluídos na Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) e na Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC).

Ou seja, elas são usadas para complementar os dados de outras demonstrações financeiras. Elas podem fornecer, por exemplo, informações sobre os eventos e transações que afetam os lucros e os fluxos de caixa durante o período contábil.

Quando é necessário apresentar as demonstrações financeiras?

Como vimos, as demonstrações financeiras são instrumentos importantes de gestão, sendo aliadas da organização e do controle de contas.

No mais, algumas delas fazem parte de obrigações tributárias, o que significa que precisam ser apresentadas por sociedades anônimas ao Fisco periodicamente conforme a Lei 6.404/76. Logo, é imprescindível que sejam geradas no momento certo e com alta precisão para evitar problemas.

Sendo assim, a melhor forma de escolher o período ideal é contando com o apoio de um contador, que é o profissional responsável por gerar e acompanhar as documentações da empresa, além de apurar impostos e entregar os documentos obrigatórios.

Emitir e analisar demonstrações contábeis faz parte das rotinas contábeis, por isso o contador é a pessoa mais indicada para auxiliar sua empresa, uma vez que domina conhecimentos e boas práticas sobre o assunto que serão valiosos para as tomadas de decisão.

Banner conheça o sistema - gestão online

Como fazer a análise das demonstrações financeiras?

Confira algumas sugestões e passos que podem ajudar você a fazer a análise das assertivas e críticas de suas demonstrações financeiras a seguir.

Priorize os objetivos de análise

Antes de começar a análise das demonstrações financeiras, tenha objetivos em mente. Por exemplo, estabeleça prioridades como monitorar a evolução da lucratividade ou mapear prejuízos.

Com aspectos mais específicos e críticos em mente, é mais fácil selecionar os relatórios mais relevantes e os indicadores que devem ser avaliados.

Trabalhe com mais de um tipo de demonstração financeira

Se sua intenção é fazer uma análise profunda, cruzar dados, identificar erros e oportunidades, entre outros, não economize na quantidade de dados. Quanto mais conhecimento, melhor!

Escolha pelo menos dois tipos de demonstrações financeiras e faça comparações. Cruze dados e estude o que elas dizem para entender melhor diferentes perspectivas e contextos do seu negócio.

Use a tecnologia a favor

A tecnologia pode ser uma aliada na organização e análise das demonstrações financeiras, pois permite com que sejam analisados grandes volumes de dados com mais precisão e rapidez.

Consequentemente, isso significa que você pode obter insights mais ricos, mais confiáveis ​​e mais detalhados sobre a saúde financeira de uma empresa, potencializando sua capacidade de tomar decisões mais informadas sobre diferentes aspectos e iniciativas financeiras.

Tenha o apoio de um contador

Gerar demonstrações financeiras de forma correta nem sempre é uma tarefa intuitiva. Conte com serviços contábeis para fazer isso e receber o suporte necessário na análise.

Com base em seu conhecimento e experiência, esse profissional vai saber apontar elementos relevantes e pontos de atenção nas demonstrações financeiras, além de identificar insights que possam passar despercebidos por um olhar mais leigo.

Tire suas dúvidas sobre as demonstrações financeiras

Quais são as demonstrações financeiras exigidas por lei?

  • Balanço Patrimonial;
  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);
  • Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA);
  • Demonstração de Fluxo de Caixa (DFC);
  • Demonstração de Valor Adicionado (DVA);
  • Notas explicativas.

O que deve constar nas demonstrações contábeis?

As demonstrações contábeis mostram informações sobre os ativos, passivos, receitas, despesas e patrimônio de uma empresa com diferentes formatos e enfoques.

Qual é o objetivo das demonstrações financeiras?

As demonstrações financeiras são essenciais para a gestão financeira, uma vez que oferecem um retrato preciso e claro da saúde financeira de uma empresa. Logo, elas são imprescindíveis para o controle, para a transparência de dados e para a conformidade fiscal.

Use as demonstrações financeiras como aliadas da sua gestão

Demonstrações financeiras são mais do que uma obrigação fiscal, mas também ferramentas essenciais na tomada de decisões estratégicas e na maximização do desempenho de uma empresa.

Ao analisá-las correta e periodicamente, sobretudo com o suporte de um profissional de contabilidade, você tem uma visão consolidada da situação financeira da empresa e pode planejar um crescimento mais sólido e estruturado.

Quer ter mais controle das suas finanças e ver dados financeiros em um clique? Digitalize e automatize sua gestão! Conheça todas as funcionalidades do sistema de gestão online da Omie para empreendedores!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
ERP para pequenas empresas

MEI

Você já considerou a implementação de um ERP para pequenas empresas no seu negócio? Ententa as vantagens aqui!
benefícios do organograma empresarial
Entenda como o organograma empresarial pode ser um recurso que vai alavancar o crescimento sólido da sua empresa. Confira os
automação de processos
A automação de processos impulsionada pelo ERP melhora a eficiência da sua empresa. Saiba como!