Descubra o que é dropshipping, suas vantagens e como começar

Entenda como funciona o dropshipping, quais suas vantagens e como fazer para trabalhar com esse modelo de negócios.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você sabe o que é dropshipping? Cada vez mais comum no varejo, o dropshipping tem se mostrado um modelo de negócio vantajoso tanto para os e-commerces e marketplaces, como Mercado Livre e Amazon, quanto para empreendedores um pouco menores que desejam um espaço para comercializar seus produtos.

61d34f5070c83e55cd6beb21 CTA Banner 2 opt2 v2 37

Uma prova disso são os dados. O e-commerce brasileiro teve alta de 48,4%, crescendo 27% e gerando um faturamento de cerca de R$ 161 bilhões no ano de 2021, segundo levantamento da Neotrust.

Geralmente, as empresas que utilizam o dropshipping possuem uma variedade maior de itens e preços, já que não comercializam apenas seus produtos, mas também de outros vendedores.

Entenda como funciona o dropshipping, quais suas vantagens e como fazer para trabalhar com esse modelo de negócios, a seguir.

‍O que é dropshipping e como funciona?

O dropshipping, que em tradução livre significa “livre de remessa”, basicamente, é um e-commerce que decide abrir espaço em seu site para que outras empresas vendam seus produtos.

É como se a companhia tivesse diversos fornecedores e oferecesse sua plataforma para vender os produtos em troca de uma porcentagem nos lucros.

Para entender melhor o que é dropshipping e como funciona, imagine o seguinte: você faz uma compra em um e-commerce, mas ele será enviado por outro fornecedor e não pela empresa em si. Ou seja, trata-se de um e-commerce que funciona como uma plataforma de vendas para empresas menores, que não têm tanto alcance.

Nesse momento, você deve estar se perguntando: ok, mas existe diferença entre marketplace, dropshipping e e-commerce? Bom, a resposta é sim. Veja o seguinte:

O marketplace pode ser considerado como um shopping virtual. Ele reúne diversos vendedores e fornecedores em seu site.

Já o e-commerce é uma loja virtual onde é necessário ter o próprio estoque, cadastrar os produtos no site e cuidar de todo o processo logístico de entrega das vendas. É como uma loja física, só que no ambiente digital.

Por fim, o dropshipping é um modelo de negócios onde é possível fazer vendas on-line sem ter a necessidade de possuir um estoque próprio, ou seja, o empreendedor usa o estoque de uma outra empresa e não precisa se preocupar com toda a logística de entrega.

Um bom exemplo de dropshipping nacional é o Mercado Livre, onde diversos vendedores diferentes expõem seus produtos e, apesar de a compra ser feita na Plataforma do Mercado Livre, o responsável pelo envio e pelo estoque é outra empresa ou um vendedor autônomo.

Como funciona?

Com o dropshipping, os empreendimentos não precisam se preocupar em manter um estoque físico para armazenar os produtos. Ele serve para intermediar e facilitar todo o processo logístico de entrega. Funciona da seguinte forma:

  • O cliente faz o pedido na loja e paga um determinado valor;
  • A loja recebe o pedido e encaminha para o fornecedor pagando outro valor;
  • Por último, o fornecedor encaminha o produto solicitado diretamente para a casa do cliente.

Por exemplo, você recebeu um pedido em sua loja de R$ 200. O valor cobrado pelo fornecedor é de R$ 120, com isso, você tem um lucro de R$ 80.

É extremamente importante destacar que o dropshipping não é crime. No entanto, para poder aproveitar esse modelo de negócio você deve formalizá-lo, ou seja, você precisa de um CNPJ, assim como em qualquer outro empreendimento.

Leia também: Empreender: quais os melhores segmentos em 2021

Exemplos de dropshipping para você se inspirar

Hoje em dia existem diversos exemplos de marketplaces que utilizam essa estratégia e hoje são grandes players do mercado, com um negócio em constante crescimento. Por isso, vamos citar alguns exemplos aqui para você pesquisar, se inspirar e buscar novas ideias para aplicar no seu negócio:

  • Amazon: uma das maiores do mundo no segmento, é muito conhecida por clientes que dizem “encontrar tudo por lá”.
  • Mercado Livre: grande referência brasileira no dropshipping, também é possível encontrar de tudo no site, além de grandes marcas do mercado que abriram lojas na plataforma.
  • Lojas Americanas: toda a variedade de produtos que a loja mantém nas lojas físicas, é refletida também no seu marketplace.
  • Elo7: famosa por dar visibilidade aos pequenos empreendedores do ramo do artesanato, com a Elo7 é possível vender através de uma plataforma bem intuitiva.
Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Vantagens do dropshipping para o pequeno empreendedor

No entanto, será que vale a pena investir nesse tipo de negócio? Veja a seguir as principais vantagens que o dropshipping oferece para os micro ou pequenos empreendedores:

  • Se você quer começar a empreender, mas não tem um capital alto para investir, essa alternativa pode ser ideal. Isso porque, nesse modelo, não é preciso ter um espaço físico, que gera custo de aluguel, água e luz, por exemplo. Você também não precisará de vendedores e nem se preocupar com a manutenção do site;
  • Outra vantagem para o pequeno empreendedor é que plataformas de venda como essas já dão todo o suporte necessário para os clientes e fazem o intermédio no caso de qualquer problema. O marketplace cuidará de todos os canais de comunicação, respondendo dúvidas e reclamações;
  • O dropshipping é interessante também para quem deseja ter um maior alcance de clientes. Ao vender por meio dele, você atingirá mais pessoas sem precisar investir em campanhas de marketing./
  • Uma das principais vantagens é poder oferecer uma grande cartela de produtos sem precisar realizar uma gestão de estoque. Assim, você pode vender diversos tipos de produtos e não precisa se preocupar em ter prejuízo de mercadoria parada, por exemplo;
  • A logística também não será um problema já que você poderá vender para todas as regiões em que tiver fornecedores e, assim, atingir um público muito maior;‍
  • Ao utilizar o dropshipping, você poderá fazer com que seu negócio escale de forma mais fácil, sem precisar duplicar ou triplicar o investimento, já que o estoque e a logística ficarão a cargo dos fornecedores.

Quais são os riscos do dropshipping?

Existem alguns riscos que o dropshipping pode trazer ao empreendedor. Mas com um bom planejamento e gestão, eles podem ser minimizados.

O principal risco está ligado, diretamente, à falta do controle de entrega dos produtos. As entregas podem se tornar um problema dependendo da disponibilidade do produto e também do local para qual será enviado. Isso impossibilita também a loja de acompanhar e rastrear a entrega do pedido.

O segundo ponto a destacar é a falta de integração e comunicação entre a loja virtual e o fornecedor, que pode gerar informações inconsistentes, resultando na falta de entendimento da disponibilidade dos produtos em estoques e, consequentemente, comprometendo a experiência do cliente.

Por essas razões é fundamental entender como funciona a integração de sistemas entre a loja e o fornecedor.

Como trabalhar com dropshipping?

Não é preciso necessariamente ter um e-commerce tão grande quanto a Amazon para saber como trabalhar com dropshipping. Mesmo os sites menores podem aderir a esse modelo. Veja algumas dicas:

Escolha o público-alvo

É importante segmentar as suas vendas. Claro que você pode vender de tudo um pouco, mas ter um público-alvo bem definido vai personalizar ainda mais a sua loja e tornar ainda melhor o atendimento e experiência do cliente.

Faça um plano de negócio

O plano de negócio é um documento essencial para definir estratégias que ajudem a alcançar os resultados. Nele, deve conter uma análise SWOT bem detalhada, levantando todos os pontos internos e externos da empresa.

Além disso, o plano de negócios também ajuda a entender melhor as pesquisas de mercado e a concorrência ligadas ao segmento.

Escolha de fornecedores

Para oferecer um bom atendimento para seus clientes é fundamental escolher bons fornecedores. Por isso, é preciso avaliar profundamente a qualidade dos produtos e seus métodos de entrega. Tudo deve estar de acordo com os padrões do seu e-commerce para evitar problemas para a sua marca e seu site.‍

Definição de faixa de preço

O seu público possui um perfil e um determinado poder aquisitivo, certo? Sendo assim, é preciso definir uma faixa de preço para que os fornecedores possam vender seus produtos em seu site de forma que o público seja atendido da melhor forma e com preços acessíveis.

Os preços de produtos semelhantes, por exemplo, não poderão variar tanto para que o consumidor tenha a possibilidade de adquiri-los sem precisar pesquisar muito, facilitando sua busca e sua experiência. Por isso, é essencial estabelecer uma boa estratégia de precificação.‍

Estoque de mercadorias

Também será preciso estabelecer um estoque mínimo com os seus fornecedores para que não haja problemas nas entregas. Afinal, o e-commerce será responsável por receber as reclamações, resolver os problemas com entregas em atraso e tudo o que envolve a gestão de clientes. Fique atento a todos os detalhes!

Crie um site

Para poder utilizar o dropshipping é essencial criar e saber como usar o seu site para alavancar ainda mais o negócio. Já que ele será o principal meio de contato entre você e seus clientes.

Quanto mais otimizado e dinâmico ele for, melhor será a experiência dos clientes. Por isso, além do design bem feito do site, seus produtos precisam de descrição contendo todas as informações que o consumidor precisa antes de comprar, assim você poderá fazer uma boa estratégia de SEO para seu produto.

Conte com a Omie para alavancar seu negócio

Utilizar bons softwares também vai fazer toda a diferença para aproveitar ainda mais o dropshipping. Eles visam facilitar a automatização dos processos de vendas e garantir que a gestão da loja seja feita de forma simples e descomplicada.

Com os processos facilitados, você tem mais tempo para focar em outras questões e consegue aumentar ainda mais a produtividade do seu negócio.

A Omie te oferece um sistema que integra sua loja aos maiores marketplaces do mercado, te ajudando a gerenciar e tornar suas vendas mais eficientes. Quer conhecer de perto essa solução? Conheça o Marketplace Omie e comece a trabalhar com dropshipping ainda hoje.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
O que é uma API representação
Entenda como uma API é essencial para fazer a gestão completa do seu negócio: tire suas dúvidas conosco!
importância da inteligência artificial
Este artigo explora a inteligência artificial, suas aplicações empresariais e benefícios, como automação de processos e análise de dados. Além
PIS: homem com mão no queixo
Conheça o que é PIS, seu funcionamento, benefícios e como garantir os direitos dos colaboradores da sua empresa.