O que é varejo? Entenda como funciona e as vantagens deste modelo de negócio!

Descubra o universo do varejo: funcionamento, tipos e vantagens. Saiba mais sobre esse tipo de comércio!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

No varejo, os produtos e serviços chegam diretamente às mãos dos consumidores finais. Desde grandes redes de supermercados até pequenas lojas de bairro, ele desempenha um papel muito importante na economia global.

Explorar como esse setor funciona dá uma compreensão mais profunda de como as transações comerciais acontecem, como os produtos são distribuídos e como as necessidades dos consumidores são atendidas.

Quer desvendar o que é o varejo, como funciona esse segmento, as vantagens e os segredos para o sucesso nesse ramo? Continue lendo e confira!

Banner conheça o sistema - gestão online

O que é varejo?

O varejo é um setor responsável por vender diretamente produtos e serviços aos consumidores finais. Ele engloba todas as etapas da comercialização, desde a aquisição dos produtos junto aos fabricantes ou fornecedores até a venda e entrega aos clientes.

Essa atividade pode ser realizada por meio de estabelecimentos físicos, como lojas, supermercados e farmácias, ou por canais online, como o e-commerce.

No varejo, ocorre a interação direta entre a empresa e o consumidor, possibilitando vendas B2B e B2C. Essa variedade de produtos e serviços oferecidos tem como objetivo atender às necessidades e desejos dos consumidores.

Dessa forma, o varejo exerce um papel fundamental na economia, impulsionando o consumo, gerando empregos e contribuindo para o crescimento dos negócios e do comércio.

Como funciona o varejo?

Nesse setor, os produtos percorrem um caminho até alcançarem os consumidores finais, e os varejistas desempenham um papel central nessa jornada. Atuando como intermediários entre fabricantes e consumidores, oferecem ampla variedade de produtos e serviços.

Na primeira fase de seu funcionamento, os varejistas estabelecem acordos de compra e venda, decidindo se irão adquirir produtos prontos para revenda ou se optarão por matéria-prima para produzir itens exclusivos.

Após a aquisição, os produtos são armazenados nos estabelecimentos ou centros de distribuição dos varejistas.

A gestão eficaz desses locais é essencial para garantir a disponibilidade dos produtos quando os consumidores os procurarem, além de cuidar do controle de qualidade e embalagem para assegurar a integridade dos produtos.

No varejo físico, a apresentação dos produtos influencia na experiência de compra dos consumidores. As lojas são projetadas de forma estratégica para atrair e envolver os clientes, permitindo que visualizem, toquem e avaliem os produtos antes de comprar.

Diferenças entre varejo e atacado

Varejo e atacado se diferenciam pelo público-alvo, volume de vendas, precificação, localização e relacionamento com o cliente:

  • Público-alvo: o varejo foca nos consumidores finais, enquanto o atacado vende para outras empresas ou varejistas, que compram grandes quantidades para revenda.
  • Volume de vendas: no varejo, as vendas são menores e direcionadas ao consumidor individual. No atacado, são em volumes maiores, atendendo a transações de grande escala.
  • Precificação: o varejo pratica preços unitários para pequenas quantidades, enquanto o atacado oferece preços mais baixos por unidade, devido aos grandes volumes.
  • Localização: lojas varejistas estão em áreas acessíveis aos consumidores, como centros comerciais e shoppings. Já os atacadistas ficam em áreas industriais ou próximos a centros de distribuição, devido ao espaço necessário para armazenamento.
  • Relacionamento com o cliente: no varejo, o contato é direto e focado no cliente final, permitindo atendimento personalizado. No atacado, o relacionamento é mais comercial, priorizando a negociação.

Essas diferenças ressaltam a importância de ambos na cadeia de distribuição, atendendo diferentes demandas do mercado e garantindo a disponibilidade dos produtos para os consumidores finais.

Exemplos práticos

No varejo, os produtos são vendidos diretamente aos consumidores finais, como uma loja de eletrônicos em um shopping vende smartphones e laptops individualmente. Já no atacado, vende-se em grandes volumes para outras empresas, a exemplo, um distribuidor de eletrônicos que vende lotes grandes de smartphones e laptops para lojas de varejo.

As vendas geralmente envolvem quantidades menores no varejo, como um consumidor individual compra 1 kg de arroz no supermercado. No atacado, as vendas são de grandes volumes, como um distribuidor de alimentos vende pacotes de arroz de 50 kg para restaurantes e hotéis.

As lojas de varejo estão tipicamente localizadas em áreas acessíveis aos consumidores, como centros comerciais ou áreas urbanas movimentadas. Por outro lado, os atacadistas tendem a estar localizados em áreas industriais ou próximos a centros de distribuição.

Vantagens do varejo

O varejo apresenta várias vantagens tanto para o consumidor quanto para o varejista. Ele oferece uma exposição significativa para os produtos e serviços, permitindo que grandes e pequenas marcas alcancem seu público-alvo.

Uma das grandes vantagens do varejo é a flexibilidade nas ofertas e estratégias de preços. Os proprietários de lojas têm liberdade para variar suas ofertas de acordo com as necessidades do público, adaptando-se às mudanças no mercado e possibilitando o planejamento de compras.

No varejo moderno, os consumidores desfrutam de um mecanismo de pagamento aprimorado, com opções como cartões de débito e crédito, pagamentos online, etc. Isso torna a experiência de compra mais conveniente e fácil.

Apesar das margens de lucro geralmente serem menores no varejo, há oportunidades significativas de aumentar a receita por meio de vendas em volume.

Essa abordagem permite que os varejistas compensem as margens estreitas com o aumento do volume de vendas, resultando em lucros a longo prazo.

Tipos de varejo

Há vários tipos de varejo disponíveis no comércio. Confira os principais:

  • Atacarejo;
  • Loja de departamento;
  • Canal Farma;
  • Loja de conveniência;
  • Mercado, supermercado e hipermercado;
  • Varejo alimentar;
  • Outlet;
  • Franquias;
  • Varejo de serviço.

Varejo online X varejo físico

O varejo online e o varejo físico representam dois modelos distintos de comércio, cada um com suas próprias características e vantagens.

Varejo online (e-commerce)

Os consumidores podem fazer compras a qualquer hora, de qualquer lugar, usando dispositivos como computadores, smartphones ou tablets. Não há restrições geográficas, o que amplia o alcance dos varejistas e o sucesso no varejo online.

Além disso, os clientes têm acesso a uma ampla variedade de produtos e marcas, além da capacidade de comparar preços entre diferentes fornecedores com facilidade.

Os algoritmos de recomendação também podem oferecer sugestões personalizadas com base no histórico de compras e preferências do cliente, aumentando as chances de vendas adicionais.

Empresas de e-commerce investem em sistemas eficientes de logística e entrega para garantir tempos de entrega rápidos e confiáveis no mercado varejista, muitas vezes oferecendo opções como entrega no mesmo dia ou entrega expressa.

Varejo físico

As lojas físicas oferecem uma experiência sensorial, onde os clientes podem ver, tocar, sentir e experimentar os produtos antes de comprar. Isso é particularmente importante para itens como roupas, calçados, cosméticos e eletrônicos.

Os vendedores nas lojas físicas têm a chance de fornecer assistência personalizada, responder a perguntas e fornecer recomendações, o que pode influenciar positivamente a decisão de compra do cliente.

Além disso, os consumidores podem obter os produtos imediatamente após a compra, sem a necessidade de esperar pela entrega. Isso é especialmente relevante para itens de consumo diário ou urgentes.

Como vender no varejo? Confira nossas dicas!

  • Conheça seu público-alvo: entenda as necessidades e preferências dos seus clientes para oferecer produtos e serviços que atendam às suas demandas.
  • Invista na apresentação da loja: mantenha-a, organizada e visualmente atraente para criar uma boa impressão nos clientes.
  • Ofereça um excelente atendimento ao cliente: treine sua equipe para fornecer um atendimento personalizado e eficiente, garantindo uma experiência positiva para os clientes.
  • Utilize um software de gestão para loja de varejo: opte por um software para loja de varejo que ajude a gerenciar seu estoque, controlar as vendas, acompanhar as finanças e facilitar outras operações do seu negócio, como um ERP para varejo.
  • Esteja presente online: tenha um site ou presença em redes sociais para alcançar um público maior e divulgar suas ofertas e promoções.
  • Promova suas ofertas: utilize estratégias de marketing para promover suas promoções e atrair clientes para sua loja.
  • Saiba as tendências do mercado: esteja atento às mudanças no mercado varejista e adapte-se às tendências para manter sua loja competitiva.

Otimize a gestão do seu varejo

Oferecendo variedade de produtos, atendimento personalizado e uma experiência de compra superior, o varejo se destaca como um setor fundamental para o sucesso empresarial em um mercado competitivo.

Compreender seu funcionamento e vantagens permite desenvolver estratégias eficazes para atender às necessidades dos consumidores, criar relacionamentos duradouros e sustentar o crescimento dos negócios.

Para impulsionar ainda mais o seu negócio, conheça o ERP para empresas da Omie que vai facilitar o seu negócio. Com um sistema integrado e intuitivo, você poderá gerenciar seu empreendimento de varejo com eficácia.

Banner experimente - reduza os custos e ganhe mais eficiência em suas operações

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Marketing para pet shop
Saiba como o marketing para pet shop pode transformar seu negócio no ramo. Dicas práticas e eficazes para melhorar a
A importância da gestão comercial
Saiba mais sobre a gestão comercial, como ela funciona, sua importância e porque o seu negócio deve adotar essa prática.
conheça os principais de indicadores de vendas
De leads a lucros: saiba como medir e melhorar seu desempenho com 8 indicadores de vendas.