O que é a competitividade empresarial e quais os principais elementos

Conheça exemplos de competitividade empresarial, o que é, além das principais tendências neste ano. Explore dicas eficientes!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Mais do que apenas sobreviver no mercado, as organizações precisam criar estratégias para destacar seus produtos e serviços e tornar-se referência entre os consumidores no seu nicho de atuação. Nesse sentido, os gestores devem ter foco na competitividade empresarial.

Dessa forma, é importante entender a fundo esse conceito e seus principais elementos para modificar ou aperfeiçoar suas práticas e processos internos e sair na frente das empresas concorrentes.

Aprenda o que é diferencial competitivo no universo empresarial e como alcançar essa vantagem no mercado. Acompanhe o artigo a seguir e comece a colocar em ação as práticas hoje mesmo!

O que é competitividade empresarial?

É como as empresas concorrem entre si para se destacar no mercado e ser a opção preferida pelos consumidores. Nesse contexto, é importante ter como objetivo sempre aperfeiçoar produtos e serviços, de forma a oferecer algo diferenciado para o público.

A competitividade empresarial deve ser vista pelos gestores como uma força que impulsiona para o crescimento do negócio, tornando a empresa relevante em seu segmento.

Então, é fundamental fazer a análise da concorrência para entender o posicionamento de outras empresas do mesmo nicho e seus diferenciais de produtos e serviços para saber como o seu negócio pode superar esses aspectos e ser uma referência no mercado.

Um exemplo é a popularização dos serviços de streaming de vídeo, como Netflix, que impulsionou a Globo, uma emissora de TV aberta, a também oferecer seu serviço próprio nesse nicho.

Conceito de competitividade empresarial

Competitividade empresarial transcende simplesmente oferecer produtos ou serviços. Envolve entender as demandas dos clientes e entregar soluções que não apenas atendam, mas excedam suas expectativas. 

Isso pode se manifestar por meio de produtos inovadores, experiências excepcionais para o cliente e um suporte ao cliente diferenciado.

Entenda a importância da competitividade para as empresas

Em um primeiro momento, pode passar a impressão de que a concorrência entre as empresas é algo negativo, em que uma toma o lugar da outra no mercado.

No entanto, os gestores devem ter em mente que a disputa com outros negócios é importante porque incentiva o desenvolvimento de novos produtos ou serviços, mudanças em processos, práticas e políticas internas, melhorias no atendimento ao público, entre outros aspectos.

Por exemplo: sua empresa pode utilizar processos mais limpos na produção, reduzindo os resíduos gerados. Voltada para a sustentabilidade, essa prática pode fazer o negócio sair na frente dos outros, afinal, o público tende a valorizar o empreendedorismo sustentável.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Benefícios gerados pela competitividade empresarial

Entenda abaixo por que é importante ter como foco a busca pela vantagem competitiva no mercado!

Incentiva a inovação

Quando se fala em competitividade empresarial, é necessário desenvolver produtos e serviços que atendam a necessidade do seu público-alvo.

Para isso, o melhor caminho é inovar, ou seja, oferecer soluções diferenciadas que os outros negócios do mesmo nicho não oferecem. 

A inovação está relacionada a acompanhar as tendências da sua área de atuação, renovar a sua estrutura tecnológica, além de contar com os melhores talentos.

Estimula o desenvolvimento de produtos e serviços

Além de inovar, oferecendo algo novo ao mercado, a disputa de espaço entre as empresas exige o aperfeiçoamento constante de produtos e serviços para não apenas se igualar à concorrência, mas também superá-las, tornando-se a marca número um dos clientes.

Melhora a qualidade dos produtos e serviços

Como você pode ver, com a competitividade entre as organizações, os gestores têm um contexto em que não há espaço para o comodismo: é preciso olhar para o cenário interno e externo para saber quais melhorias e mudanças devem ser feitas no negócio.

Pode ser necessário, por exemplo, substituir a tecnologia utilizada para reduzir os erros nos processos ou valorizar mais a equipe para que todos possam se engajar, trabalhar mais motivados e até mesmo oferecer um melhor atendimento aos seus clientes.

Tudo isso, certamente, vai melhorar a qualidade dos produtos e serviços do seu negócio, impactando no aumento das vendas.

Fomenta a fidelidade dos clientes

Quando os esforços da empresa se voltam para se tornar uma referência em seu nicho, investindo na inovação, qualidade e aprimoramento do que oferece ao mercado, passa a ser bem-vista pelo público.

Assim, além de atrair mais pessoas para conhecer os seus serviços, você passa a fidelizar seus clientes e pode crescer ainda mais em seu segmento.

Conheça os 4 elementos da competitividade empresarial

Para tornar sua empresa competitiva no mercado, é preciso ter atenção a 4 elementos. Confira!

1. Capital humano

Pode parecer uma frase clichê, mas as empresas são formadas por pessoas, por isso é importante investir nas equipes. Isso pode ser feito de diferentes formas:

  • processos seletivos que saibam encontrar profissionais que se identifiquem com a cultura do negócio;
  • liderança forte e motivadora;
  • clima organizacional saudável;
  • valorização dos colaboradores, oferecendo remunerações atrativas, planos de carreira e benefícios;
  • comunicação efetiva no ambiente de trabalho, com a troca de feedbacks;
  • treinamentos para qualificar e manter seu time atualizado.

Desse modo, você conta com uma equipe coesa, que atua pelos mesmos objetivos e que tem qualidade de vida no trabalho. Além disso, oferece um ambiente leve, que valoriza o potencial e criatividade de cada um, incentivando a inovação.

2. Inovação

É preciso falar mais uma vez em inovação, pois esse fator levará sua empresa a ganhar a disputa com outros negócios do mesmo ramo.

Então, acompanhe as novidades do seu nicho em eventos e publicações (inclusive internacionais) para que sua empresa possa se antecipar às concorrentes e sair na frente, ganhando a preferência dos clientes.

3. Relacionamento

É necessário se aproximar do seu cliente para conhecer seu estilo de vida, perfil e necessidades e isso pode ser feito com uma presença forte nas redes sociais, que permite uma interatividade próxima com o público.

Mas, o mais importante é manter um relacionamento constante e humanizado com o cliente, especialmente no pós-venda, abrindo diferentes canais de comunicação, como e-mail, WhatsApp, telefone ou chat. Assim, ele pode tirar dúvidas e resolver problemas, voltando a comprar com a sua empresa.

4. Organização

Por fim, a empresa deve investir em infraestrutura física e tecnológica para organizar e agilizar os processos, aumentando a produtividade e a qualidade dos produtos e serviços.

Como ser competitivo no mercado e se destacar dos concorrentes

Que tal colocar em prática ações para ter uma vantagem competitiva frente aos outros negócios do mesmo nicho? Veja abaixo!

Entenda o seu público-alvo e o mercado em que atua

É fundamental fazer pesquisas junto ao público para observar o que eles realmente precisam, a fim de que seu time possa se empenhar no desenvolvimento de produtos e serviços que atendam essa demanda do mercado.

Analise também o seu segmento para que você possa aproveitar as oportunidades, melhorando seus produtos ou oferecendo algo novo aos consumidores.

Tenha uma excelente proposta de valor

É preciso investir não apenas na qualidade dos produtos e serviços, mas ter uma política de responsabilidade social para que sua marca seja escolhida, mesmo que o preço seja maior do que os da concorrência. Estamos falando de agregar valor ao que você vende.

Coloque o cliente no centro das suas ações

Ofereça uma boa experiência ao seu cliente desde o momento em que ele demonstra interesse por sua marca até o pós-venda, seja em lojas físicas ou no ambiente virtual.

Busque ser inovador

Incentive sua equipe a ser criativa para trazer e discutir novas ideias e pensar em formas de desenvolver novos produtos ou serviços. Ou seja, coloque em prática a cultura da inovação na empresa para que você possa ficar mais perto de conquistar o primeiro lugar no seu nicho de mercado.

Qualifique seus colaboradores

Desenvolva os talentos da sua empresa, oferecendo cursos e treinamentos. Dessa forma, eles acompanham as tendências da sua área e podem propor soluções, fazendo sua empresa se tornar líder do setor.

Mensure os dados

Por último, tenha atenção aos números da sua empresa, acompanhando com planilhas ou softwares de gestão – uma opção mais intuitiva e vantajosa.

Ao fazer esse tipo de monitoramento, seja de vendas, taxa de satisfação de público, aquisição de novos clientes, entre outros dados, você consegue saber se está no caminho certo ou se é preciso modificar sua estratégia.

Inclusive, a gestão de indicadores de desempenho (KPIs) é importante. Monitorar de perto métricas relevantes, como taxa de conversão, satisfação do cliente e eficiência operacional, permite uma avaliação contínua e orientada por dados, possibilitando ajustes estratégicos para manter a vantagem competitiva.

Tendências empresariais para elevar a competitividade em diferentes segmentos

A prática da competitividade no mercado por meio da experiência do cliente envolve estratégias que não apenas atendam às necessidades do consumidor, mas também antecipem e superem suas expectativas. 

1. Personalização da experiência

Exemplo Spotify: algoritmos de personalização

Empresas como o Spotify aprimoram a experiência dos usuários por meio de algoritmos avançados. 

Esses algoritmos analisam o histórico de reprodução, preferências musicais, comportamento de busca e até mesmo o contexto temporal para sugerir playlists personalizadas. 

Ao compreender os gostos musicais de forma individual, o Spotify mantém os usuários engajados, oferecendo uma experiência altamente personalizada.

2. Coleta e utilização de feedback

Airbnb: melhorias contínuas com base no feedback do cliente

A coleta e análise de feedback dos clientes são fundamentais para empresas que desejam aprimorar seus serviços. A Airbnb, por exemplo, utiliza feedbacks dos hóspedes e anfitriões para identificar pontos de melhoria em sua plataforma. 

Esses insights orientam a implementação de novos recursos, melhorias na interface do usuário e aprimoramento dos processos, garantindo uma experiência mais satisfatória para ambas as partes.

3. Estratégias de engajamento e comunicação

Netflix: conteúdo personalizado e comunicação direcionada

A Netflix é conhecida por sua abordagem personalizada na recomendação de conteúdo. 

Ainda, a plataforma mantém uma comunicação direcionada com os usuários, compartilhando informações sobre novos lançamentos, séries e filmes baseados nas preferências individuais de cada usuário. 

Essa estratégia de engajamento cria laços mais fortes com os assinantes, aumentando sua fidelidade à marca.

4. Experiência omnichannel

Amazon: integração de canais de vendas

A Amazon oferece uma experiência omnichannel, integrando perfeitamente os diferentes canais de vendas. Isso permite que os clientes transitem sem esforço da navegação online para a loja física e vice-versa. 

A sincronização dos dados do cliente e a consistência na experiência em todos os canais fortalecem a fidelização do cliente.

5. Personalização de produtos e serviços

Nike: customização de produtos

Empresas como a Nike permitem que os clientes personalizem seus produtos, desde a escolha de cores até a customização de design. 

Essa abordagem não apenas atende à preferência individual, mas também gera um senso de propriedade e exclusividade, aumentando o valor percebido do produto para o cliente.

Riscos de não garantir diferenciais competitivos

Perda de relevância e oportunidades de mercado

1. Estagnação diante das mudanças de mercado: empresas que não se adaptam às mudanças de demanda, tecnologia e preferências dos consumidores correm o risco de ficar estagnadas. Um exemplo é a Nokia, que, apesar de dominar o mercado de celulares, falhou em se adaptar rapidamente ao surgimento de smartphones com touchscreen e sistemas operacionais mais avançados. Essa falta de adaptação levou à perda significativa de participação de mercado.

2. Perda de relevância e conexão com o cliente: ignorar as preferências do cliente pode resultar na perda da conexão emocional e racional que eles têm com a marca. Se uma empresa não evolui para atender às necessidades e expectativas do seu público-alvo, os consumidores podem migrar para concorrentes que oferecem soluções mais alinhadas com seus desejos e exigências.

Impactos na competitividade e lucratividade

1. Queda na competitividade: a falta de diferenciação pode levar a uma queda na competitividade, com a empresa se tornando apenas mais uma opção no mercado, sem conseguir se destacar diante dos concorrentes.

2. Prejuízos financeiros: não acompanhar as tendências e não inovar pode gerar prejuízos financeiros. Investir em tecnologias ultrapassadas ou em produtos e serviços que não atendem mais às demandas do mercado pode resultar em baixas vendas e, consequentemente, em impactos financeiros negativos.

Declínio da marca e credibilidade

1. Declínio na reputação da marca: a falta de diferenciais competitivos pode levar a uma diminuição na percepção de valor da marca perante os consumidores. Isso mina a confiança e lealdade dos clientes, afetando a reputação da empresa.

2. Dificuldade na recuperação: uma vez que a empresa perde terreno para seus concorrentes devido à falta de inovação e diferenciação, pode ser desafiador recuperar essa posição no mercado, pois outras marcas já terão ocupado esse espaço com soluções mais atualizadas e relevantes.

Como um sistema de gestão empresarial pode tornar sua empresa mais competitiva?

Para que a sua empresa seja destaque no segmento em que atua, é importante fazer uma boa gestão, integrando os setores, vendas e processos em uma única plataforma. 

Nesse sentido, a solução é contar com um sistema ERP (Enterprise Resource Planning) ou sistema de gestão empresarial.

Você passa a contar com uma ferramenta para compartilhar dados e fazer um organograma empresarial de seus processos, aumentando a produtividade e qualidade dos serviços prestados. Tudo isso com segurança, suporte de qualidade e preços acessíveis.

Aplicação do ERP na gestão de relacionamento com o cliente (CRM)

  • Centralização das informações dos clientes: ao integrar o CRM ao ERP, todas as interações e informações sobre os clientes são armazenadas de maneira centralizada, facilitando o acesso e oferecendo uma visão completa do relacionamento com o cliente.
  • Análise e personalização: através dos dados coletados, as empresas podem analisar comportamentos e preferências dos clientes, personalizando ofertas e serviços de acordo com suas necessidades.
  • Melhoria contínua do atendimento: ao registrar interações e feedbacks dos clientes, as empresas podem identificar áreas de melhoria no atendimento e nos produtos/serviços oferecidos.

Otimização da cadeia de suprimentos e operações

  • Controle de estoque e produção: um ERP integrado permite um controle mais preciso do estoque e da produção, evitando excesso ou falta de produtos.
  • Gestão financeira integrada: ao integrar as informações financeiras ao sistema ERP, as empresas podem monitorar custos, receitas e outros aspectos financeiros em tempo real.
  • Planejamento estratégico: o ERP fornece dados que permitem um planejamento estratégico mais preciso, ajudando na definição de metas e na identificação de oportunidades de melhoria.

Alta competitividade com tecnologia! 

Ao unir diferentes áreas e oferecer uma visão integrada do negócio, o ERP não apenas melhora a eficiência operacional, mas também fortalece a capacidade de resposta às demandas do mercado. 

A integração do CRM, a otimização da cadeia de suprimentos e a análise de dados são elementos-chave que impulsionam a competitividade, permitindo tomadas de decisão mais ágeis e estratégicas.

Para explorar todo o potencial do ERP na sua empresa, conheça mais sobre as soluções oferecidas pela Omie. Invista na inovação tecnológica e fortaleça a competitividade do seu negócio no mercado atual.

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
remarketing
Entenda como o remarketing pode ajudar a conquistar e fidelizar clientes.
Descubra como criar um site profissional do zero e impulsionar seu negócio. Confira o passo a passo.
gestão de clientes
Entenda como as estratégias de gestão de clientes vão impulsionar o seu negócio.