O que é a queima de estoque e quando pode ser utilizada

Esse post aborda a queima de estoque e quando pode ser utilizada para obter os melhores resultados
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Para lojistas brasileiros, não é incomum que boa parte dos seus produtos fiquem estagnados nas prateleiras, ou seja, não vendam na quantidade esperada. Isso pode se dar por maus momentos na economia ou por não ser uma data oportuna para o varejo, como dias comemorativos. Uma alternativa para esse problema é a queima de estoque, que visa estimular o capital de giro dos produtos.

Nesse conteúdo, vamos abordar mais a fundo sobre o que é a queima de estoque e as melhores formas de colocá-la em prática, com toda a preparação e planejamento que essa prática requer. Não deixe de acompanhar!

O que é queima de estoque?

A queima de estoque é uma estratégia utilizada por lojas para reduzir seu estoque, com ações promocionais que visam colocar determinados produtos ou até mesmo todo o seu inventário em movimento.

Segundo pesquisa da FecomercioSP, em maio de 2023, cerca de 42% dos empresários consideram seu estoque inadequado, sendo o nível de inadequação 5,6% pior quando comparado ao mesmo período no ano de 2022. Isso demonstra que muitas empresas possuem um estoque maior do que gostariam, com muitos produtos parados nas prateleiras, e que não sabem como resolver esse problema.

Em meio a esse cenário, a queima de estoque é uma alternativa que pode ser utilizada e costuma ter resultados muito positivos, já que por meio dela é possível:

  • aumentar o nível de rotatividade do estoque, 
  • conquistar mais clientes, 
  • além de aumentar o ticket médio das vendas.

Existem diversas estratégias que podem ser utilizadas na queima de estoque, e todo esse processo deve ser feito por meio de análises e planejamento específicos para cada tipo de empresa, levando em conta seu porte, público-alvo e objetivos.

Uma boa gestão de estoque também é indispensável para avaliar todas essas particularidades e entender bem quais estratégias devem ser utilizadas para obter os resultados esperados em cada caso.

Algumas das estratégias que podem ser utilizadas na queima de estoque são:

  • Oferecer cupons de desconto;
  • Criar promoções do tipo compre 1 leve 2;
  • Promover a redução de preços de produtos em determinadas linhas;
  • Criar estratégias de desconto progressivo, como o desconto por indicação, desconto relâmpago, entre outros.

Quais as vantagens da queima de estoque?

A queima de estoque é uma alternativa ideal para garantir uma maior rotatividade de produtos, o que seria sinônimo de dinheiro parado para a empresa. Além disso, é uma ótima oportunidade de estimular o capital de giro e possibilitar o investimento em novos itens e coleções.

Outra vantagem da queima de estoque é que essa estratégia diminui consideravelmente o risco de perda de produtos, já que evita que passem mais tempo do que deveriam estocados e sem uso. De forma geral, é uma ótima maneira de garantir sustentabilidade e diversidade de produtos para a empresa, evitando o desperdício e consequentemente o prejuízo.

Como fazer uma ação de queima de estoque?

Como dito anteriormente, cada empresa deve elaborar estratégias que condizem com suas especificidades, como porte e público-alvo. Porém, existem alguns pontos de atenção que devem ser levados em consideração em todo caso, como por exemplo:

Planeje

Em primeiro lugar, é necessário desenvolver um plano de ação com planejamento estratégico, garantindo que a queima de estoque trará resultados positivos, e não o contrário. É preciso definir quais produtos deverão entrar em promoção, devendo-se dar prioridade àqueles com maior quantidade e tempo de estoque, além de evitar incluir produtos recém-lançados.

Além disso, é importante saber calcular a porcentagem dos descontos oferecidos, tendo cuidado para não colocar em risco a rentabilidade do negócio. Para isso, deve ser levado em conta não só o custo do produto, mas os gastos da empresa com logística e impostos, por exemplo.

Identifique oportunidades

Outro ponto importante é saber qual o melhor momento de vender seus produtos, aproveitando as datas favoráveis para o comércio. Uma boa maneira de fazer isso é montando um calendário de vendas, sempre promovendo ações que considerem datas comemorativas relevantes, como Natal, Dia das Mães, Black Friday, Dia dos Namorados, entre outros.

Além disso, vale levar em conta também datas em que o público geralmente tem mais dinheiro, como início do mês e 13º salário. Isso ajuda a impulsionar ainda mais as vendas e garante resultados melhores durante a queima de estoque.

Estabeleça início e fim da promoção

Outro ponto importante é estabelecer um prazo para as promoções, que pode ser de um dia, uma semana, ou até o estoque acabar, por exemplo. Se a promoção se estender por muito tempo, pode perder o caráter imediatista, e fazer com que desperte menos interesse no público.

Se a marca obtiver ótimos resultados e decidir estender a promoção além do prazo inicial, isso deve ser comunicado com antecedência ao consumidor, para que ele não se sinta lesado e perca a confiança na marca.

Organize diferentes ações

Sua forma de se comunicar com o público tem impacto direto no sucesso da queima de estoque, e por esse motivo é importante diversificar os modelos promocionais para torná-los mais interessantes e tentadores.

Algumas estratégias para isso são montar kits de produtos, que aumentam o desconto de acordo com o grupo de itens, descontos progressivos, sempre considerando a rentabilidade da empresa, além de brindes para compras acima de determinado valor.

Esses são só alguns exemplos de estratégias que tendem a aumentar o interesse do público, use sua imaginação e conhecimento do seu público-alvo e desenvolva propostas criativas que se adéquem a ele e a seu tipo de empresa!

Qual o melhor momento para fazer queima de estoque?

Não existe uma data específica para fazer a queima de estoque, mas é importante fazer uma boa gestão de dados para obter um panorama mais exato da empresa e decidir quando ela pode se beneficiar de uma estratégia como essa.

Alguns pontos devem ser considerados, como:

  • a quantidade de produtos parados no estoque, 
  • produtos que estão próximos do vencimento ou que saíram de moda, 
  • datas comemorativas,
  • oportunidades de renovação de estoque.

Crie estratégias para contornar os desafios da sua empresa

A queima de estoque é uma ótima forma de maximizar os ganhos da empresa, garantindo estabilidade na venda de produtos e evitando desperdícios.

Ter um bom controle de estoque é crucial para o sucesso de qualquer empresa, e é importante que cada negócio conheça bem o seu público e quais objetivos deseja alcançar, para então desenvolver um bom planejamento para a queima de estoque.

Para ter acesso a ainda mais dicas e ferramentas de empreendedorismo e gestão inteligente, sempre tendo em vista os melhores resultados possíveis para a sua empresa, não deixe de acompanhar as soluções da Omie!

banner cta empreendedor

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
o que é packing: mulher segurando caixa em esteira
Packing eficiente é a chave para melhorar suas entregas. Entenda como ele funciona na logística e veja como otimizar suas
paletização o que é e quais os tipos
Entenda mais sobre a paletização, seus tipos, vantagens e como fazer esse processo na sua empresa.
Tipos de estoque: Homem colocando caixa em prateleira
Em dúvidas sobre como organizar o estoque da sua empresa? Conheça os tipos de estoque e entenda como escolher a