Frete Fob: entenda o que é e quais os benefícios de usar

O frete FOB é um termo logístico que oferece maior controle e flexibilidade na gestão da logística empresarial do seu negócio.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O frete FOB não é apenas uma sigla, mas sim uma estratégia logística que pode impactar diretamente a eficiência e os custos do seu empreendimento. Por isso, é importante compreender como essa modalidade funciona, e como pode ser uma aliada poderosa para o crescimento e sucesso do seu negócio.

Neste artigo, vamos explorar o significado e os benefícios do Frete FOB e, se você está buscando otimizar suas operações e reduzir despesas, continue lendo para descobrir como este frete pode ser uma peça fundamental no quebra-cabeça logístico da sua empresa.

Banner - da gestão financeira à organização de contratos

Afinal, o que é frete FOB?

Frete FOB é um termo que vem da sigla em inglês “free on board”, que significa “livre a bordo”.

Significa que toda a responsabilidade pelo transporte da mercadoria é do cliente, incluindo os riscos e os custos extras envolvidos. Ou seja, o vendedor é responsável pelo transporte da mercadoria até o ponto de embarque designado, enquanto o comprador assume os custos e riscos a partir desse ponto. Por causa disso, costuma ser mais vantajoso para o vendedor.

Na maioria das vezes, é realizado nas vendas B2B, quando empresas compram e vendem produtos para outras empresas.

Qual a diferença entre frete CIF e FOB?

O frete CIF, derivado de “cost, insurance and freight” em inglês, significa na tradução livre “custo, seguro e frete”. Implica que o vendedor assume os custos totais do transporte da mercadoria. Em contraste, o frete FOB transfere a responsabilidade dos custos de transporte para o comprador.

Além da diferença nos custos, as modalidades divergem em relação à sua organização e inclusão nos preços:

Custos

No CIF os custos de transporte estão inclusos no valor total da mercadoria, enquanto no FOB, tais despesas são assumidas pelo comprador, não estando embutidas no preço.

Indicação

FOB é geralmente preferido em transações comerciais entre empresas, pois o destinatário é responsável pela organização do frete, ao passo que CIF é mais adequado para modelos de negócios B2C, pois o embarcador é encarregado da logística.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Como funciona o frete FOB?

O frete FOB opera com base na divisão de responsabilidades e custos entre o vendedor e o comprador, conforme estabelecido nos termos do contrato de venda.

Nesse modelo, o vendedor é responsável por entregar as mercadorias até o ponto de embarque designado, onde elas serão carregadas no meio de transporte escolhido.

A partir desse ponto, a responsabilidade e os custos de transporte passam para o comprador. Isso significa que o comprador assume o controle da logística, escolhendo a transportadora e arcando com os custos de transporte até o destino final.

Essa divisão clara de responsabilidades e custos oferece flexibilidade e transparência para ambas as partes envolvidas na transação.

Quais as vantagens do frete FOB?

Até aqui, você já deve ter percebido que o FOB é um dos tipos de frete que oferece diversas vantagens. Vamos ver quais são elas:

  1. Controle de custos

    O comprador tem mais controle sobre os custos de transporte, podendo negociar tarifas mais competitivas com transportadoras e escolher a melhor opção de frete de acordo com suas necessidades e orçamento.

  2. Flexibilidade logística

    Como o comprador é responsável pela organização do transporte, ele tem maior flexibilidade para escolher a rota, o modo de transporte e o cronograma de entrega que melhor atendam às suas necessidades e prazos.

  3. Transparência nos custos

    Os custos de transporte são separados do preço da mercadoria, o que proporciona uma maior transparência nos custos totais da transação e permite uma melhor avaliação do valor real do produto.

  4. Maior responsabilidade

    O comprador assume a responsabilidade pelo transporte da mercadoria a partir do ponto de embarque, o que pode incentivar uma gestão mais cuidadosa e eficiente da logística para garantir a entrega segura e oportuna dos produtos.

  5. Redução de custos ocultos

    Como os custos de transporte não estão incluídos no preço da mercadoria, o comprador pode evitar surpresas desagradáveis ​​relacionadas a custos ocultos, como taxas extras ou sobretaxas de transporte.

    Em suma, o frete FOB oferece ao comprador maior controle, flexibilidade e transparência nos custos de transporte, ajudando a otimizar a logística e reduzir os custos operacionais.

Quem paga o frete FOB?

No frete FOB, os custos do frete são geralmente pagos pelo comprador. O vendedor é responsável apenas por organizar e custear o transporte das mercadorias até o porto de embarque designado. Isso inclui o transporte terrestre ou interno necessário para levar as mercadorias até o porto. 

Porém, assim que as mercadorias são carregadas a bordo do navio no porto de embarque, os riscos e custos relacionados à carga e descarga de mercadoria são transferidos para o comprador. Isso significa que o comprador é responsável pelos custos do transporte marítimo, seguro, taxas portuárias, despesas aduaneiras e quaisquer outros encargos associados à entrega das mercadorias no destino final.

Esses detalhes e a nacionalização de produtos fazem toda a diferença, pois influencia na definição do ponto de origem das mercadorias, afetando assim a responsabilidade e os custos de transporte entre o vendedor e o comprador.

Como calcular o frete FOB?

Calcular o frete FOB é um processo multifacetado que leva em conta diversos elementos, desde a distância entre o ponto de origem e o porto de embarque até as características das mercadorias e os termos negociados entre o comprador e o vendedor.

Aqui estão algumas etapas fundamentais para auxiliar nesse cálculo:

  1. Identifique a origem e o destino: primeiramente, é essencial determinar o local de origem das mercadorias e o porto de embarque designado, bem como o destino final da carga;
  2. Avalie as características das mercadorias: analise o peso, as dimensões e a fragilidade das mercadorias, pois esses fatores influenciarão diretamente no cálculo do frete;
  3. Pesquise as tarifas de frete: realize uma pesquisa minuciosa para encontrar as tarifas de frete oferecidas pelas transportadoras ou empresas de logística, levando em consideração a distância a ser percorrida e o tipo de carga;
  4. Considere os custos adicionais: além das taxas de frete padrão, leve em conta outros custos adicionais, como seguro de carga, taxas portuárias, taxas de armazenagem e despesas de documentação;
  5. Negocie os termos: sempre busque negociar os termos do contrato de venda, incluindo os detalhes específicos do frete FOB, como a divisão de responsabilidades e custos entre o vendedor e o comprador, de forma a garantir uma transação justa e transparente para ambas as partes.

Ao seguir essas etapas e considerar todos os aspectos envolvidos, é possível calcular o frete FOB de maneira mais precisa e eficiente, contribuindo para uma gestão de frete mais eficaz e para a redução de custos operacionais.

O frete FOB e nota fiscal

Como o frete FOB não é embutido no preço dos produtos, ele deve ter o valor especificado na nota fiscal.

Quando esse tipo de frete é indicado no local certo, já fará parte da composição da base de cálculo de tributos, como:

      • Programa de Integração Social (PIS);
      • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
      • Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (ICMS);
      • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

Por isso, é indispensável que você saiba como emitir nota fiscal do jeito correto.

Quando a modalidade de frete FOB é indicada?

O frete FOB é comumente utilizado em transações comerciais internacionais B2B, especialmente no comércio marítimo. Mas é importante que você, considere algumas situações antes de validar que esse é o melhor modelo de frete a ser escolhido:

Exportação de mercadorias

Se a sua empresa vai exportar mercadorias para outro país, o frete FOB pode ser uma opção interessante. Afinal, ele permite que você tenha menos encargos na hora de realizar o transporte, cuidando apenas dos encargos necessários para a entrega da mercadoria no porto.

Negociação de preços

O frete FOB pode ser uma escolha interessante quando você deseja negociar preços e termos de transporte separadamente do preço das mercadorias. Isso permite maior flexibilidade e controle na negociação global, uma vez que você, enquanto vendedor, pode buscar a melhor oferta de frete e seguro, bem como buscar condições comerciais mais favoráveis.

Consolidação de cargas

Se você estiver numa posição de comprador e quiser importar várias remessas de diferentes fornecedores, o frete FOB pode servir para consolidar as cargas em um único envio. Isso pode resultar em economias de custo significativas, já que você pode negociar tarifas de frete em volume e simplificar os processos aduaneiros.

No entanto, é essencial considerar outros fatores, como a natureza das mercadorias, a localização geográfica, as regulamentações aduaneiras e as condições do mercado antes de decidir usar o frete FOB. É recomendável consultar especialistas em comércio internacional ou agentes de carga para obter aconselhamento personalizado com base nas suas necessidades específicas.

Quem contrata o frete FOB?

O frete FOB é contratado pelo comprador da mercadoria. Quando o acordo de venda é estabelecido com termos FOB, é responsabilidade do comprador organizar e pagar pelo transporte das mercadorias do local de origem até o destino final.

O vendedor, por sua vez, é responsável por entregar as mercadorias até o ponto de embarque designado. Assim, o comprador tem o controle sobre a logística e o custo do transporte, enquanto o vendedor assume a responsabilidade até o ponto de embarque.

Ainda com dúvidas?

Confira as principais dúvidas sobre o frete FOB.

Como é cobrado o frete FOB?

O frete FOB é cobrado pelo transportador escolhido pelo comprador, sendo este responsável por organizar e pagar pelos serviços de transporte das mercadorias do ponto de origem até o destino final.

Como saber o valor do frete FOB?

Para saber o valor do frete FOB, é necessário contatar transportadoras para obter cotações com base na origem, destino, peso e características da carga.

O que compõe o frete FOB?

O frete FOB é composto pelos custos de transporte da mercadoria até o ponto de embarque designado, bem como quaisquer taxas ou despesas relacionadas à preparação e carregamento da carga no meio de transporte.

Como escolher entre frete CIF e FOB?

Para escolher entre frete CIF e FOB, considere se deseja maior controle e flexibilidade sobre o transporte (FOB) ou preferência por uma solução mais conveniente e inclusiva de custos (CIF).

Frete FOB: escolha inteligente na logística empresarial

Agora que você já entendeu o que é frete FOB, quem paga e seu impacto nas operações comerciais, torna-se evidente a importância de entender e considerar cuidadosamente as opções logísticas disponíveis.

Com a flexibilidade e transparência oferecidas pelo frete FOB, pode-se tomar decisões mais informadas e estratégicas para otimizar sua cadeia de suprimentos e reduzir custos.

Se você está em busca de simplificar e aprimorar sua gestão empresarial, explore as soluções modernas oferecidas pela Omie, que podem potencializar seus processos e impulsionar o crescimento do seu negócio. Entre em contato com nossos consultores e descubra todas as funcionalidades do sistema ERP Omie.

Banner experimente - reduza os custos e ganhe mais eficiência em suas operações

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
estoquistas vendo dicas de controle de estoque
Como fazer o controle de estoque para sua empresa de forma objetiva, eficiente e os principais cuidados que você deve
Impostos sobre Produtos Importados: TAX
Desvende os segredos dos impostos sobre produtos importados e aprenda a calcular de forma simplificada.
OTIF: gestão de logística.
Conheça indicador que promove economia e eficácia