Sistema de Gestão: o que é e por que usar na sua empresa

Saiba quais as vantagens do Sistema de Gestão e sua essencialidade para empresas. Aumente eficiência, otimize processos e alcance o sucesso empresarial com esta poderosa ferramenta de gestão.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O sistema de gestão é conhecido por ajudar a organizar todas as tarefas de uma empresa e, por isso, ele é visto como um automatizador e otimizador de processos de trabalho. Principalmente quando as tarefas são feitas por números enxutos de funcionários.

Para que você saiba tudo sobre o sistema de gestão, como é seu funcionamento, sua função e as principais vantagens em ter um, fizemos este artigo completo com todas as informações necessárias. 

Essa é uma ótima oportunidade para você acelerar os seus resultados e otimizar processos. Confira!

O que é sistema de gestão?

Um sistema de gestão é um programa voltado para gerenciamento de tarefas dentro de um negócio. Ele é essencial para empresas de pequeno, médio e grande portes e pode otimizar diferentes processos do dia a dia.

Através desse software de gestão empresarial, é possível automatizar tarefas, facilitando as ações do dia a dia, e se dedicar à parte estratégica da empresa, visando assim expandir o negócio e, consequentemente, aumentar as vendas. E o melhor, ajuda na tomada de decisões mais complexas.

Além disso, com um sistema de gestão você consegue ter várias informações em um só lugar, como:
dados de vendas;

  • logística;
  • finanças;
  • RH, entre outros, que ajudam a substituir planilhas on-line e diversas pastas.

Quais os principais tipos de Sistema de Gestão?

Os tipos de software de gestão são essenciais para empresas, e é preciso distinguir entre dois principais: o ERP (Enterprise Resource Planning) e o CRM (Customer Relationship Management). Veja as características de cada um:

ERP (Enterprise Resource Planning):

O ERP, ou Planejamento de Recursos da Empresa, é projetado para organizar os processos empresariais, concentrando-se em recursos financeiros. Suas funcionalidades incluem:

  • Gestão logística;
  • Controle de estoque;
  • Emissão de notas fiscais;
  • Pagamento de tributos;
  • Informações detalhadas sobre funcionários.

A vantagem fundamental desse sistema integrado é a capacidade de conectar todas as áreas operacionais. 

Por exemplo, uma venda pode acionar automaticamente o setor financeiro para emitir a nota fiscal e incorporá-la ao orçamento. 

Isso simplifica a logística, preparando itens para envio e atualizando o estoque, tudo por meio do sistema de gestão. Escolher o modelo de ERP adequado depende de considerar diferentes setores, como indústria, varejo, tecnologia, serviços, entre outros.

CRM (Customer Relationship Management):

O CRM, ou Gestão do Relacionamento com o Cliente, concentra-se em reunir informações do funil de vendas e oferecer suporte à gestão comercial. Seus recursos abrangem:

  • Previsão aprimorada de vendas;
  • Melhoria na satisfação do cliente;
  • Redução da taxa de cancelamento;
  • Histórico completo do relacionamento com clientes;
  • Campanhas de vendas baseadas em dados.

Este sistema online é vital para relações comerciais, contendo informações desde a primeira interação até a fidelização. 

Diferenças entre os tipos de Sistema de Gestão

Existem ainda diferenças quanto aos modos de funcionamento e instalação dos sistemas – Local ou em Nuvem. Um ERP local, ou on-premise, é instalado e mantido nos servidores físicos da própria empresa. Isso implica em uma infraestrutura dedicada, exigindo investimentos significativos em hardware e equipe de TI para instalação, manutenção e atualizações periódicas. 

Em contrapartida, o ERP em nuvem opera remotamente, sendo acessado pela internet. Hospedado em servidores de terceiros, esse modelo elimina a necessidade de infraestrutura local robusta, permitindo flexibilidade e escalabilidade.

Além disso, o ERP em nuvem oferece atualizações automáticas, garantindo que as empresas sempre tenham acesso às últimas funcionalidades sem a necessidade de intervenção manual. 

Essa abordagem baseada na nuvem também proporciona mobilidade, permitindo que os usuários acessem o sistema de qualquer lugar, facilitando a colaboração e otimizando a eficiência operacional.

A Omie oferece tanto o ERP quanto o CRM, ambos totalmente baseados na nuvem, proporcionando um gerenciamento simples, abrangente e acessível de qualquer lugar. Potencialize sua empresa com soluções intuitivas e eficazes.

Bannner para conhecer o sistema

Vantagens de um sistema de gestão para sua empresa:

Grande parcela das vantagens dos sistemas de gestão, como o ERP e o CRM, são focados na padronização de processos e diminuição de “gaps” existentes durante a gestão de uma empresa. Vamos explicar melhor nos próximos tópicos:

1. Melhor utilização dos recursos

Essa é uma das vantagens mais importantes quando se fala de gestão financeira. Com esse software você é capaz de integrar todos os processos do negócio e economizar, principalmente por não precisar contratar novos funcionários e focar em atividades que aumentem a produtividade do seu negócio.

2. Diminuição de falhas nos processos

Outro ponto importante e vantajoso para quando se contrata um sistema de gestão empresarial, é reduzir a maior parte das falhas presentes nos processos. E isso acontece, pois não é preciso realizar alguns trabalhos manuais.

Além disso, é possível identificar os principais pontos de melhoria no negócio, já que a unificação das tarefas possibilita que o gestor tome ótimas decisões.

3. Dados completos sobre o negócio

Apesar de estar por dentro desde o início, muitos empresários têm dificuldades em saber qual é o nível do empreendimento e algumas vezes acabam tomando decisões contraditórias.

Por isso, com esse software é possível ter um planejamento e controle da produção muito maior. Assim, você tem um acompanhamento das ações com os dados necessários para criar um relatório muito mais completo e conseguir conduzir a empresa para o caminho certo.

4. Processos padronizados

Não existe nada melhor do que a organização, não é mesmo? Por isso, um dos passos que não podem faltar é o da padronização de processos. Dessa forma, você consegue tornar o seu trabalho mais consistente e com a possibilidade de escalabilidade maior.

5. Gestão mais estratégica

E por último, tanto o ERP, quanto o CRM podem te ajudar a ter uma gestão mais estratégica e menos operacional. Já imaginou poder usar o tempo livre para apostar em novidades e produtos incríveis para a sua empresa? 

Quais os melhores momentos para investir em um Sistema de Gestão?

Ao considerar os momentos e tipos de empreendimentos a seguir, a escolha do ERP torna-se mais estratégica, permitindo que as empresas otimizem suas operações e impulsionem o crescimento de maneira eficiente.

Mudança na categoria da empresa:

  • Ao alterar a categoria de sua empresa, como expansão para novos mercados ou segmentos, a escolha de um ERP adequado é importante. O sistema deve ser flexível o suficiente para se adaptar às novas necessidades e processos inerentes à nova categoria.

Investimento em recursos de tecnologia:

  • Empreendimentos que decidem investir em recursos tecnológicos, como automação de processos, integração de sistemas e análise de dados avançada, devem considerar um ERP que suporte essas iniciativas. A integração perfeita com outras soluções tecnológicas é fundamental nesse contexto.

Expansão e crescimento empresarial:

  • Ao experimentar um período de crescimento, seja em termos de receita, equipe ou operações, opte por um ERP escalável. O sistema deve acompanhar o ritmo da expansão, fornecendo suporte eficiente às demandas crescentes do negócio.

Necessidade de integração:

  • Empreendimentos que buscam uma integração mais estreita entre diferentes departamentos e processos internos devem escolher um ERP capaz de consolidar informações de maneira eficaz. A integração suave melhora a eficiência operacional e reduz possíveis lacunas de comunicação.

Atendimento a requisitos específicos do setor:

  • Setores específicos têm requisitos únicos. Empresas que operam em setores regulamentados ou especializados, como saúde, manufatura ou serviços financeiros, devem escolher um ERP que atenda às normas e demandas específicas de seu campo de atuação.

Adoção de modelos de negócios inovadores:

  • Empreendimentos que buscam adotar modelos de negócios inovadores, como assinaturas, serviços baseados em nuvem ou vendas diretas ao consumidor, devem selecionar um ERP que ofereça suporte a essas estratégias e possa se adaptar a modelos de receita emergentes.

Atualização tecnológica:

  • Em momentos de atualização tecnológica, seja pela implementação de novas tecnologias emergentes ou pela necessidade de migrar para a nuvem, é essencial escolher um ERP que esteja alinhado com essas mudanças e possa proporcionar benefícios sustentáveis a longo prazo.


Diante das várias opções, a Omie é a parceira certa para seu negócio, já que, em mais de 10 anos no mercado, tem como missão descomplicar a vida do empreendedor brasileiro.

O software de gestão na nuvem Omie é totalmente intuitivo e pensado para se adaptar às empresas de diferentes segmentos e tamanhos. Os módulos auxiliam na gestão de finanças, vendas, estoque, produção, tributos, entre outros.

Sendo 100% integrado, o sistema Omie te entrega relatórios funcionais e personalizados e te dá mais tempo para otimizar as estratégias da sua empresa. Vem conhecer!

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
EFD-Reinf
EFD-Reinf: confira o que é, quais são as mudanças para 2024 e como ficar dentro da conformidade.
Entenda as diferenças entre metas e objetivos, saiba como aplicar cada uma delas e confira um passo a passo de
empreendedorismo social: apresentação de projeto com maquete eólica
Compreenda o conceito de empreendedorismo social e sua relevância para a sociedade.