Conheça as tendências do e-commerce para 2022

Quais as melhores tendências do e-commerce para este ano? Indicamos as 10 dicas que mais estão em alta. Confira!

29/Jul/2022
Empreendedorismo

O comportamento do consumidor é uma jornada inconstante. Conhecer as tendências do e-commerce facilita muito a análise de cada perfil.

Como consumidor cada vez mais consciente de seus gostos e direitos, as exigências estão cada vez maiores. Do outro lado, até mesmo os grandes e-commerces necessitam observar as mudanças e se manter atualizados das preferências de seus clientes. 

Para ajudar nessa questão, preparamos um guia com as 10 tendências do e-commerce para 2022. Se você deseja estar em destaque, confira as informações a seguir!

10 tendências do e-commerce 

A tendência de mercado muda constantemente, assim como as preferências de seus consumidores, que devem ser sempre priorizadas. Oferecer uma boa experiência de compra significa fidelizar os clientes e torná-los consumidores ativos de sua loja virtual. Em alguns casos, esses mesmos clientes passam a ser divulgadores, propagando a marca.

Confira nosso guia a seguir e entenda mais sobre esse processo.

1. Voice commerce

O voice commerce é uma tecnologia que permite comprar produtos ou serviços através de comandos de voz, substituindo a digitação em tablets, smartphones e demais aparelhos Uma vez captada, a voz é traduzida automaticamente para as guias de pesquisa, utilizando o reconhecimento de voz da Inteligência Artificial.

Essa tendência facilita muito o momento de compra, pois:

  • Auxilia compradores que não gostam de digitar na barra de pesquisa;
  • Possibilita resultados completos e de acordo com a localidade do cliente;
  • Acompanha o ritmo acelerado, principalmente das novas gerações de consumidores;
  • Permite pesquisas mais rápidas e assertivas;
  • Aumenta a inclusão para pessoas que possuem algum tipo de dificuldade para digitar.

É preciso obter uma configuração estável do seu API (Application Programming Interface), que é o conjunto de programações para web, responsável pela intermediação entre os softwares funcionais para seu voice e o assistente virtual. 

Além disso, invista em SEO e capriche nos detalhes das descrições de seus produtos e serviços. Isso fará com que seu produto esteja nas melhores buscas, otimizando todo o esforço de pesquisa do cliente. 

2. Cashback 

Cashback, em tradução livre, significa “dinheiro de volta”, uma estratégia que devolve parte do dinheiro gasto pelo cliente a ele mesmo, seja por descontos em uma próxima compra ou como crédito em sua conta cadastrada. 

O consumidor precisa se cadastrar em aplicativos ou sites parceiros, registrando seus dados pessoais. Posteriormente, é só realizar a compra. Conforme esta for aumentando, mais dinheiro irá retornar para a conta cadastrada. 

Exemplo: um e-commerce que vende sapatos por R$ 200. Ao oferecer 10% de cashback ao cliente, este poderá receber de volta R$ 20,  a ser utilizado como crédito nas compras futuras. Essa estratégia estimula o consumidor a comprar mais e a se fidelizar em um site.

Muitas empresas brasileiras já se beneficiam com o cashback, como é o caso de:

  • Beblue;
  • Ame Digital;
  • Melhor Envio;
  • Méliuz;
  • PicPay.

3. Omnichannel

É uma estratégia que oferece flexibilidade para a experiência de compra do cliente, fazendo-o se sentir mais confortável com as decisões.  É uma forma de realizar a ponte entre a loja física, virtual e o cliente, uma revolução digital.

O consumidor pode escolher seu produto na loja online de acordo com suas necessidades, realizar a compra e acordar a sua retirada em uma loja física da rede. Além disso, a facilidade de trocar ou devolver a mercadoria fisicamente após uma compra online gera uma sensação de confiança no cliente.

Para implantar o recurso em sua empresa, crie cooperação entre os canais, pois será preciso compartilhar as informações de seu cliente com o aplicativo parceiro.

4.  Realidade aumentada

RA, ou Realidade Aumentada, é uma tecnologia que possibilita ao usuário interagir com os produtos desejados de forma online, antes da compra. Através da RA, por exemplo, o consumidor tem uma ideia melhor sobre como uma roupa será ajustada no corpo antes de efetuar a compra, proporcionando maior segurança para a tomada de decisão.

Para implantar em seu negócio, é aconselhável que você engaje um relacionamento de confiança com seus clientes, adaptando suas estratégias de acordo com os perfis identificados.

5. Recommerce 

O recommerce, também conhecido como comércio reverso, destaca-se pela sustentabilidade, além de movimentar a economia do país. É a estratégia de vender um produto físico com alta qualidade e conservação, mas que já foi utilizado por outras pessoas. Aqui, encaixam-se os brechós, bazares, sebos e curadorias.

É uma opção bastante procurada pelos consumidores que desejam economizar, mas que também desejam garantir a compra de um material de qualidade por um preço mais em conta. 

Na prática, para ter sucesso com essa estratégia, é necessário:

  • Estruturar sua empresa para vender online;
  • Garantir um bom atendimento ao cliente;
  • Estar atento à qualidade do item que você colocará à venda;
  • Ser transparente na comercialização do item, informando que já foi utilizado por outra pessoa e que se trata de um item seminovo, usado, etc.

6.  Live commerce

Uma tendência que viralizou graças a aplicativos como o Instagram, o live commerce consiste em um evento virtual que tem como finalidade maximizar vendas. Dispõe-se de ajuda de influencers e plataformas de streaming ao vivo, possibilitando que o consumidor participe enviando suas dúvidas.

Para colocar essa estratégia em prática, é importante conhecer sua persona e focar no preparo do evento em questão. Além disso, é essencial que você já esteja familiarizado com as plataformas usadas, para oferecer condições exclusivas, de acordo com um roteiro personalizado e fiel ao perfil dominante de seus consumidores. Prepare seus colaboradores para essa ação e não deixe nada fora do controle. O estoque, por exemplo, deve estar 100% atualizado.

7. Compra com antecedência

A tendência de compras online está cada vez mais presente entre os consumidores. Nesse comportamento, entra a propensão da compra com antecedência, que nada mais é do que antecipar suas compras. Por exemplo, muitos consumidores esperam pelas ofertas de Black Friday de diversas empresas, a partir das quais aproveitarão descontos para comprar presentes para o Natal.

Vale fazer um levantamento de estoque e verificar os itens que estão parados, seus vencimentos e condições de uso acerca dos produtos. Coloque-os à venda com boas condições de oferta e campanhas atrativas.

Precisando de uma ajuda para calcular seu estoque? Então, confira nosso artigo Giro de estoque: entenda o que é e como calcular - Blog Omie!

8. Entregas rápidas

Muito comum em plataformas de marketplace, esse serviço consiste em oferecer a entrega do produto escolhido em um prazo bem curto, como em 24 horas a partir da confirmação de pagamento, por exemplo.

Essa é uma comodidade que entrou no gosto dos consumidores, que preferem objetividade em suas compras. Para oferecer uma entrega expressa, é interessante alinhar o seu departamento de logística com as empresas de transporte por meio de um planejamento de romaneios de acordo com a política de frete da sua empresa.

9. Business to game 

A tecnologia inova mais uma vez utilizando o cenário gamer na estratégia de interação com o usuário, para criar a sensação de intimidade. Na prática, essa tendência refere-se ao uso de marcas através do Metaverso, para comercializar, organizar campeonatos de algum esporte, shows e as infinitas possibilidades de eventos que temos na vida real. 

Porém, na experiência 3D, impacta o consumidor com o sentimento de consumo com diversão, já que os games estão ligados aos momentos de relaxamento e descontração. 

Para implantar essa estratégia, tenha em mente a importância de:

  • Experiência de compra do usuário;
  • Realizar pesquisas constantes sobre como o consumidor se sente em relação aos seus canais virtuais;
  • Intensificar os ambientes, criando-os cada vez mais dinâmicos e interativos.

10. Robôs inteligentes

São assistentes de Inteligência Artificial (IA) projetados para lidar com inúmeras tarefas que seriam de humanos, como sanar dúvidas de consumidores, agendar consultas, registrar reclamações etc.

Para implantar em seu negócio, é necessário realizar uma pesquisa sobre o perfil dos seus consumidores e o público que deseja que tenha acesso à sua plataforma. Conhecer seu cliente gera mais possibilidades de uma programação mais humanitária, para que a interação seja o mais empática possível, gerando assim a sensação de que o consumidor está, de fato, falando com outro ser humano do outro lado da tela.

Prepare-se para o futuro do e-commerce

Existem ferramentas que auxiliam na constante busca por inovação. Lembre-se de que cada cliente é único. Cada um viverá sua própria experiência dentro das possibilidades que as lojas virtuais oferecem. Por isso, investir em tecnologia e automação é mais do que necessário para não ficar para trás nas tendências do e-commerce.

Conte com o ERP para o seu negócio: Gestão online ilimitada Omie, na otimização de suas demandas diárias. Sabemos que não é fácil. Por isso, um software 100% em nuvem irá mudar para sempre a sua visão de produtividade. Entre em contato com nossos consultores e solicite uma proposta! 

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas