Vendas: o que é, processos, tipos e como aumentar na sua empresa

Saiba como aumentar as vendas da sua empresa com processos e técnicas eficientes.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Todo mundo sabe que as vendas são a alma de qualquer negócio. Afinal, é através delas que uma empresa consegue comercializar suas soluções, lucrar e crescer. E como fazer para isso acontecer de forma estratégica?

Podemos adiantar que não basta apenas divulgar os produtos e serviços. No mercado cada vez mais competitivo, é importante conhecer e dominar as técnicas e estratégias para aumentar o número de vendas e possibilitar um crescimento saudável para o negócio. Acompanhe a leitura para saber como fazer isso acontecer!

Vendas: o coração das empresas 

As vendas nada mais são que o conjunto de atividades e estratégias que buscam comercializar os produtos ou serviços de uma empresa para seus consumidores. É uma das áreas mais cruciais em uma organização, já representa a conexão direta entre o negócio, seus clientes e a lucratividade.

O principal objetivo dessas ações e da área é impulsionar o crescimento e o sucesso do negócio, aumentando o volume de demandas e conquistando novos clientes. Além disso, ela busca também fidelizar os consumidores existentes, garantindo que eles retornem e recomendem a marca para outras pessoas.

Entre as principais vantagens que uma área de vendas traz para uma empresa estão:

  • Lucratividade;
  • Conhecimento do mercado e das preferências dos clientes;
  • Feedback para melhorar a qualidade e a oferta de produtos;
  • Desenvolvimento de soluções mais criativas e alinhadas com as expectativas dos clientes;
  • Crescimento empresarial, já que consegue expandir sua presença no mercado e conquistar novas oportunidades de negócios.

Ou seja, é por meio das vendas que a organização gera receitas, sustenta sua operação e investe em inovação e desenvolvimento. Sem uma estratégia de vendas eficiente, as empresas podem enfrentar dificuldades para sobreviver no mercado não apenas por vender menos, mas também por precificar e não descrever seus produtos e serviços de maneira adequada.

Quais são os tipos de vendas?

Atualmente, existem diversos tipos de vendas que podem ser usadas na estratégia de uma empresa, cada um se adequando a diferentes mercados, públicos-alvo e abordagens comerciais. Abaixo listamos quais são elas e suas principais características. 

Vendas B2B e B2C

As vendas B2B são aquelas que se referem a transações comerciais realizadas entre empresas. Nesse tipo de venda, o foco está em vender produtos ou serviços para outras empresas que, por sua vez, podem revendê-los, utilizá-los em suas operações ou como parte de sua cadeia de produção. 

Por isso, as negociações B2B geralmente envolvem volumes maiores e decisões tomadas por equipes ou departamentos, levando em conta questões mais técnicas, de logística e financeiras.

Já as vendas B2C, envolvem a venda direta de produtos ou serviços para o consumidor final, como em lojas, mercados e internet, no caso de vendas B2C no e-commerce. Nesse cenário, as estratégias costumam ser mais voltadas para o público, destacando os benefícios e apelos emocionais do produto para atrair e convencer o cliente a comprar.

Vendas diretas e indiretas

As vendas diretas são aquelas em que o produto ou serviço é comercializado diretamente do vendedor para o cliente. Esse tipo de venda pode ocorrer, por exemplo, em uma loja física, por meio de visitas a clientes ou até mesmo por telefone. 

É considerada uma abordagem mais pessoal, permitindo uma interação direta entre o vendedor e o seu cliente, o que pode facilitar o entendimento das necessidades do cliente e a personalização da oferta.

Já as vendas indiretas envolvem intermediários, como distribuidores, revendedores ou agentes de vendas. Nesse caso, o produto passa por um canal de distribuição antes de chegar ao cliente final. 

Essa abordagem é a mais comum em empresas que buscam expandir sua atuação no país ou atingir segmentos de mercado específicos, aproveitando a experiência e o alcance dos parceiros de vendas.

Inside sales

O inside sales é um modelo de vendas no qual as interações entre o vendedor e o cliente ocorrem de forma remota, ou seja, sem a necessidade de visitas presenciais. Essas vendas são realizadas principalmente por telefone, videochamadas, e-mail, chatbots, ou outras plataformas digitais. 

Esse é um formato que tem se tornado cada vez mais popular graças aos avanços tecnológicos e à facilidade de acesso a informações. Além disso, esse tipo de vendas pode ser mais eficiente em termos de custos e produtividade, permitindo que os vendedores alcancem mais clientes em menos tempo.

Venda consultiva

É um dos tipos de vendas em que os vendedores atuam como um consultor para o cliente, em vez de apenas oferecer um produto ou serviço. Dessa forma, durante essa abordagem, o vendedor procura entender em detalhes as necessidades e desafios do cliente e, com base nisso, oferecer uma solução personalizada que atenda às suas demandas específicas. 

Vale ressaltar que a venda consultiva requer habilidades de escuta ativa, empatia e conhecimento técnico do produto ou serviço, sendo uma estratégia bastante eficaz para estabelecer relacionamentos duradouros com os clientes.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

5 técnicas de vendas 

As técnicas de vendas são estratégias fundamentais para impulsionar o sucesso de uma empresa e conquistar cada vez mais clientes. No mercado atual, onde as interações comerciais ocorrem tanto em ambiente presencial quanto digital, é essencial aprender e dominar as diferentes abordagens e ferramentas para alcançar resultados positivos.

Afinal, são elas que irão persuadir os clientes em potencial, entender suas necessidades e fechar negócios de forma eficiente. Confira abaixo cinco técnicas eficazes que podem ser aplicadas em diferentes contextos de vendas.

Vendas online 

As vendas online têm se tornado cada vez mais relevantes com o crescimento das lojas virtuais e da presença das empresas na internet. Nesse tipo de venda, é fundamental criar uma experiência de compra atraente e conveniente para o cliente. 

Algumas técnicas de vendas online incluem a otimização da usabilidade do site, a criação de descrições detalhadas dos produtos, a implementação de estratégias de marketing digital, como o uso de redes sociais e campanhas de e-mail marketing, e a disponibilização de formas seguras e práticas de pagamento.

Vendas por telefone

Apesar de tradicional e pouco usada, as técnicas de vendas por telefone ainda são muito eficazes para alcançar clientes em potencial. Para ter sucesso nesse formato, é importante ter uma abordagem profissional e empática, conseguir identificar as necessidades do cliente de forma ágil, explicar os benefícios do produto ou serviço de maneira clara e objetiva, e superar objeções com habilidade.

Uma boa ideia é usar pitch de vendas bem elaborados, além de oferecer treinamento adequado dos vendedores para aumentar significativamente as chances de fechar negócios por telefone.

Persuasão em vendas

A persuasão é uma habilidade essencial para quem trabalha com vendas. Ela nada mais é do que uma forma de convencer o cliente a tomar uma decisão favorável, utilizando argumentos sólidos e estratégias de comunicação persuasiva.

Algumas técnicas de persuasão incluem o uso de provas sociais, como depoimentos e avaliações de clientes satisfeitos, a criação de senso de urgência para estimular a ação imediata, a identificação e enfatização das necessidades específicas do cliente, e a oferta de benefícios claros e diferenciados em relação à concorrência.

Vendas ativas

A venda ativa é uma técnica proativa em que o vendedor toma a iniciativa de abordar os clientes em potencial, em vez de esperar que eles entrem em contato. Esse formato requer identificar leads qualificados, a realização de pesquisas prévias sobre esses clientes, e a personalização da abordagem para cada prospect.

A venda ativa também envolve o acompanhamento constante dos leads, o envio de materiais relevantes e o estabelecimento de relacionamentos sólidos ao longo do tempo.

Quais são os processos das vendas?

Podemos considerar como processos de vendas as etapas necessárias que um vendedor percorre para conduzir um cliente em potencial da fase inicial até o fechamento da venda e depois disso. Elas precisam ser bem estruturadas e planejadas, já que são cruciais para  o sucesso das vendas.

Confira abaixo quais são as etapas que correspondem a esse processo!

Pré-venda

A etapa de pré-vendas é a parte inicial do processo, na qual o vendedor se prepara para entrar em contato com potenciais clientes. Nesse momento é necessário realizar uma pesquisa sobre o cliente em potencial, compreender suas necessidades e desafios, e identificar como o produto ou serviço pode atender a essas demandas. Além disso, a pré-venda envolve a definição de estratégias e abordagens para falar com os clientes de forma mais eficaz.

Prospecção 

A segunda etapa é a prospecção, um processo de busca ativa por novos clientes. Aqui,  o vendedor identifica e qualifica leads com maior probabilidade de se tornarem clientes. Isso pode ser feito através de pesquisas de mercado, networking, uso de mídias sociais, campanhas de marketing direto e outras estratégias para encontrar e atrair potenciais compradores.

Qualificação

A qualificação é a etapa utilizada para avaliar os leads identificados durante a prospecção e determinar se eles são adequados para o produto ou serviço oferecido. Para isso, o vendedor verifica se o cliente em potencial possui o perfil para realizar a compra.

Essa etapa é importante, pois evita desperdício de tempo e recursos com clientes que não estão realmente interessados ou não têm condições de efetuar a compra.

Proposta

Após a qualificação dos leads, é o momento de preparar uma proposta personalizada para o cliente qualificado. 

A proposta apresenta detalhadamente o produto ou serviço oferecido, destacando os benefícios e vantagens, além de informar sobre prazos, condições de pagamento e outras informações relevantes para a decisão de compra. 

Uma proposta bem elaborada é fundamental para conquistar a confiança do cliente e mostrar o valor da oferta.

Negociação 

A negociação é um dos processos mais importantes e decisivos. Aqui,  serão discutidos os detalhes da proposta para chegar a um acordo satisfatório para ambas as partes. Geralmente, ela pode envolver ajustes no preço, condições de pagamento, prazos de entrega e outros aspectos da oferta. 

Por isso, nessa etapa, o vendedor precisa ser hábil em lidar com objeções, compreender as necessidades do cliente e encontrar soluções que atendam os dois lados.

Fechamento de vendas

O fechamento de vendas é a etapa final, na qual o vendedor convida o cliente a tomar a decisão de compra. Essa é uma fase importante, em que se deve usar técnicas de fechamento adequadas e superar possíveis hesitações. Uma boa finalização de vendas é o resultado de um relacionamento sólido e construído ao longo do processo de vendas, no qual o cliente sente confiança para efetuar a compra.

Pós-vendas 

O pós-venda é considerado a etapa final e igualmente importante, já que um bom atendimento pós-venda pode gerar a fidelização do cliente e também abrir oportunidades para novas vendas no futuro.

Nesse momento, o vendedor mantém o relacionamento com o cliente, oferece suporte, tira dúvidas e assegura que ele esteja satisfeito com a compra. 

Retenção do cliente

Por fim, vale destacar a retenção do cliente. Esse precisa ser um processo contínuo porque busca manter os clientes existentes satisfeitos e engajados com a empresa. Isso envolve a oferta de benefícios exclusivos, programas de fidelidade, atualizações de produtos e serviços, e um atendimento de qualidade. 

Essa etapa é fundamental para garantir a sustentabilidade do negócio a longo prazo, uma vez que clientes satisfeitos tendem a se tornar defensores da marca e a indicar a empresa para outros potenciais clientes.

As principais métricas de vendas 

Assim como em qualquer outra área, a área de vendas também precisa medir e avaliar o desempenho da equipe e a eficácia das estratégias comerciais. Por isso, é fundamental utilizar métricas de vendas. Elas são como indicadores que fornecem insights, ajudando a identificar pontos fortes e oportunidades de melhoria. 

Conheça algumas das principais métricas de vendas que podem ser utilizadas pela sua empresa para acompanhar e otimizar seus resultados comerciais.

Ticket médio

O ticket médio é uma métrica que calcula o valor médio de cada venda realizada. Para obtê-lo, é necessário somar o valor total das vendas em um período específico e dividir pelo número de vendas efetuadas no mesmo período. 

Essa métrica é tão importante quanto o OKR e KPI, já que é utilizada para avaliar o potencial de receita de cada cliente e para direcionar estratégias que busquem aumentar o valor médio das vendas.

Custo de aquisição por cliente

O Custo de Aquisição por Cliente (CAC) é uma métrica que expressa o investimento médio necessário para adquirir um novo cliente. Para determinar essa métrica, é preciso somar todos os gastos associados às atividades de marketing e vendas em um período específico e, em seguida, dividir o total pelo número de clientes conquistados nesse mesmo período.

Essa métrica é essencial para entender a eficiência dos esforços de aquisição de clientes e para garantir que o retorno sobre o investimento (ROI) em vendas seja positivo.

Oportunidades 

A métrica de oportunidades refere-se ao número de leads e prospects que demonstraram interesse em adquirir um produto ou serviço da empresa. Ela é essencial para avaliar o fluxo de potenciais clientes no funil de vendas e identificar possíveis gargalos ou oportunidades de melhorias nas estratégias de prospecção e geração de leads.

Tempo médio de vendas

O tempo médio de vendas é o período necessário que a empresa leva para fechar uma venda, desde o primeiro contato com o cliente até o fechamento do negócio. Com essa métrica é possível avaliar a eficiência do processo de vendas, identificar possíveis pontos de atrito e otimizar o ciclo de vendas para reduzir o tempo necessário para fechar negócios. 

Taxa de conversão 

A taxa de conversão é uma métrica muito utilizada que mede a eficiência de vendas em converter leads em clientes efetivos. Ela é calculada dividindo o número de vendas pelo número de leads gerados em um período específico e multiplicando por 100 para obter o resultado em porcentagem. Uma alta taxa de conversão indica que a equipe de vendas está efetivamente persuadindo os leads a se tornarem clientes.

Taxa de follow up 

A taxa de follow-up mede a proporção de leads ou oportunidades que receberam acompanhamento da equipe de vendas após o primeiro contato. Um bom follow-up é essencial para nutrir os leads e aumentar as chances de conversão em vendas. Monitorar essa métrica ajuda a garantir que nenhum lead seja negligenciado ou esquecido.

Ciclo de venda 

Por fim, a métrica de ciclo de venda, um período médio desde o primeiro contato com o cliente até o fechamento da venda. Ela pode variar conforme o tipo de produto ou serviço oferecido e a complexidade da venda. 

Entender o ciclo de venda é importante para o planejamento e gestão do processo comercial, bem como para estimar a receita futura com base no tempo médio para fechamento de negócios.

Como você pôde ver, cada métrica fornece informações valiosas sobre diferentes aspectos do processo de vendas e permitem que você tome decisões informadas para alcançar resultados positivos. 

Além disso, a combinação adequada dessas métricas e sua análise contínua são essenciais para otimizar o desempenho da equipe de vendas e alcançar os objetivos comerciais estabelecidos.

Inbound sales e outbound sales

No mundo das vendas, existem duas abordagens principais para atrair e conquistar clientes: inbound sales e outbound sales. Cada uma dessas estratégias possui características distintas e é aplicada de maneira diferente, mas ambas têm o mesmo objetivo: aumentar as vendas e o crescimento das empresas. 

Abaixo separamos mais detalhes sobre cada uma delas. Confira!

Inbound sales

O inbound sales é uma abordagem que se baseia em atrair potenciais clientes via conteúdo relevante e estratégias de marketing digital. Nesse modelo, a empresa busca criar um relacionamento com o público-alvo, oferecendo informações valiosas, soluções para seus problemas e respostas para suas dúvidas. 

A ideia é que, ao fornecer conteúdo de qualidade, os clientes se sintam atraídos e interessados em aprender mais sobre a empresa e suas soluções. Durante o processo de inbound sales, os leads geralmente entram em contato com a empresa de forma voluntária, demonstrando interesse em saber mais sobre o que ela oferece.

Em seguida, a equipe de vendas aborda esses leads de maneira personalizada, focando em entender suas necessidades e oferecendo soluções adequadas às suas demandas específicas. O objetivo é orientar o cliente pelo funil de vendas, fornecendo informações relevantes em cada etapa, até que esteja pronto para tomar a decisão de compra.

Outbound sales

Já o outbound sales é uma abordagem mais proativa, em que a empresa toma a iniciativa de abordar os clientes em potencial. Dessa forma, a equipe de vendas busca ativamente prospectar leads, muitas vezes através de técnicas de cold calling, envio de e-mails ou contato direto em eventos e feiras comerciais. 

A ideia é alcançar um público mais amplo e iniciar o processo de venda, mesmo que o cliente em potencial não tenha demonstrado interesse anteriormente. Por isso, no outbound sales o time de vendas precisa ter uma abordagem mais persuasiva e habilidades de comunicação eficazes para captar a atenção dos prospects e gerar interesse em relação ao produto ou serviço oferecido.

Ao entrar em contato de forma proativa, o vendedor tem a oportunidade de identificar rapidamente as necessidades do cliente e explicar como a oferta da empresa pode resolver seus problemas.

Ambas abordagens possuem suas vantagens e são eficazes para diferentes empresas e cenários comerciais. Enquanto o inbound sales atrai leads com conteúdos relevantes e educativos, permitindo que se aproximem voluntariamente da empresa, o outbound sales aborda os clientes de forma mais proativa, ampliando o alcance e iniciando conversas com leads sem interesse prévio. 

A escolha entre as duas estratégias vai depender dos recursos, público-alvo e metas de vendas da sua empresa. Mas, em muitos casos, é possível aproveitar uma combinação equilibrada entre as duas opções para o sucesso nas vendas e crescimento consistente. 

Afinal, como aumentar as vendas?

Depois de tantas informações sobre o mundo de vendas, que tal conhecer umas dicas que vão te ajudar a aumentar as vendas do seu negócio? Confira quais são elas abaixo!

  • Conheça seu público-alvo, adaptando a abordagem de vendas de acordo com suas necessidades e preferências.
  • Invista em estratégias de marketing eficientes, como anúncios online e presença nas redes sociais.
  • Ofereça um excelente atendimento ao cliente, respondendo dúvidas e solucionando problemas de forma rápida.
  • Estabeleça metas claras e acompanhe sempre as métricas de vendas.
  • Utilize técnicas como upselling e cross-selling para aumentar o valor das vendas.
  • Crie promoções e descontos atrativos para incentivar novas compras e recompensar clientes fiéis.
  • Invista no treinamento da equipe de vendas para garantir uma abordagem profissional.
  • Peça feedback dos clientes para melhorar produtos e serviços.
  • Mantenha-se atualizado sobre o mercado e acompanhe as tendências para inovar e se destacar.
  • Utilize a tecnologia a seu favor, automatizando processos e utilizando ferramentas de gestão, como o ERP Omie.

Com essas dicas, sua empresa estará mais preparada para aumentar as vendas e alcançar o sucesso comercial!

Inove em seus processos de vendas com apoio da tecnologia

Aumentar as vendas é um desafio constante para as empresas, mas com as estratégias certas e a otimização do funil de vendas é possível alcançar resultados significativos. Conhecer bem o seu público-alvo, oferecer um excelente atendimento ao cliente e estabelecer metas claras são alguns dos passos essenciais para o sucesso.

Para tornar tudo isso ainda mais eficiente, é essencial inovar nos processos e contar com o apoio da tecnologia para tornar a área de vendas ainda mais estratégica, produtiva e otimizada. 

Na Omie tem a solução perfeita para você impulsionar seu negócio e aumentar as vendas de forma significativa, não importa o segmento ou porte!

banner cta empreendedor

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
remarketing
Entenda como o remarketing pode ajudar a conquistar e fidelizar clientes.
Descubra como criar um site profissional do zero e impulsionar seu negócio. Confira o passo a passo.
gestão de clientes
Entenda como as estratégias de gestão de clientes vão impulsionar o seu negócio.